19/05/2017

COMO MELHORAR UM DIA AZIAGO



Está a ter um dia mau? Veja como melhorá-lo
170519. Por Notícias ao Minuto, LIFESTYLE DICAS

 É sexta-feira e nem mesmo a aproximação do fim de semana o consegue animar?

Todos nós temos dias maus. Uns mais intensos do que outros, uns mais frequentes do que outros, mas todos temos um dia ‘daqueles’ em que nada parece que corre bem, em que todo o universo conspira contra nós e ainda por mais entornamos o café na mesa de reuniões ou naquelas calças brancas que comprámos.

Está a ter um dia assim em que nem a aproximação do fim de semana o anima? Não desespere, tudo tem solução. O Huffington Posto foi à procura das melhores formas de fazer frente a um dia mau e para isso reuniu-se com um conjunto de psicólogos para perceber o que está ao alcance de cada um de nós para melhorar o estado de espírito.

Eis as dez melhores formas de passar de um dia mau para um dia bom:

1 – Abraçar o mau humor, dando-lhe a devida atenção até perceber o que é preciso mudar para que vá embora;

2 – Aproveitar o mau humor. Sabia que as pessoas com mau humor tendem a ser mais produtivas? Pelo menos é o que a ciência sugere;

3 – O mau humor tem um motivo? Possivelmente sim e tudo pode ser culpa da falta de organização ou incapacidade em dizer não. Dizem os especialistas que as pessoas devem tentar perceber o que pode interferir com o humor;

4 – Estar grato. As pessoas que expressam gratidão tendem a sentir menos stress e a ter menos pensamentos negativos;

5 – Dar uma caminhada;

6 – Procurar boas energias com o amigo de quatro patas, levando-o a passear;

7 – Dedicar tempo a si mesmo. Saiba que o mau humor pode passar com o simples ato de parar, fechar os olhos e respirar fundo? Uma massagem também pode ajudar;

8 – Dar tudo no ginásio ou numa corrida ao ar livre, beneficiando da libertação de hormonas que promovem a sensação de bem-estar;

9 – Não tomar os pensamentos negativos como um todo, percebendo que aquele mau momento não define o dia completo ou até mesmo a semana;

10 – Tentar ver sempre o lado positivo de tudo, tirando lições de cada um dos momentos.

17/05/2017

FALTA DE VITAMINAS D e K E O PERIGO DE HIPERTENSÃO

A falta destas duas vitaminas aumenta o risco de hipertensão https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/795446/a-falta-destas-duas-vitaminas-aumenta-o-risco-de-hipertensao 170517. POR DANIELA COSTA TEIXEIRAbr />
A ingestão de couves ou vegetais de folha verde pode prevenir males maiores.

Na hora de zelar pela saúde do coração, há um aspeto que importa cada vez mais ter em conta: a alimentação. Aquilo que comemos diariamente tem um impacto direto (para bem e para o mal) na saúde em geral e em particular na saúde do coração.

Enquanto alguns alimentos se assumem como inimigos da saúde cardiovascular (como é o caso de todos os que têm grandes quantidades de sódio, gorduras saturadas, gorduras trans ou açúcar), outros não só conseguem remediar males maiores como podem mesmo assumir a postura de escudos protetores (incluindo-se aqui algumas sementes, vegetais e ainda gorduras saudáveis como o azeite e o abacate).

Seguir uma alimentação saudável é o requisito mínimo para uma boa saúde cardiovascular, mas há que prestar uma especial atenção à presença de duas vitaminas: a D e a K. Diz um recente estudo da Universidade Livre de Amesterdão que a carência destes dois micronutrientes pode desencadear o aumento de riscos cardiovasculares, mais concretamente de hipertensão (uma das condições que está na origem de um vasto leque de problemas cardíacos).

Conta o Buena Vida do jornal As que os cientistas notaram uma ligação direta entre os baixos níveis de vitamina D (micronutriente que facilita a absorção do cálcio e que está presente nos ovos, no salmão e na exposição solar, por exemplo) e de vitamina K (couve-de-bruxelas, espargo, couve-flor, repolho, caril e pimento) estão diretamente ligados à hipertensão depois de terem analisado os níveis de pressão arterial de pessoas entre os 55 e os 65 anos. Na pratica, adianta a publicação, a escassez destas duas vitaminas levou a que 62% dos participantes fosse diagnosticado com hipertensão no espaço de seis anos.

HIPERTENSÃO FACTOR DE AVC


Hipertensão... uma porta aberta para o AVC

https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/795304/hipertensao-uma-porta-aberta-para-o-avc
170517. Por Notícias ao Minuto

Hoje, 17 de maio, assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão, um importante fator de risco para o AVC.

No âmbito do Dia Mundial da Hipertensão, que se assinala anualmente a 17 de maio, a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral alerta para a importância da hipertensão arterial (HTA) como fator de risco para o Acidente Vascular Cerebral (AVC) através deste artigo escrito pelo Dr. Jorge Poço, coordenador da Unidade de AVC da Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULSNE) e membro da Sociedade Portuguesa do AVC.

A HTA, definida de uma forma sucinta como a presença de valores de Pressão Arterial (PA) sistólica (vulgarmente conhecida por máxima) iguais ou superiores a 140 mmHg e/ou PA diastólica (conhecida por mínima) iguais ou superiores a 90 mmHg é, de facto, um fator de risco presente em 30 a 45% da população em geral, aumentando progressivamente nas populações mais idosas, que são uma ‘fatia’ importante das sociedades ocidentais.

Sabe-se que muitos dos doentes hipertensos, mesmo que medicados, mantêm valores acima do desejável. Estes valores elevados, poderão levar ao aparecimento de lesões em vários órgãos do corpo humano, entre os quais o cérebro, podendo surgir assim a mais temível das complicações: o Acidente Vascular Cerebral (AVC), que continua a ser a principal causa de morte e de incapacidade crónica em Portugal.

Sendo a hipertensão arterial (HTA) o principal fator de risco suscetível de intervenção na prevenção do AVC é, portanto, fundamental insistir em alguns pontos fundamentais:

• Se indicado, deve-se tomar regularmente a medicação, não caindo no erro frequente de deixar de a tomar porque as "tensões têm andado bem!".
• A responsabilidade deverá começar nas pessoas, através de uma cultura de vida adequada, principalmente através de hábitos alimentares saudáveis (com redução do consumo de sal) e prática regular de exercício físico;
• É prioritário fazer o diagnóstico, o tratamento e o controlo da HTA, sendo que neste processo é fundamental a atuação do seu médico e enfermeiro de família (para aconselhamento, vigilância, deteção e tratamento). Para tal deve-se recorrer aos cuidados de saúde, para que estes profissionais possam ajudar;
• Não se pode desvalorizar os valores elevados que possam surgir nas avaliações feitas em casa e que muitas vezes são justificados por poder estar "nervoso" ou "ansioso".

Sabendo-se que, através destes mecanismos, se consegue uma redução de até 40% de AVCs, estão aqui os argumentos mais que suficientes para nos fazer pensar duas vezes ou mais!

Os benefícios no tratamento e controlo da hipertensão arterial são para si e para quem o ama. Em caso de AVC, os que o rodeiam também sofrerão!

Para terminar, insiste-se na importância da redução do consumo de sal, a prática de exercício físico e a vigilância dos valores da pressão arterial, com a toma regular de medicação, se for o caso. E, não se esqueça: o futuro pode estar nas suas mãos!, avisa o especialista.

16/05/2017

UM EXEMPLO DE OCUPAÇÂO DO TEMPO POR REFORMADOS...

A Há muitas pessoas que não sabem como ocupar o tempo. Este vídeo mostra uma solução. Cada um pode tentar fazer algo que seja útil e dê prazer a doentes e outros carentes de afecto:

video
 

15/05/2017

TERCEIRA IDADE. O QUE É?


Terceira Idade

No concernente à caducidade das chamadas “Pessoas da Terceira Idade”, os Geriatras explicam que é uma etapa da vida que varia conforme a cultura e desenvolvimento da sociedade em que tais pessoas vivem. Por exemplo, em países classificados como em vias de desenvolvimento, alguém é considerado da "Terceira Idade" a partir dos 60 anos. No entanto a Geriátrica ou Geriatria, ramo da medicina que foca o estudo, a prevenção e as principais ocorrências na pessoa idosa, considera que somente após alcançar 75 anos a pessoa é considerada de "Terceira Idade". Nessa idade as pessoas têm habilidades regenerativas limitadas. As mudanças físicas e emocionais expõem a perigo a qualidade de vida dos idosos.

O Geriatra Alemão Dr. Michael Ramscar considera que:

"Afinal, os cérebros das pessoas mais velhas são lentos só porque elas sabem muito. As pessoas não declinam mentalmente com a idade. Os cientistas acreditam que elas apenas têm mesmo mais tempo para recordar fatos e acumulam muito mais informações nos seus cérebros. Muito parecido com o que acontece nos discos rígidos dos computadores quando ficam cheios, dificultando assim o tempo de acesso às informações pretendidas. Os investigadores dizem que esta desaceleração não é o mesmo que declínio cognitivo. O cérebro humano funciona mais lentamente na velhice, disse o Dr. Michael Ramscar, mas apenas porque temos armazenadas mais informações. Com o tempo, o cérebro de pessoas mais velhas não fica mais fraco. Pelo contrário, elas simplesmente sabem mais.

Mesmo quando as pessoas mais velhas se esquecem do que iam fazer na outra dependência da casa, esse não é um problema de memória mas apenas uma forma da Natureza as obrigar a fazer mais exercício físico".

12/05/2017

AMIZADES

video

SINAIS DA IDADE



As 20 situações que nos fazem sentir velhos
Extraído do artigo de Vânia Marinho.

A partir do 40 anos, certas situações podem fazer com que nos alarmemos em relação ao avançar da idade.

Um questionário realizado a dois mil adultos descobriu que geralmente começamo-nos a sentir a envelhecer aos 40 anos.

A partir desta idade, situações como perder as chaves ou encontrar cabelos brancos têm um especial impacto fazendo com que nos sintamos velhos.

Segundo o que este estudo apurou e o Mirror reportou, podemos confirmar as seguintes 20 situações que nos fazem sentir velhos:

1.- Notar rugas no rosto,
2.- Perceber que a sua visão já não é tão boa como costumava ser,
3.- Perceber que a sua audição já não é tão boa como costumava ser,
4.- Sentir que a sua imagem está mais velha,
5.- Notar que os ossos fazem barulho quando se senta e levanta,
6.- Encontrar cabelos brancos,
7.- Entrar numa divisão e não se lembrar do que é que lá foi fazer,
8.- Ter dificuldade em baixar-se para brincar com os seus filhos,
9.- Começar a usar a frase "Quando eu era novo",
10.- Ter de parar de fazer certos desportos porque é demasiado lento e se sente cansado,
11.- Notar que está a perder cabelo,
12.- Não se lembrar de onde estacionou o carro,
13.- Procurar os óculos sem perceber que os tem na cara,
14.- Sentir-se demasiado cansado para fazer sexo,
15.- Esquecer-se temporariamente do nome do seu filho,
16. -Começar a ir de carro para sítios para onde costumava ir a pé ou de bicicleta,
17.- Perder as chaves,
18.- Usar meias com sandálias,
19.- Desenvolver o gosto por xerez,
20.- Começar a fazer o truque da moeda atrás da orelha às crianças.

Mas não devemos deixar-nos arrastar por tais preocupações, mas procurar manter a vivacidade com interesse pelo que se passa em redor e no Mundo e tentar aprender mais, a fim de manter o cérebro activo, para não perder completamente a JUVENTUDE.

ATENÇÃO AOS SINAIS NA PELE

Transcrição:

Guia para perceber se um sinal pode ser maligno
Por Vânia Marinho e Lusa

Conheça os cinco sinais que ajudam os especialistas - e que o podem ajudar a si – a detetar se um sinal na pele pode ser canceroso.

À medida que os anos vão passando e que a nossa pele também vai envelhecendo, começam a aparecer sinais de uma forma quase misteriosa.
Podem surgir em várias formas, cores e tamanhos, mas enquanto muitos são inofensivos, alguns podem não ser.

O cancro da pele é a segunda forma mais comum da doença em pessoas com menos de 50 anos. Os especialistas alertam que a percentagem de diagnósticos precoces podia ser muito mais alta.

O melanoma é o tipo de cancro da pele mais grave, mas também um dos cancros mais tratáveis. Para conseguir perceber se um sinal é motivo de preocupação e deve ser visto por um médico há cinco sinais a que deve estar atento:

1. À assimetria do sinal, ou seja se o sinal tem uma forma irregular;

2. Aos limites do sinal. Se o sinal não é perfeitamente redondo e as suas margens são irregulares;

3. Às mudanças de cor. Se um sinal muda de cor ou tem uma cor diferente em algumas partes, deve pedir ao seu médico de família ou dermatologista que o analise;

4. Ao diâmetro. Qualquer aumento no tamanho do sinal, em particular se for de mais de seis milímetros, deve ser registado e analisado por um especialista;

5. Aos relevos. Se o sinal ficar com uma elevação irregular, deve pedir que o seu médico o analise para confirmar se está tudo bem.

Abaixo pode ver um pequeno vídeo com uma animação em inglês que destaca estes sinais:
[Vídeo]
https://youtu.be/Qww4riEyl2w

07/05/2017

O MUNDO ESTÁ EM MUDANÇA ACELERADA

É imperioso fazer um esforço de preparação para nos adaptarmos à mudança. Nada volta a ser igual a ontem

video

PRIORIDADES NA VIDA

É preciso definir e respeitar as prioridades na vida

video

HÁ IDOSOS TRATADOS DE FORMA PERVERSA


Há idosos tratados de "forma absolutamente perversa"
170507. Por Lusa

O provedor de Justiça considera que há idosos tratados "de uma forma absolutamente perversa", graças a uma sociedade que inverteu a pirâmide social e trouxe "consequências dramáticas" para as pessoas mais velhas, como o abandono ou a solidão.

Em entrevista à agência Lusa, José de Faria Costa apontou que a sociedade atual não só não está preparada para "responder aos anseios da população mais idosa", como inverteu a pirâmide social e com isso trouxe "consequências dramáticas" para as pessoas mais idosas, "nomeadamente coisas pouco bonitas", mas reveladoras do atual sistema de valores.

"Os filhos a ficarem com as pensões dos pais e serem os vizinhos a dizerem ao provedor que há uma pessoa acamada, sozinha e os filhos ficam-lhe com o dinheiro das pensões", exemplificou.

Apontou outro tipo de situação, "muito mais grave", que acontece quando se aproxima a época de verão, em que "alguns filhos" começam a diminuir a terapêutica aos pais, fazendo com que eles entrem em perda e sejam internados de urgência.

"Como os filhos sabem que só os podem deixar se eles forem internados de urgência, obviamente começam a fazer isso e isso é uma coisa maquiavélica, péssima, que dá um retrato muito feio da sociedade portuguesa", criticou.

Segundo o provedor de Justiça, que não quis alongar-se muito sobre o assunto, estas realidades foram mais presentes nos tempos da "crise profunda", mas salientou que basta haver apenas um caso por ano "para mostrar a perversidade com que é tratada a velhice".

José de Faria Costa lembrou que, durante o ano de 2016, o provedor de Justiça recebeu, através da Linha do Idoso, mais de 2.800 telefonemas, perto de oito chamadas por dia, tendo havido 105 contactos por causa de maus-tratos, além de 74 situações de isolamento ou solidão, e outras 20 por abandono.

São os próprios idosos interessados quem mais vezes recorreu no ano passado à linha telefónica, representando 48% do total de telefonemas, a maior parte mulheres (1.724), com idade entre os 71 e os 80 anos (969).

Segundo José de Faria Costa, o provedor de Justiça faz frequentemente trabalho social, revelando que são muitas vezes os serviços do provedor que conseguem uma marcação de uma consulta, encaminham a pessoa para a ajuda mais próxima quando ela não sabe ler uma fatura de gás ou luz, ou quando alguém liga ao provedor porque não sabe preencher o IRS.

Motivos pelos quais o provedor afirmou que mais do que as recomendações que possa fazer, e que podem ou não ser acatadas, importa-lhe a resolução de problemas concretos.

"O que me interessa é receber uma carta da pessoa do Portugal mais profundo a dizer-me: 'senhor provedor obrigado, o meu muito obrigado, o meu problema foi resolvido'. E eu tenho centenas de cartas. Isso é que é importante no trabalho do provedor", sublinhou.

Em matéria de recomendações, aliás, José de Faria Costa acredita que teve um "altíssimo índice de acatamento" durante os seus quatro anos de mandato, mas garantiu que o seu trabalho nunca esteve centrado na recomendação.

"Avaliar o meu exercício através do número de recomendações é absolutamente redutor. O que se deve avaliar é através das situações concretas que eu resolvi e essas estão aí e podem ser avaliadas", rematou.

03/05/2017

DESPEDIDA DE GABRIEL GARCIA MARQUEZ

DESPEDIDA DE UM GÊNIO

Gabriel Garcia Marquez retirou-se da vida pública por razões de saúde: cancro linfático. Agora, parece que seu estado está cada vez mais grave.

Enviou uma carta de despedida aos seus amigos e, graças à Internet, está sendo difundida pelo mundo.

Recomendo a sua leitura, porque é verdadeiramente comovedor este curto texto escrito por um dos latinoamericanos mais brilhantes dos últimos tempos.

“Se, por um instante, Deus se esquecesse de que sou uma marionete de trapos e me presenteasse com mais um pedaço de vida, eu aproveitaria esse tempo o mais que pudesse.

Possivelmente, não diria tudo o que penso, mas, definitivamente, pensaria tudo o que digo.

Daria valor às coisas, não por aquilo que valem, mas pelo que significam.

Dormiria pouco, sonharia mais, porque entendo que, por cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz.

Andaria quando os demais se detivessem, acordaria quando os demais dormissem.

Se Deus me presenteasse com um pedaço de vida, deitar-me-ia ao sol, deixando descobertos não somente o meu corpo como também a minha alma.

Aos homens, eu provaria quão equivocados estão ao pensar que deixam de se enamorar quando envelhecem, sem saberem que envelhecem quando deixam de se enamorar.

A um menino, eu lhe daria asas e apenas lhe pediria que aprendesse a voar.

Aos velhos, ensinaria que a morte não chega com o fim da vida, mas, sim, com o esquecimento.

Tantas coisas aprendi com vocês homens... Aprendi que todo o mundo quer viver no topo da montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subi-la.

Aprendi que, quando um recém nascido aperta com a sua pequena mão, pela primeira vez, o dedo do seu pai, o agarrou para sempre.

Aprendi que um homem só tem direito a olhar o outro de cima para baixo quando o está ajudando a levantar-se.

São tantas as coisas que pude aprender com vocês, mas, agora, realmente de pouco me servirão, porque, quando me guardarem dentro dessa caixa, infelizmente estarei morrendo.

Diga sempre o que sente e faça o que pensa.

Supondo que hoje fosse a última vez que lhe verei dormir, eu lhe abraçaria fortemente e rezaria ao Senhor para poder ser o guardião da sua alma.

Supondo que estes são os últimos minutos que lhe vejo, eu lhe diria “Amo Você”, e não assumiria, loucamente, que já o sabe.

Existe sempre um amanhã em que a vida nos dá outra oportunidade para fazermos bem as coisas, mas, pensando que hoje é tudo o que nos resta, gostaria de lhe dizer o quanto lhe quero e que nunca lhe esquecerei.

O amanhã não está assegurado a ninguém, jovens ou velhos. Hoje pode ser a última vez que você veja aqueles que ama.

Por isso, não espere mais! Faça hoje, porque o amanhã pode nunca chegar.

Senão, lamentará o dia em que não teve tempo para um sorriso, um abraço, um beijo porque estava muito ocupado para atender esse último desejo.

Mantenha os que ama juntos de você, diga-lhes ao ouvido o muito que precisa deles, o quanto lhes quer. E trate-os bem!

Aproveite para lhes dizer “me perdoe”, “por favor”, “obrigado” e todas as palavras de amor que conhece.

Você não será recordado pelos seus pensamentos secretos. Peça ao Senhor a força e a sabedoria para expressá-los.

Demonstre aos seus amigos e seres queridos o quanto são importantes para você!”

ENVIE ESTA MENSAGEM A TODOS QUE AMA !
Se não o fizer hoje, amanhã pode não conseguir fazê-lo.
Mas não importa se não o fizer. Nada lhe acontecerá. A não ser o fato de que deixou de alegrar alguém de quem gosta muito…

02/05/2017

PESO A MAIS. PORQUÊ?



Peso a mais? Estes podem ser os culpados

Os quilos a mais nem sempre são culpa apenas da má alimentação. Veja tudo o que pode estar a interferir com o peso.
LIFESTYLE SAÚDE 23:09 - 27/04/17 POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

A luta contra o excesso de peso é uma realidade cada vez mais global e um dos fatores que mais impacto negativo tem na saúde e qualidade de vida das pessoas, deixando-as à mercê de várias doenças relacionadas com o estilo de vida, como os problemas cardiovasculares causados pelo aumento do colesterol ou ainda a diabetes tipo 2.
Embora o peso a mais esteja fortemente associado às más escolhas alimentares, esta realidade afeta até mesmo as pessoas que seguem uma alimentação saudável e equilibrada. Sim, as escolhas alimentares são determinantes para os quilos extra (ou para perdê-los), mas estão longe de serem as únicas culpadas nesta luta.
O estilo de vida é também determinante e, aqui, o sedentarismo assume-se como maior vilão dos números que aparecem na balança. Contudo, também a genética e algumas doenças – como estas auto-imunes – podem interferir com a capacidade de fazer frente ao peso a mais.
O site Buena Vida do jornal As listou tudo aquilo que pode interferir com a capacidade de emagrecer. Saiba quem são os verdadeiros culpados.

Peso a mais? Estes podem ser os culpados
1- Dieta desequilibrada. Como não poderia deixar de ser, as más escolhas alimentares são determinantes para o ganho de peso.
2- Viagens ou mudanças de hábitos, que obriguem a refeições mais rápidas e práticas (mas menos saudáveis).
3- Doenças, sejam elas a síndrome metabólica, a depressão ou problemas auto-imunes.
4- Sedentarismo.
5 - Deixar de fumar, uma vez que a escassez de nicotina vai estimular os neurotransmissores relacionados com o apetite.
6 - Mudança de casa, especialmente quando isso implica ir para uma localidade que não se conhece e onde não se tem amigos e familiares.
7 - Genética, especialmente quando tanto o pai como a mãe apresentam excesso de peso. Neste caso, o risco de ter peso a mais é 80% maior.
8- Alguns medicamentos, como os antidepressivos ou calmantes.

01/05/2017

SISTEMA IMUNITÁRIO. FACTOS CURIOSOS

Factos curiosos sobre o sistema imunitário que possivelmente não conhece
170501. POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

O sistema imunitário é o escudo protector da saúde. Fique a saber mais.
© iStock LIFESTYLE CORPO HÁ 3 HORAS POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

O sistema imunitário é um conjunto de estruturas e processos biológicos, que incluem células, tecidos e órgãos, que tem como função a protecção do organismo, deixando-o capaz de combater contra todo o tipo de agressores e, assim, promover a boa saúde.
Ter um sistema imunitário forte é sinónimo de saúde a todos os níveis. Este ‘escudo protector’, quando intacto, consegue prevenir e curar alguns tipos de doenças ou problemas de saúde.

Como lhe contámos aqui, existem factores que interferem directamente com o sistema imunitário, que está ‘ligado’ as intestinos e que pode, na verdade, ser o segredo para a cura do cancro. Mas há mais a conhecer sobre este conjunto de defesa pessoal. De acordo com o Huffington Post, eis cinco curiosidades sobre o sistema imunitário:

1 – O sistema imunitário consegue reinventar-se dia após dia, ou seja, é sempre capaz de fazer frente a novos agentes agressores, como germes, bactérias, vírus ou parasitas. A imunidade é construída todos os dias, salvo em casos de doenças ou síndromes auto-imunes.

2 – O sistema imunitário depende e fica a ganhar com a glândula timo, mas esta atinge o seu auge apenas durante a puberdade, altura em que é mais capaz de combater as bactérias e vírus. Depois da adolescência, a glândula timo encolhe e, aos poucos, torna-se num depósito de tecido adiposo;

3 – Lavar as mãos é uma das formas mais eficazes de proteger o sistema imunitário, uma vez que previne a propagação de doenças que surgem facilmente com o contacto repetido e continuado com germes;

4 – Estilo de vida saudável é determinante para o sistema imunitário, estando a boa qualidade do sono, a alimentação equilibrada, o exercício físico e a meditação entre os factores que mais contribuem para um escudo protector mais eficaz.

30/04/2017

RESPEITAR E APOIAR OS IDOSOS

Os idosos não precisam apenas de comer e dormir
(Publicado em O DIABO de 21 de Março de 2017)

Os idosos, principalmente quando são mendigos ou sem abrigo, não deixam de ser pessoas a merecer respeito pelos seus direitos humanos. Os apoios sociais têm desenvolvido uma actividade meritória, mesmo que ainda incipiente, no apoio material, dando comida e, por vezes, abrigo aos mais desprotegidos. Mas os idosos, mesmo os menos carentes, não precisam apenas de comer e dormir. Precisam também de ser ajudados a manter activo o seu lado espiritual, psíquico, através de ocupação cultural, de curiosidade pelo que se passa, de transmissão do seu saber acumulado durante a vida e até de fazer algo de útil, em trabalhos de lavores, de pinturas, de artesanato, de bricolage, de arte musical, etc. Esse apoio, devidamente orientado, contribuirá para manter activos os sentimentos, afectos, amizade e sentido de utilidade. Isso e a realização de contactos entre os residentes em lares e alunos de escolas poderá contribuir, pela transmissão do saber sedimentado pela idade, para ajudar estes jovens a serem mais conscientes e felizes num mundo com mais ética e civismo e a ter comportamentos sociais mais correctos e com flexibilidade para se adaptarem às condições sempre mutáveis da sociedade. Um lar bem organizado deverá ter algumas semelhanças com uma academia para séniores, com base no voluntariado.

Os dirigentes este tipo de instituições devem ter sensibilidade e humanismo para obterem os melhores resultados e serem, por isso, convenientemente respeitados e valorizados.

Recordo que o Secretário-Geral das Nações Unidas, em 26 de Fevereiro, disse que o "desrespeito pelos direitos humanos é uma doença" que se está a espalhar pelo mundo e sublinhou que, para atalhar a um tal perigo desta epidemia social, a "prevenção deve ser a prioridade". E para cimentar a convicção de que é preciso praticar activamente o respeito pelos direitos humanos, deverá, sem demora, ser respeitado o conceito de que as pessoas, além do corpo, têm uma alma que precisa de ser apoiada. E uma situação psíquica equilibrada ajuda a viver mais e melhor.

É certo que, num lar de idosos, há pessoas que já são pouco ou nada receptivas a apoio psíquico ou cultural, mas as que ainda possuem ligação com as outras deverão sentir-se melhor com estas ajudas, do que se estiverem paralisadas em frente da TV de que não tiram benefício significativo. Talvez seja preferível que olhem para os trabalhos artísticos e os lavores feitos por colegas e que olhem para os seus exercícios de dança, de ginástica, de ensaios corais, de leitura de poesias, etc.

Por outro lado, os trabalhos realizados podem ser objecto de exposição ao público, com fundo musical de alguns cantos, dança, fotografias, etc. que contribuirá para realçar a imagem do lar de idosos que levar a cabo essa actividade e, ao mesmo tempo, para divulgar a «prioridade» a que se referiu o engenheiro António Guterres. Esses trabalhos também podem ser vendidos, se os autores estiverem de acordo, e o resultado da venta ser destinado a melhoria das suas vidas ou a outro fim de beneficência.

Se a ociosidade é mãe de todos os vícios, as pessoas, dentro das suas possibilidades e energia disponível, devem evitar parar e estagnar, por que isso é provocar um fim prematuro. Devem manter-se o mais activas que puderem, quer física quer psiquicamente.

António João Soares
14 de Março de 2017

12/04/2017

PÁSCOA FELIZ

Caras Amigas e caros Amigos, Desejo a todos vós e vossos familiares e Amigos uma Páscoa com saúde, alegria e com sinais que vos inspirem confiança e esperança em dias melhores e que seja ultrapassada depressa a actual crise e ameaça mundial de convulsões indesejadas.

02/04/2017

HÁBITOS PARA TER UMA VIDA MELHOR

20 hábitos diários para ter uma vida melhor

Se praticar estes hábitos diariamente vai conseguir mudar a sua vida para melhor.

1.Faça exercício ao acordar

 Alguns minutos de exercícios musculares logo de manhã, pouco depois de acordar, ajudam a despertar o corpo e impedem a acumulação de gordura corporal durante o resto do dia. Se não tiver tempo de ir ao ginásio, tente fazer 20 a 30 minutos de flexões, abdominais, agachamentos e outros exercícios.

2. Faça uma lista

 A melhor coisa para relaxar é não pensar no que tem a fazer no dia seguinte e, com a lista, poderá descansar sabendo que será mais produtivo(a) com tudo organizado.

3. Mande mensagens

De cada vez que se ligar ao Facebook, envie uma mensagem a alguém com quem não tenha falado há algum tempo. Este hábito fará com que manter o contacto com velhos amigos que não quer perder se torne automático.

4. Faça primeiro o que gosta menos

Quando chegar ao trabalho, dedique-se primeiro às tarefas de que gosta menos, dessa forma liberta-se do problema para o resto do dia e sentir-se-á mais motivado(a).

5. Apanhe sol diariamente

 Logo de manhã, se possível, vá lá para fora e apanhe sol. O movimento, a luz e o ar fresco vão ajudar a acordá-lo, relaxá-lo e ajustar o ritmo circadiano de forma a manter-se alerta durante o dia e dormir melhor durante a noite.

6. Deixe passar a fúria on-line

Se vai estar a perder a cabeça de cada vez que alguém lhe disser algo que irrita nas redes sociais ou na i
Internet, então não vai viver muito tempo. Deixe passar, não responda, vá dar uma volta, fazer outras coisas e verá como, em pouco tempo, nada do que o enfureceu tem importância. Pelo menos, quando e se responder, o assunto não o afectará tanto.

7. Veja-se ao espelho

Quando se sentir incomodado pela maneira de ser ou por um hábito de outra pessoa, veja-se ao espelho e pense se não terá também a mesma maneira de ser ou hábito. Focar-se nas falhas de terceiros é um mau hábito em si mesmo, mas pode ser uma excelente ferramenta de auto-melhoria se o utilizar como forma de introspecção. Aprenda a questionar-se: "Será que também sou assim?".

8. Ultrapasse os medos

O medo pode ser tão poderoso que domina a sua vida. Aprenda a dizer-lhe "não" diminuindo-lhe influência: pergunte-se qual é a pior coisa que pode acontecer, objectivamente, e elabore um plano para lidar com isso quando e se acontecer. Os medos tendem a desaparecer quando são olhados de frente e confrontados com racionalidade.

9. Atitude nova para pessoas novas

Quando conhecer uma pessoa nova adote uma nova atitude: em vez de pensar "espero que goste de mim", experimente pensar "espero gostar desta pessoa". A mudança do foco, da sua necessidade ou do pensamento automático "espero que não seja um idiota", pode ajudá-lo a ver as melhores qualidades das pessoas e a manter uma expectativa positiva.

10. Vista-se como quer ser

Aquilo que vestimos não é tão importante para o que os outros pensam de nós como para a atitude que nós próprios adoptamos quando nos vestimos como quem queremos ser. Vista-se para uma entrevista telefónica como se tivesse ido pessoalmente e verá como a sua atitude é mais confiante.

11. Beba oito copos de água por dia

A maioria das pessoas vive crònicamente desidratada, prejudicando a saúde a longo prazo. Mantenha-se hidratado bebendo pelo menos oito copos de água por dia, o que equivale a um mínimo de 1,5l de água. Refrigerantes e bebidas alcoólicas não contam porque têm precisamente o efeito oposto: desidratam.

12. Coma os vegetais no início da refeição

A maioria das pessoas não ingere o mínimo de vegetais recomendados por dia e acaba por encher-se de calorias de que não precisa antes de chegar aos legumes ou à fruta. Resolva-se a comer os legumes, seja em sopa, seja em saladas, antes da refeição para garantir que fica de barriga cheia antes de ter o prato mais calórico à frente.

13. Medite dois minutos por dia

 Apenas dois minutos de meditação diariamente já são capazes de produzir alterações positivas em quem a pratica. Sentir-se-á mais calmo, mais feliz e menos centrado em si mesmo. O mais importante é fazê-lo todos os dias e não fazê-lo menos vezes durante muito tempo, porque a consistência vale mais do que a intensidade.

14. Faça pausas ao longo do dia

Sabia que pode aumentar a sua produtividade e capacidade de concentração se fizer mais pausas durante o trabalho? Experimente trabalhar 20-30 minutos, depois faz uma pausa de 5-10 minutos, repete algumas vezes e, finalmente, faz uma pausa de 30 minutos. Verá que perde menos tempo a fazer as coisas quando regressa ao trabalho e mantém-se completamente focado.

15. Seleccione os amigos nas redes sociais

Não deixe que as redes sociais o deprimam ou irritem. Use as listas do Facebook para organizar os amigos de forma a evitar os que são negativos e a manter por perto os que admira ou que o fazem sentir melhor. Se for caso disso, deixe de seguir quem incomoda (não deixam de ser amigos e ele(a) não vai saber) e sinta-se melhor.

16. Partilhe os créditos sempre que puder

Ninguém faz nada sozinho e quando se trabalha com outras pessoas a melhor atitude é partilhar os créditos. Fazê-lo não irá diminuir a sua importância, na maioria dos casos, mas fará com que essa atitude seja sempre lembrada pelos outros.

17. Ouça toda a gente

Quando qualquer grupo em que esteja envolvido tiver de tomar decisões, garanta que ouve a opinião de toda a gente - e não apenas a dos que fizeram questão de serem ouvidos. Algumas pessoas não dão opinião até ser-lhes pedida. Seja a pessoa que garante que essas pessoas são ouvidas.

18. Procure boas notícias

Se deixássemos, com base nas notícias, este seria um Mundo apocalíptico em que a Humanidade se degrada cada vez mais. Mas há boas notícias, procure-as! A verdade é que o Mundo é hoje um lugar melhor do que há 10 anos, com menos doenças, crime, violência, guerras e desgraças. Procure as notícias positivas para equilibrar as más que têm mais tempo de antena.

19. Procure pela melhor qualidade das pessoas

Em todas as pessoas com que se cruza diariamente, procure pelas melhores qualidades que possam ter, em vez de procurar motivos para detestá-la. Se procurar por motivos para gostar das pessoas, vai acabar por encontrá-los.

20. Adopte uma postura positiva

A linguagem corporal é poderosa para moldar a nossa mente e o mundo à nossa volta. Adopte uma postura positiva e confiante para se sentir optimista e cheio de confiança. Encoste-se para se sentir relaxado. Sorria e sinta-se mais feliz. Se controlar o seu corpo, pode controlar a sua mente.

24/02/2017

ALIMENTOS E BEBIDAS A EVITAR


50 alimentos e bebidas a evitar
Transcrição de texto de VÂNIA MARINHO

Pela sua forma e bem-estar, mas especialmente pela sua saúde, evite ao máximo os alimentos presentes na galeria abaixo.

Há 50 alimentos e bebidas dos quais deve fugir, que deve começar já a tentar eliminar da sua dieta. São, por ordem alfabética:

Açúcar, Adoçante de milho, Adoçantes, Águas com sabor, Álcool, Arroz, Bacon branco, Barras de cereais, Batatas fritas de cadeias de restaurantes de fast food, Batatas que não sejam orgânicas, Batidos de fruta consumidos em cafés ou restaurante, Bebidas com sabor artificial de fruta, Bebidas energéticas, Bolachas, Bolachas de arroz, Carne vermelha, Carnes processadas, Cereais de pequeno-almoço açucarados, Chá gelado ou café gelado industrializados, Chantilly, Chocolates, Churrasco, Congelados, Donuts, Geleias industrializadas, Glutamato monossódico, Gomas, Ketchup, Leite de vaca, Linguiça, Massa de bolo pronta, Molho de ostra e molho de soja, Muffins e cupcakes, Noodles ou sopas instantâneas, Óleos hidrogenados, Pão branco, Pasatas de chocolate, Pickles, Pipocas de micro-ondas, Pizza congelada, Presunto, Queijos maturados, Refrigerantes, Salmão de cativeiro, Salsicha, Snacks salgados como batatas fritas empacotadas, Sopa de pacote, Sulfitos, Sumos de fruta engarrafados, Tomate enlatado.

Sabe, certamente, que a alimentação pode ter um grande impacto na sua saúde.

Tem a oportunidade de fazer dela a sua maior aliada, apostando em alimentos naturais e saudáveis ou cair na tentação e nos enredos da comida industrializada, que só o prejudica.

Se quer viver mais e com saúde, há alimentos que deve evitar, pelo excesso de sal, açúcar, gorduras saturadas ou substâncias tóxicas.

17/02/2017

COMBATER AS RUGAS



Sete alimentos que ajudam a combater as rugas
Transcrição de texto de Daniela Costa Teixeira

Sete alimentos que ajudam a combater as rugas - Se quer atenuar as linhas que se desenham no seu rosto são estes os alimentos a comer:

1 - Morango – Vitamina C
2 - Cenoura – Beta-caroteno
3 - Tomate - Licopeno
4 - Chá verde – Polifenol EGCG
5 - Uva – Resveratrol
6 - Carne magra – Zinco
7 - Ovo – Vitaminas do complexo B

As rugas contam histórias. Nascem das expressões e do passar dos anos e assumem-se como um sinal de sabedoria e vivência. Há quem as receba de braços abertos e há quem queira disfarçá-las a todo o custo.

Os cremes anti-idade e criados exclusivamente para o preenchimento de rugas até podem ajudar a atenuar algumas das linhas, mas somente os tratamentos estéticos conseguem um resultado mais eficaz e duradouro.

Contudo, quando o objectivo é prevenir ou disfarçar, não há nada como comer bem e escolher os alimentos mais indicados para esse fim, ora porque são ricos em vitaminas e minerais, ora porque possuem componentes que estimulam a produção de colagénio e, com isso, melhoram a elasticidade da pele. Estes alimentos ajudam ainda a manter a pele hidratada e nutrida.

DEIXEM-ME ENVELHECER



16/02/2017

ENVELHECER NO CORPO, CRESCER NA ALMA







Envelhecer no corpo, crescer na alma
Transcrição de texto de Rossana Maia Angelini

A vida é aprendizagem constante. Assim, deveríamos encarar todo o percurso que temos a viver. Creio que o envelhecimento do corpo faz parte dessa trajectória e, para muitas pessoas, vai na contramão, pois o corpo envelhece, mas a alma parece crescer, aperfeiçoa-se nesse processo.

Envelhecer deveria nos dirigir para o encontro do amor e da sabedoria constante. Um aperfeiçoamento que precisamos buscar em vida enquanto estamos. Talvez a sabedoria resida nesse caminhar para a serenidade, para a compreensão mais alargada do outro. Entretanto quantas pessoas envelhecem, estão na terceira idade e não se dão chance de crescer na alma, de ser uma pessoa melhor, mais afectiva, mais compreensiva, mais acolhedora.

É interessante olhar para a velhice e ver tanta gente endurecida – pessoas que passaram grande parte da vida hostilizando outras pessoas, julgando, muitas amargas, e que permanecem nesse mesmo lugar, apesar do afeto com que são tratadas por outras pessoas mais humanizadoras. Penso que envelhecer é se dar a chance de confraternizar, de semear carinho e amor. No entanto, como chegar a esse caminho, se a vida foi tão dura e maltratou tanto, por tanto tempo? Como compreender esse movimento?

Muitas pessoas na terceira idade conseguiram dar o salto, perceberam-se e se tornaram melhores, mais amáveis, mais acolhedoras. Porém, muitas ainda permanecem na sua rigidez, no orgulho, no egoísmo, na impossibilidade do afeto, da ternura, de um gesto de generosidade, verdadeiro. Triste!

Muitas pessoas vivem tanto tempo e não se dão conta de que pararam no tempo, olhando para si mesmas como vítimas eternas de seu próprio desamor. Envelhecer requer sabedoria e, acima de tudo, humildade para perceber-se e sentir, verdadeiramente, o outro. Nem todas estão preparadas... Entender tal procedimento, entende-se, mas o convívio torna-se áspero, artificial, distante.

Não é porque envelhecemos que nos tornamos “santos”, o respeito é fundamental por parte de todos, sempre! Agora, o amor...?

Fica o convite à reflexão.

08/01/2017

COMO MANTER A FORMA


Quinze dicas para se manter em forma em 2017
 170108. POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Ter uma boa rotina de sono e cultivar pensamentos positivos são algumas das recomendações para obter sucesso.

Entre as promessas para o Ano Novo, as metas relacionadas com o corpo, geralmente, repetem-se: cuidar melhor da saúde, praticar mais atividades físicas e estar em forma. Para começar a ter o corpo em dia, é fundamental ter força de vontade, ser persistente e cumprir o planeamento com disciplina.

"Experimente as atividades disponíveis no ginásio e escolha aquela que lhe dá mais prazer. Além do exercício, procure uma nutricionista para trabalhar a reeducação alimentar, forte aliada na perda de peso. Consulte bons profissionais para acompanhar o seu trajeto na busca por bem-estar e qualidade de vida. Treino e dieta são questões pessoais, não existe uma fórmula mágica. Por isso, nada de reproduzir algo visto na internet: cada caso é único", recomenda Eduardo Netto, diretor técnico da rede de academias Bodytech.

Dicas para começar o ano no ritmo certo

1) Tempo: Dizer que não tem tempo para praticar exercício é desculpa. Defina prioridades: marque o horário do treino na agenda como se fosse um compromisso de trabalho;

2) Hábito: Nas primeiras semanas precisa de se obrigar a cumprir um programa pré-estabelecido;

3) Mantenha o novo comportamento: Siga a mesma rotina e treine no mesmo horário do dia - faça mudanças na agenda só depois de três meses, caso contrário aumenta muito o risco de abandonar a rotina. Depois de o hábito estar estabelecido, pode ter um pouco mais de flexibilidade na agenda;

4) Durma mais cedo e aproveite mais a sua noite de sono. Consequentemente conseguirá acordar mais cedo, alimentar-se melhor e começar aos poucos a acrescentar uma rotina de exercícios físicos, seja de manhã, à hora do almoço ou à noite;

5) Reserve pelo menos 30 minutos do seu dia, que devem ser dedicados à melhoria da sua condição física;

6) Planeamento: Incluir a atividade física na agenda depende de um bom planeamento. Verifique com antecedência o horário do dia em que sabe que geralmente tem disponibilidade;

7) Quando sentir preguiça e falta de motivação, vá ao ginásio nem que seja para conversar, trocar ideias e ver os amigos. O importante é que o horário do treino se torne um hábito;

8) Altere os treinos e a sua rotina de exercícios: O seu organismo precisa de novos desafios e o mesmo acontece com a sua mente. Experimente um estímulo diferente, tente praticar atividades diferentes, divertidas;

9) Experimente o Cross Training, uma combinação do treino aeróbico e força. Em vez de correr na passadeira ininterruptamente por 30, 40 minutos, considere correr por apenas 15 minutos e, em seguida, realize exercícios de força no espaço da musculação antes de voltar novamente para a passadeira;

10) Ouça a sua música preferida: A música é um motivador fantástico e tem um efeito positivo no cérebro: faz com que as suas emoções respondam favoravelmente ao exercício;

11) Encontre uma atividade física que lhe proporcione algum tipo de prazer e desafio;

12) Acorde mais cedo: O sono é muito importante para a saúde, mas acordar 30 minutos antes do que está acostumado para fazer exercício vale o sacrifício;

13) Mantenha uma alimentação saudável: Tenha no frigorífico apenas alimentos nutritivos e evite comprar produtos que possam prejudicar a sua dieta;

14) A aquisição do hábito de praticar exercícios nos traz inúmeros benefícios: regulação do apetite, aumento da disposição, energia e, talvez, o maior benefício de todos, a garantia de dever cumprido;

15) Pense positivo: Esteja preparado para possíveis barreiras e dificuldades: Pode acontecer algo inesperado que altera os planos e nos desvia dos nossos objetivos. Ter consciência disso permitir-lhe-á aceitar esses transtornos como parte do caminho e fazer a vida voltar a fluir na direção certa.