15/10/2009

Aprender a ler reforça ligações no interior do cérebro


A aprendizagem da leitura reforça as ligações entre as várias partes do cérebro, segundo um estudo realizado com guerrilheiros colombianos que aprenderam a ler na idade adulta. O trabalho, hoje publicado pela revista científica Nature, foi realizado por uma equipa dirigida por Manuel Carreiras, do Centro Basco do Cérebro e da Linguagem de San Sebastián, Espanha.

"Isolar as alterações induzidas no nosso cérebro pela aprendizagem da leitura era até agora impossível devido à presença de outros factores perturbantes", sendo que as crianças adquirem toda uma série de saberes e novas faculdades juntamente com a aprendizagem da leitura, afirmou Cathy Price, co-autora do estudo.

Os investigadores compararam as ecografias cerebrais de 20 guerrilheiros colombianos que aprenderam a ler com as de outros 22 que continuaram analfabetos. E constataram que a densidade da massa cinzenta no hemisfério esquerdo do cérebro era mais elevada nos que aprenderam a ler. Essas regiões do cérebro correspondem às previamente identificadas como as que servem para reconhecer as letras e traduzir as letras em sons.

"A leitura reforçou também as ligações de massa branca (responsável pela transmissão de informações) entre as várias regiões de tratamento" das informações, lê-se num comunicado da associação caritativa britânica Wellcome Trust, que patrocinou o estudo.

Segundo os autores, estes resultados são importantes para a compreensão da dislexia. O novo estudo sugere que algumas anomalias dos disléxicos, nos quais foram reveladas quantidades menores de matérias cinzenta e branca, poderão ser a consequência, e não a causa, da incapacidade de ler.

Publicado hoje no Diário de Notícias

3 comentários:

Maria Letra disse...

Pelo amor de Deus, Luís! Está a passar para os "Sempre Jovens" uma boa dose de informação!
Um abraço.
Maria Letra

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Muito bem. Informação muito útil...sobretudo para se entender os porquês da dislexia, que parece ser uma praga hoje em dia com as crianças.

Parabéns
Beijos

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Muito bem. Informação muito útil...sobretudo para se entender os porquês da dislexia, que parece ser uma praga hoje em dia com as crianças.

Parabéns
Beijos