20/01/2009

HINO À ALEGRIA

Estamos vivendo tempos muito conturbados – guerras, violência, desrespeito pelos direitos humanos – de tal modo que começamos a perder a esperança num mundo melhor.

Apesar de todos os males que estão invadindo a terra o ser humano precisa de confiar no futuro.
Doutro modo caminharemos para o caos.

O “Hino à Alegria” – 4º.andamento da 9ª. sinfonia de Beethoven – é, acima de tudo, um grito de esperança, um apelo aos homens para que dêem as mãos – …sonhando com um novo sol, em que os homens voltem a ser irmãos…

Ligue o vídeo e preste atenção à letra, que transcrevi, abaixo.
Dispensei-me de traduzir; quem lê português, lê espanhol...


Miguel Rios: Himno de la Alegría





Escucha hermano la canción de la alegría,
El canto alegre del que espera un nuevo dia

Ven, canta sueña cantando, vive soñando el nuevo sol,
en que los hombres volverán a ser hermanos.

Ven, canta sueña cantando, vive soñando el nuevo sol,
en que los hombres
volverán a ser hermanos.

Si en tu camino sólo existe la tristeza,
y el llanto amargo de la soledad completa.

Ven, canta sueña cantando, vive soñando el nuevo sol,
en que los hombres
volverán a ser hermanos.

Si es que no encuentras la alegría en esta tierra,
búscala hermano más allá de las estrellas.


Ven canta sueña cantando vive soñando el nuevo sol,
en que los hombres
volverán a ser hermanos.

Si es que no encuentras la alegría en esta tierra,
búscala hermano más allá de las estrellas.

9 comentários:

A. João Soares disse...

Querida Amiga Mariazita,
Bonito, mas não concordo com a parte final, por ser pouco estimulante. Não devemos esperar por encontrar a alegria para além das estrelas. Temos de a criar cá, agora. Não é difícil. Basta desviarmos o olhar do feio para o bonito, para os lugares as coisas, as atitudes, as pessoas mais positivas, mais irradiantes de felicidade. A felicidae não depende do TER mas sim do SER e este depende apenas de nós. É uma questão de escolher a óptica com que queremos ver o ambiente circundante.
Beijos
http://www.domirante.blogspot.com/

Ana Martins disse...

Querida amiga,
é muito bonito sim, mas tenho que concordar com nosso estimado amigo João. Talvez se ele não tivesse feito a observação, eu nem tivesse dado conta, mas depois de ler a sua justificação, acho que sim, tem razão!

Beijinhos,
Ana Martins

Ana Maria disse...

De maos dadas confiantes no futuro.
Beijinhos de luz!

A. João Soares disse...

Cara Amiga Ana Martins,
Ainda bem que não estou só. A parte final da letra transforma o Hino da Alegria num hino à aceitação, à acomodação a uma apagada e vil tristeza, à espera de da felicidae do Além. É um sentimento que, infelizmente, muitos católicos desenvolveram de viver num martírio para merecer o céu após a morte. É o mesmo espírito que contraria o divórcio, obrigando as pessoas a viver infelizes, aceitando a violência doméstica.
A alegria é necessária, as pessoas devem procurar prazer no trabalho na família, nos tempos livres. A felicidade deve ser conquistada e adquirida agora, no momento em que vivemos, co honra, com dignidade, com moral, com ética.
Beijos
A. João Soares

Daniel Costa disse...

Mariazita

É facto, que a música da melodia "Hino à Alegia," é maravilhosa. Vem sempre a propósito, algo que faça o mundo despertar para um atitude mais esperançosa. Se não fossem as pessoas de boa vontade, com o espírito aberto, apregoarem a necessidade de haver uma atitude mais optismista, o caos seria inevitável.
Beijos
Daniel

A. João Soares disse...

Caro Daniel Costa,
O Hino à Alegria é uma música maravilhosa. Mas realmente a última parte da letra que lhe aplicaram desvirtua a intenção do compositor.
Um abraço
A. João Soares

o que me vier à real gana disse...

Imagina todas as pessoas,
...

Esta tb traduz o k deixas transparecer no post.

É tb bom vir aqui.

Bjs

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Nunca devemos perder as esperanças de um mundo melhor, e sempre ver o amor como nossa esperança de dias melhores.
ABRAÇOS

Jorgisnei de Rezende disse...

Caros amigos

desenvolvo um trabalho social com crianças através da música e como residem em região de risco, os pais muitas vezes não prestigiam as atividades dos filhos. Uma das soluções, foi gravar as músicas em CDs para que levassem às famílias. No primeiro CD temos músicas natalinas e no segundo CD algumas músicas eruditas, entre elas o Hino à Alegria com uma letra diferente e que evoca a paz através das vozes das crianças. As músicas estão disponíveis no site www.sentinelas.org.br. Grato pela atenção. Jorgisnei de Rezende