25/07/2009

VÊ SE PODE!!!

Sujeira inaceitável

Demorou e foi débil o protesto do Governo Brasileiro contra o absurdo envio por empresas do Reino Unido de 99 contêineres carregados de lixo, a título de material de reciclagem. Sabe-se da dificuldade de se livrar de certos materiais descartados, como certos elementos tóxicos, hospitalares e outros. Produzido em larga escala nos países desenvolvidos, esse lixo é perigoso, e precisa de destinação que não resulte em ataque ao meio ambiente, ou em risco à saúde. Nem por isso é aceitável que esse ou quaisquer outros países optem pelo recurso fácil de despachar, a qualquer título esse material descartado com destino a portos de outros países.
É tão incivilizado quanto atirar lixo no quintal do vizinho!
Constitui uma desrespeitosa atitude com o Brasil transformado-o em um lote vago no qual se pode despejar, sem maiores preocupações, descartes despachados como resíduos recicláveis, mas que na verdade são material altamente tóxicos e nocivos como: pilhas, sacos de super mercados, seringas usadas, embalagens de preservativos e cartelas com medicamentos vencidos e ainda vidros com resíduos de remédio e alimentos, fraldas usadas e resto de travesseiros.
Um dos contêineres continha brinquedos quebrados com bilhetes sugerindo sua distribuição para “crianças pobres do Brasil, e, advertindo para a necessidade de que deveriam ser lavados.
Nosso governo não pode manter a velha tática de “tapinhas na costas’, na verdade o que se espera nesses casos de total desrespeito com o povo brasileiro é que o governo seja mais enérgico. Não tanto pelo conteúdo, apesar de sua desqualificada composição, mas principalmente pela atitude arrogante e reveladora de desprezo e total desconsideração com nosso país!

“ não queremos exportar nosso lixo nem importar o dos outros”palavras do presidente Lula ao comentar o envio desses contêineres, garantindo que o governo fará uma investigação séria para devolver tudo...

6 comentários:

A. João Soares disse...

Querida Celle,

A civilização chegou a um ponto trágico. A falta de respeito pelos outros, quer entre pessoas quer entre estados, pode vir a ser dramático. Hoje um colonialismo de outra feição pode vir a ser demasiado injusto e acarretar convulsões sociais mundiais.
Haja respeito. Procure-se encarar a Economia com verdade ao serviço da caridade, para poder haver justiça social em toda a humanidade.

Beijos
João

Fernanda disse...

Amiga Celle, querida maninha,

Que vergonha!!! Que sujeira!!!
Espero mesmo que o vosso presidente cumpra o que prometeu.

Beijo grande,

A. João Soares disse...

Querida Celle,

A imprensa portuguesa deu importância ao caso como pode ver por este artigo do Correio da manhã, um dos diários de maior tiragem, Guerra do lixo entre Brasília e Londres.

Beijos
João

Celle disse...

Meus queridos, João e Ná!

O assunto do dia ainda é, "O Lixo Deportado". A Embaixada Britânica, esclareceu que o Reino Unido é absolutamente contrário ao comércio "ilegal" de qualquer natureza...
E que as autoridades britânicas não hesitarão em agir, pois é um dos países líderes na proteção do meio ambiente e da saúde humana, e fará todo o possível para eliminar o comércio ilegal de lixo.
Fica só nisso???

mauricio deCarvalho disse...

a EMPRESA EXPORTADORA BASEADA EM SWINDON, ONDE VIVO, E' PROPRIEDADE DE CIDADAOS BRASILEIROS.
PARA QUE CONSTE....

Celle disse...

Mauricio de Carvalho,
obrigada pela informação!

O suspeito brasileiro de cidadania portuguesa, Júlio César Rando da Costa está sendo apontado como pivô das exportações britânicas. Sabe-se que foi dono da Worldwide Biorecyclabes, que faliu, tendo criado, em seguida, a empresa UK Múltiplas Recycling, em Swindon, onde reside e mantém seu negócio... Fez declarações à imprensa internacional, nas quais nega as acusações e atribui as responsabilidades dos carregamentos a fornecedores do país.
Sabemos ainda da prisão de três suspeitos, têm 49, 28 e 24 anos, e a agência ambiental inglesa diz que, "por motivos legais", o nome destas pessoas não pode ser divulgado. É preciso paciência!!!
Sendo ou não brasileiros se espera medidas enérgicas para que o fato não se repita!!!
Celle