16/10/2009

A SEVERA

Ir à Lisboa e não ouvir o Fado, não visitou Lisboa...



Interessante o conselho que recebemos na recepção do nosso Hotel, sobre o Fado:

- "Aproximem-se do fado menos importante e, depois escolha o melhor restaurante de fado, se sentirem tocado por ele..."

Sábio conselho para orientação de turistas , foi muito sincero,achei!

Como estávamos destinados a ouvir esta canção nos apresentou sugestões de algumas Casas e completou: sou fã incondicional do fado, de alguns intérpretes, da guitarra portuguesa, que o fado sem guitarristas também não existe. Pode existir, mas já não é a mesma coisa, já não é uma canção livre. E o fado é uma canção livre, cada intérprete dá-lhe o seu estilo próprio, completou.

Achei lindo, sorri e saimos...

3 comentários:

A. João Soares disse...

Cara Amiga Celle,

Foram muito bem aconselhados. É uma casa muito antiga, castiça, o que é um bom cartão de apresentação para ouvir o fado em ambiente próprio.

Parabéns por isso.
Beijos
João

Luis disse...

Celle, minha boa Amiga,
Sabe uma coisa interessante? A Severa é um retiro de fados por onde me deleito muitas vezes pois os seus donos sãos grandes amigos da minha familia e onde desde tenra idade fui aprendendo a saber o que é o "fado"!
Engraçado que não tendo estado juntos acabamos por conviver com pessoas e locais onde nós podíamos ter estado juntos! Fica para uma próxima vez espero bem!
Um grande beijinho.

Fernanda disse...

Querida amiga Celle,

Essa sua vinda a Lisboa foi muito bem esquematizada, não faltou nada.
Sei que houve dedo do nosso amigo João na preparação do programa...Fico muito feliz que tudo tenha corrido bem e que tenha adorado.

Beijos