20/06/2020

PRONTA RESPOSTA

Tal como recebi de um amigo ligado aos técnicos da saúde por amizades e gratidão pelo muito que lhes deve.

Eis a merecida resposta ao brilharete do senhor PM!

Que falta de senso, de consideração pelo esforço de todo um conjunto de profissionais laborando na área da Saúde, correndo riscos acima do normal - médicos, enfermeiros, técnicos de várias especialidades, auxiliares, técnicos de ambulância do INEM – os primeiros na linha da frente no combate ao Covid-19! 

Realmente eles não precisam de palmas! Precisam é do respeito e da estima de todos nós pelo sacrifício e dedicação ao trabalho que desenvolvem, por vezes arredados, dias e dias, de suas Famílias.

15/06/2020

REVOLUÇÃO RACISTA

Revolução racista
Por Maria Vieira

"A HBO retirou o filme "E Tudo o Vento Levou" (um dos filmes mais premiados de Hollywood) do seu catálogo nos Estados Unidos e a NETFLIX, assim como todas as plataformas de "Streaming" do Reino Unido, baniram uma das mais geniais "Sit-Coms" de sempre, exibidas pela BBC - "Little Britain"!

A razão apresentada para a remoção dessas duas obras da arte cinematográfica e da comédia televisiva foi a mesma em ambos os casos: a PORCARIA do RACISMO!!!

Estou farta de ouvir falar no racismo! Estou farta de ver a história ser adulterada, ultrajada e apagada por ideologias marxistas, globalistas, multiculturalistas e divisionistas!

Estou farta de ver gente que sofre de complexos de inferioridade, gente que vem maioritariamente de países sub-desenvolvidos, falidos e arruinados, a tentarem apoderar-se de nações onde nem sequer nasceram, com a passividade e a complacência daqueles que deveriam defender a sua pátria, o seu povo, a sua cultura e os seus costumes!

Estou farta de assistir ao desmoronamento da civilização ocidental que se está a transformar naquela mesma sociedade totalitária, prevista por George Orwell no seu livro - "1984"!!!

Pelo amor de Deus: a actriz - Hattie Mcdaniel - foi a primeira actriz negra a receber um Óscar pelo seu magnífico desempenho em "E Tudo o Vento Levou"! Onde é que está a porcaria do racismo, no reconhecimento da competência e do talento dessa mulher???

E perante esta afronta, perante esta censura descarada e perante este crime de lesa-arte, onde estão os protestos dos agentes culturais, dos meus colegas actores e de todos os artistas da Esquerda-Fofinha que passam a vida a acusar o presidente do Brasil de censura, quando na realidade ele nada censurou e nada censura e apenas se recusa a financiar com dinheiro público, todo o lixo pseudo-artístico que antes sustentava uma cambada de incompetentes, de canastrões e de parasitas de toda a espécie e feitio!

É hora de nos erguermos. É hora de lutarmos pela nossa terra, pelo nosso povo, pela nossa cultura, pelos nossos costumes e pela nossa civilização.

É hora de sermos bravos antes que de nós façam escravos..."

13/06/2020

CONDENAR ACTOS DE VANDALISMO

Catarina Furtado expressa a sua revolta com atos de vandalismo racistas
12/06/20 23:47 ‧ Por Rita Alves Correia

A apresentadora escreveu um longo texto nas redes sociais.



 © Global Imagens

Com as manifestações e protestos anti-racismo que se fazem têm marcado a atualidade em Portugal, assim como em todo o mundo, fizeram-se também notar reações contraditórias que dão força a movimentos discriminatórios. Perante isto, Catarina Furtado fez uso das redes sociais para dar voz à sua revolta.

Na noite desta sexta-feira, a apresentadora da RTP recordou uma imagem na qual aparece um bebé refugiado - um registo captado durante uma viagem ao campo de refugiados de Moria, na ilha de Lesbos, na Grécia. A esta fotografia, junta-se uma outra, de um ato de vandalismo em Portugal.

"Estou a expor a criança deliberadamente. Os pais deixaram. As fotografias seguintes são de actos praticados esta madrugada em lugares como Sacavem, Odivelas, Loures. O meu golpe é baixo! Usar este bebé refugiado para combater a maldade, a violência, a ignorância de quem escreve frases como estas e fica com um séquito de ratos enfeitiçados pela flauta dos movimentos de extrema direita que querem hipnotizar o povo para depois derrubar a democracia", começou por escrever na legenda da publicação.

E continuou: "E os cobardes que ainda dizem, a boca cheia, que o racismo não existe? Pois não, tudo pertence ao mundo onde eu de vez em quando mergulho, o da ficção!! O pior é que estes últimos tempos da minha vida foram dedicados a OUVIR pessoas, reais, que fugiram à guerra, à opressão, à violência, à fome e só querem trabalhar, estudar, viver em PAZ".

Catarina Furtado referiu ainda que a imagem pertence a uma reportagem realizada para o programa 'Príncipes do Nada', da RTP: "Palavra que esta gente que consegue escrever estás palavras de ÓDIO não conhece. Os refugiados e migrantes que entrevistei para o meu programa 'Príncipes do Nada' dão as respostas que precisamos para que possamos estar tod@s do mesmo lado da barricada! Quem está?"

COMENTÁRIO:

Não devemos destruir algo de que não gostamos. É conveniente ser tolerante, compreensivo e preparar um futuro melhor com respeito pelos outros que queiram colaborar na construção de uma sociedade mais justa e mais solidária e harmoniosa sem ódios nem violências.
Os grandes monumentos que são atracção de turistas foram construídos no passado e têm sido mantidos em bom estado pela dedicação de gerações posteriores. As raízes, as origens e os alicerces da civilização devem ser respeitados e devemos retirar dos nossos antepassados as melhores lições ara gerirmos o presente e prepararmos o futuro.
É certo que as boas inovações são necessárias, mas há que evitar destruir aquilo que foi feito de bom pelos nossos avós. A sociedade actual, sob a pressão de imaturos pouco esclarecidos, está a entrar em degradação e requer esforços de pessoas boas, inteligentes e solidárias para a boa formação e educação dos cidadãos de amanhã e cabe aos mais notáveis, com maior visibilidade, o melhor esforço nesse sentido. Nesse aspecto, a notável Catarina Furtado Furtado, entre outras pessoas, está a dar passos inteligentes e solidários para um melhor futuro de Portugal ao expressar a sua revolta contra «actos de vandalismo racistas». Os meus agradecimentos de cidadão respeitador e desejoso de um futuro risonho. Para as novas gerações. Já hoje manifestei esta minha ideia em duas mensagens no Facebook.
A Comunicação social e as páginas da Internet devem ser utilizadas nesta acção didáctica.

ESCUTISMO PRESERVA MEMÓRIA DO SEU FUNDADOR

Escutismo português solidário com preservação da memória do seu fundador
13/06/20 06:23 ‧ Por Lusa

A Federação Escutista de Portugal (FEP) está solidária com os escuteiros do Reino Unido pela "preservação da memória" do fundador do escutismo, cuja estátua vai ser removida temporariamente por ser um potencial alvo de manifestantes antirracismo naquele país.


© Getty

Em comunicado, a FEP, que é composta pelo Corpo Nacional de Escutas e Associação dos Escoteiros de Portugal (AEP), expressou a "solidariedade" com os "irmãos escutas" do Reino Unido na "preservação da memória" do fundador, Robert Baden-Powell.

A união dos municípios de Bournemouth, Christchurch and Poole, no Reino Unido, decidiu na quarta-feira à noite remover temporariamente a estátua do fundador do escutismo, Robert Baden-Powell, após ter sido identificada numa lista de potenciais alvos de manifestantes antirracismo.

Os protestos antirracistas no Reino Unido foram desencadeados pela morte de George Floyd, um afro-americano de 46 anos, em 25 de maio, em Minneapolis (Minnesota), depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de Floyd dizer que não conseguia respirar.

A FEP partilhou ainda o comunicado da Organização Mundial do Movimento Escutista (OMME) que garante estar a acompanhar "as notícias da possível remoção da estátua" de Robert Baden-Powell, de Poole Quay em Dorset.

A organização The Scout Association, membra do OMME no Reino Unido, está a "discutir o assunto com o conselho da cidade local", acrescenta ainda o comunicado.

"Como fundador do Movimento Escutista Mundial, Baden-Powell, nascido em 1857, inspirou a criação de um movimento que cresce há mais de 113 anos que capacita centenas de milhões de jovens em todo o mundo. Baden-Powell viveu numa era diferente e dentro de realidades diferentes. Hoje, o Movimento que ele fundou inclui mais de 54 milhões de escuteiros em 224 países e territórios, promovendo a tolerância e solidariedade em todo o mundo", destaca a nota.

A OMME salienta ainda que irá continuar "a trabalhar em estreita colaboração com a Associação Escutista do Reino Unido, reconhecendo o valor histórico e o simbolismo que os escuteiros de todo o mundo atribuem ao local de nascimento do Movimento Escutista".

O comunicado da FEP realça que em Portugal, as duas associações têm um efetivo de mais de 75 mil elementos, e que contribuem "para a formação integral da juventude e procurando fazer destas crianças e jovens adultos honrados, cooperativos e com valores para serem cidadãos que contribuem para uma sociedade melhor e mais interventiva"

Leia Também:
EUA: Estátuas de Cristóvão Colombo estão a ser vandalizadas e derrubadas
https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1506569/eua-estatuas-de-cristovao-colombo-estao-a-ser-vandalizadas-e-derrubadas

COMENTÁRIO:

Devemos honrar as nossas origens, as nossas raízes. O Mundo hoje não seria tão bom como é se não tivesse havido pessoas tão boas e generosas para a humanidade e a pensarem num futuro melhor para os seus vindouros. Imperfeições sempre houve mas a glória deve ser contemplada. E os valores dos heróis das nossas estátuas e outros monumentos foram considerados pelas gerações posteriores. Não devemos permitir que, agora, haja vândalos que as queiram destruir, talvez por inveja por não virem a merecer tais recompensas póstumas.