23/07/2009

COMPARANDO.....

Os deputados ingleses, na Mãe dos Parlamentos:

1 . Não tem lugar certo onde sentar-se na Câmara dos Comuns;

2 . Não têm escritórios, não têm secretários nem automóveis,

3 . Não têm residência (pagam pela sua casa em Londres ou na província );

4 .Pagam todas as suas despesas, normalmente, como todo e qualquer outro trabalhador;

5 . Não têm passagem de avião gratuita, salvo quando ao serviço do próprio Parlamento;

6 . Tudo o resto tem de pagar de seu bolso;

7 . E o seu salário equipara-se ao de um Chefe de Secção de qualquer repartição;

8 . Em suma, são SERVIDORES DO POVO e não PARASITAS do mesmo.

Nota:
A propósito sabiam que, por cá, os funcionários que trabalham (???) na Assembleia da Republica têm um subsídio de 80% do seu vencimento? Porquê? Profissão de desgaste rápido (?!!) E porque é que os jornais não falam disto?


4 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Ainda pergunta??? Lembra-se do outro que ainda veio chorar-se para os meios de comunicação, dizendo que ganhavam pouco???

Sem mais...

Beijinhos

Maria Letra disse...

Até me revolta comentar, não o texto em si, Luís, mas sim o descaramento de certos parasitas que recebem ordenados chorudos, os quais são uma verdadeira afronta ao do pobre desgraçado que trabalha MUITO MAIS do que eles e que ainda tem de suportar, com uma resistência digna de condecoração, certos escândalos financeiros protagonizados por esses mesmos parasitas.
Um abraço.
Maria Letra

Unknown disse...

Caro Luís,
Ainda dúvida que é profissão de desgaste rápido? É sim de desgaste rápido e intelectual, é que há deles que nem devem dormir a arquitectar planos para melhorar o País!!!!!!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

A. João Soares disse...

Amigo Luís,

Este, como muitos outros, é um exemplo que devia ser bem analisado e depois naquilo que fosse desejável e adequado à nossa dimensão, aplicado cá.
Bonito de dizer, mas para cortar as regalias dos nossos novos-ricos, têm de ser eles a legislar nesse sentido. Mas eles não irão matar a «galinha dos ovos de ouro». Portanto, ou continuaremos com os vícios a aumentarem todos os anos até à destruição de Portugal ou o povo se levanta e os manda para os «Prazeres» a fim de criar um sistema mais à nossa medida.

Em breve teremos uma oportunidade de lhes manifestar o nosso ponto de vista, que ficará bem explícito se os que em 7 de Junho se abstiveram forem agora entregar o voto em branco, o que significa que não os queremos, a nenhum deles, porque têm vícios e manhas nocivos ao País.
Hoje coloquei uns pedacinhos de literatura que parecem interessantes!!!
Espero os teus comentários.

Um abraço.
João