22/10/2009

Por uma pesca mais sustentável

Todos nós precisamos ter consciência de que não temos o direito de esgotar todos os recursos naturais, sejam eles quais forem.
Hoje chegou-me, novamente pela mão da nossa amiga Manuela, do Blogue Sustentabilidade não é Palavra é Acção, mais um alerta que não podemos ignorar.
Pensemos nas gerações vindouras e façamos algo já. É urgente.

A Greenpeace está a fazer uma petição aos supermercados portugueses a pedir que deixem de comercializar espécies capturadas nas grandes profundidades em alto mar. Estes ecossistemas estão ameaçados pela pesca de arrasto e por outras técnicas, e é urgente que os supermercados pressionem a indústria, deixando de vender espécies capturadas a grande profundidade. Podem obter alguns factos sobre o estado dos oceanos a grande profundidade no slideshow na primeira página do site da Greenpeace.

Com a ajuda do todos os blogues podemos ajudar a promover esta petição e a pressionar os grandes supermercados, responsáveis por 70% do peixe comercializado em Portugal. Embora tenha sido lançada há apenas alguns dias, a petição já tem várias centenas de assinaturas e continua a crescer a bom ritmo.
Participe Proteger o fundo do mar.

A alteração do comportamento dos supermercados já está a acontecer em vários outros países europeus e duas das cinco cadeias de supermercados portugueses efectuaram melhorias entre o primeiro e o segundo ranking (2008 e 2009, respectivamente).

Eu já assinei a petição. Ajude também a proteger a biodiversidade dos nossos oceanos. Por uma pesca mais sustentável, assine a petição e divulgue.




Fernanda Ferreira

13 comentários:

Celle disse...

Maninha, como está? A mil por hora,creio eu!
Gostei muito deste artigo. Conscientização da necessidade de preservaçao da natureza, mais, específicamente da biodversidade dos oceanos!Eu que apreciei, por agora, o fundo do mar, lá no oceanário,aquela maravilha, não pode acabar, prova da necessidade de nossas mudanças de atitudes!
Minha linda, tenho feito meus comentários corretamente em favor de você no Aldeia de minha Vida???

Fernanda disse...

Querida Celle, maninha do peito!

Estou bem, calma e serena mas com muito sono.

Ainda bem que gostou do texto, é preciso que todos tenhamos consciência de que não podemos acabar com os recursos naturais.

Celle, amiga, tem feito comentários lindos demais. Muito obrigada, do coração.

Beijos

Manuela Araújo disse...

Amiga Fernanda

Em breve passarei pelo aldeia da minha vida a ler seu texto. Tenho tido pouco tempo.
Obrigada pela divulgação da petição da Greenpeace.
Beijos

Luis disse...

Boas Amigas,
Na realidade o homem parece não acreditar que os recursos naturais são finitos! Há que rebater essa ideia contranatura se queremos que o mundo não acabe tão depressa.
Vivemos um Mundo Louco!!!!
Beijinhos.

A. João Soares disse...

Caros Amigos,

Impõe-se com urgência uma alteração profunda dos comportamentos, desde os hábitos alimentares a todos os outros actos da vida humana. Esquecemos que estamos aqui de passagem, e que o mundo não nos pertence mas sim aos nossos vindouros a quem o devemos deixar em boas condições de utilização.
A ecologia e as ciências da Natureza devem passar a ter um lugar importante no ensino e a ter em consideração em todo o momento.

Abraços
João

Maria Elvira Bento disse...

Amiga Fernanda,
O tema é da maior actualidade. Os fundos dos mares são casulos de vida, em várias vertentes, que comportamentos errados estão a ameaçar. Vamos ajudar esse berço de vida. Um abraço

Fernanda disse...

Querida amiga Elvira,

Muito obrigada pela sua visita e comentário.
Assim é amiga, é precisar, é urgente preservar "esses casulos" como lhe chama, por forma a impedir, que num futuro muito breve, todos os recursos se esgotem.
Façamos todos algo nesse sentido.

Beijinho

Fernanda disse...

Amiga Manuela,

Passe quando lhe for possível , desde que antes do dia 31 :))))

Eu é que lhe estou muito grata, só ajudo a divulgar, os alertas são sempre seus.

Beijos

Fernanda disse...

Queridoas amigos Luís e João,

Mais do que disseram não pode ser dito.
Muito obrigada pelos vossos comentários e sobretudo pela consciência de que temos a obrigação de pensar nas próximas gerações. Herdamos um planeta vivo, não temos o direito de o entregar morto, esgotado, sem recursos.

Beijos

Pedro Ferreira disse...

Viva Mãe,

Muito bem, que orgulho em tenho em ti.
Sempre atenta e alertando para os probelmas de hoje que serão cada vez mais os problemas de amanhã.

Obrigada mãe por seres exactamente como és, linda.

Beijinhos mil e muitas saudades,
Pedro Ferreira

Fernanda disse...

Olá Pedro!

Verdade que são os problemas de hoje e os tormentos do amanhã.
Temos que ser activos, participar. Divulgar é também uma arma. Não faço nada demais que mereça as tuas palavras tão elogiosas, mas agradeço-as.

Beijinhos muitos e com muito amor,
Mãe

Celle disse...

Como é lindo, você e o Pedro trocando carinhos sinceros e verdadeiros!
Frutos de sua sensibilidade de boa educadora!
Parabens!!!
Celle

Fernanda disse...

Minha querida amiga Celle,

Muito obrigada. Nós somos realmente muito unidos, apesar da distância.

O mais importante é que ele sabe quão importante é preservar a biodiversidade da natureza e embora sendo ainda um jovem esteja já preocupado com os problemas ambientais.
Tenho muito orgulho no meu filho, que é lindo, sobretudo por dentro.

Beijos maninha,