08/09/2009

EDUCAÇÃO TRADICIONAL

Como o mundo ficou diferente!
Há alguns anos atrás, as famílias educavam seus filhos dentro dos mesmos princípios e normas de educação e cultura. O que era errado na minha casa, também, era errado para os amigos, colegas e vizinhos. Não havia dupla interpretação da mesma falta, e todos os pais puniam os filhos faltosos.
Meus pais muito cuidadosos, incansavelmente repetiam e nos cobravam:

PENSE ...
antes de fazer uma promessa e depois não a quebre, não importa o quanto lhe custe cumpri-la.
NUNCA ...
deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma pessoa ou a respeito dela.
TENHA ...
interesse nos outros - em suas ocupações, em seu bem-estar, seus lares e família. Seja sempre alegre com os que riem e lamente com os que choram. Aja de tal maneira que as pessoas com quem se encontrar sintam que você lhes dispensa atenção e lhes dá importância.
SEJA alegre...
Conserve-se sorrindo. Ria das histórias boas e aprenda a contá-las.
CONSERVE...
a mente aberta para todas as questões de discussão. Investigue, mas não argumente. É próprio das grandes mentalidades discordar e ainda conservar a amizade do seu oponente.
DEIXE ...
que suas virtudes falem por si mesmas e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Condene murmúrios. Faça uma regra de falar só coisas boas dos outros.
TENHA...
cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e críticas não valem a pena e frequentemente magoam quando menos se espera.
NÃO ...
faça questão das observações más a seu respeito. Viva de modo que ninguém as acredite.
NÃO...
seja excessivamente zeloso dos seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve-se calmo, esqueça-se de si mesmo e receberá a recompensa.

Como me empenho para passar aos meus netos tais princípios! Sempre com pressa ouvem só quando interessam, deixe pra depois vó, e cheios de afazeres, aulas disso e daquilo, esportes, colégios, passeios, viagens, excursões, jogos eletrônicos, etc, lá se vão sem nos escutar!

6 comentários:

Mara disse...

Amiga Celle,

Parabéns por um tema tão importante. Infelizmente hoje já não se educam os filhos da mesma forma.

Abraço
Mara

Fernanda disse...

Querida mana Celle,

Os tempos são outros!!! Os pais não têm tempo, os professores não têm pachorra, as crianças e adolescentes deixaram de prestar atencão ao que se lhes diz. Só o que se vê na TV e os amigos sabem é que conta, infelizmente é assim.

Beijos

Luis disse...

Queridas Amigas,
Concordo que os tempos são outros mas atenção que os princípios deviam ser os mesmos de então! O que se verifica é que se deixaram cair esses mesmos princípios para um facilitismo que em nada beneficia quer as Crianças quer os seus Pais... De uma maneira geral, mantendo-se os princípios enunciados, a vida de todos eles seria muito mais equilibrada e com melhores resultados quer nos estudos quer na sua integração na vida social e profissional. O problema é que a sociedade em geral se desligou da Ética permitndo que os Valores outrora seguidos fossem considerados obsoletos e negativos. Hoje em dia a manha, a chico espertice, a balda, a falta de respeito, etc., etc., imperam nos adultos e são o exemplo que dão aos seus filhos. A EDUCAÇÃO CAIU NA LAMA! Dificilmente os Pais que ainda se regem por Princípios e Valores como os aqui enunciados conseguem que os seus filhos compreendam que é por esse caminho que devem seguir para seu Bem e da Sociedade em que estão inseridos!
Acredito que todos nós os seguimos e procuramos que os nossos filhos o façam, apesar de todas as solicitações em contrário! Do que tenho apreciado nos diversos comentários e post's aqui apresentados é isso que se verifica e sente! Nós os Sempre Jovens ainda não esquecemos que a VIRTUDE é o melhor que nos pode e deve acompanhar ao longo da Vida!
Beijinhos muito amigos e sentidos.

Celle disse...

Amigo Luis!
Como me sinto feliz por estar participando de uma comunidade onde meus valores e meus princípios são os mesmos vivenciados pela maioria dos membros do grupo!
Há pouco tempo aqui,agradeço o carinho, o respeito com que me tratam e retribuo igualmente comungando mesmas ideias e pensamentos...
Obrigada!

A. João Soares disse...

Cara Celle,

Como a Ná diz há várias desculpas para a mudança. Mas não há justificações para a degradação de atitudes e de comportamentos de relação entre as pessoas. É preciso restaurar a ética e o respeito pelos outros. Deixar-lhes espaço para terem a liberdade igual à que desejamos para nós. «Amai os outros como a vós mesmos», um conceito de respeito que deve ser aplicado a todas as situações na vida em sociedade. Não faças aos outros o que não quiseres que te façam.

Abraços
João

Agulheta disse...

Ná. Realmente os valores se estão perdendo de dia para dia,os meus filhos foram educados a respeitar e nunca passar por cima de ninguém para atingir objectivos,os netos de igual modo,mas que os costumes estão brandos é verade.
Beijinho de amizade
Lisa