26/09/2009

Contra a fome

Este é mais um daqueles textos, da amiga Manuela do Blogue Sustentabilidade não é Palavra é Acção, a quem ninguém pode ficar indiferente.Trata-se de crianças que morrem à fome todos os dias.Se houvesse vontade política por parte dos países do Ocidente, este problema não teria pelo menos estas dimensões, mas é mais fácil fazer de conta e dizer que não é nada connosco.Enquanto uma parte do Mundo morre com todo o tipo de doenças que advêm dos excessos, obesidade é uma delas, a outra morre de fome.
Haja piedade.
Bem-haja todos os que fizerem algo, mesmo que não seja só o simples facto de pegarem no texto, copiá-lo e divulgá-lo via e-mail.
Desculpem insistir, mas precisam da vossa ajuda.
Morrem 10 crianças por minuto por falta de alimentos.
Mais de mil milhões ("1 billion") de pessoas estão a sofrer com a fome.
Nunca este número foi tão elevado.
Os donativos para ajudar atingiram o mínimo dos últimos 20 anos.



Façam um donativo a WFP.
E por favor, divulguem esta campanha.
Usem as ferramentas desta "grande rede", blogues, e-mails, facebook, twitter, hi5, e outras redes.
Vamos ser muitos a ajudar muitos. Vamos fazer a diferença!

8 comentários:

Manuela Araújo disse...

Amiga Fernanda

Obrigada por divulgar.

Espero que muitos ajudem muitos.

Pois não podemos esperar que os países se desenvolvam, que as economias floresçam, sem ajudar a que até lá, eles, as pessoas, as crianças, não morram de fome.

Eu sei que é injusto que povos morram de fome assim e haja governantes PODRES (sim podres por dentro) de ricos, sem quaisquer escrúpulos.

Mas não façamos disso uma desculpa para voltarmos as costas.

Bem haja

A. João Soares disse...

Este é mais um post que se junta a muitos outros que mostram as boas intenções da equipa que aqui colabora, para melhorar a vida do ser humano esteja onde estiver.
Haverá quem julgue que serão os governos a resolver este problema. Mas a realidade mostra que eles nem pensarão nisto, tão longe andam as suas preocupações à volta do seu poder pessoal.
Por outro lado, os políticos só agem sob pressão e é preciso pressioná-los sem limite. É preciso que as pessoas, todas, façam um esforço para que todos os seres humanos tenham uma vida digna.

Beijos
João

Fada do bosque disse...

Obrigada á Ná e ao Sempre Jovens, pela divulgação de tão nobre causa.
Com um sorriso aberto da Fada... :))

Beijos

Fernanda disse...

Amiga Manuela e Helena,

Não, não podemos baixar os braços e nada fazer.

É demasido triste que temas como este sejam ignorados.
Este é só mais um que me deixa literalmente doente, sobretudo pelo sentimento de impotência.

Vamos ver como reagem as pessoas, esperar que haja solidariedade efectiva. Se salvarmos alguém da morte por fome, principalmente as crianças, já é alguma coisa.

Beijos

Ana Martins disse...

Querida amiga,
vou sim ajudar dentro das minhas possibilidades, para começar e antes de comentar aqui fui acrescentar este apelo ao post que já estava agendado para hoje.

Beijinhos e bom fim de semana,
Ana Martins

A. João Soares disse...

Minhas amigas,

Ainda não apareceu comentário masculino, o que evidencia a propensão da mulher para assuntos humanitários.
Mas nos Governos dos Estados predominam os homens! Triste sina para a Humanidade! Outro sinal é a recente proposta em congresso do PS de legislar sobre a EUTANÁSIA apresentada por Almeida Santos. Somos levados a acreditar que a solução que está a tomar corpo para acabar com a fome nas próximas décadas será a eutanásia, que começará discretamente com boa intenção e que acabará pela exterminação de todos os que não produzam, que não criem riqueza para engordar uma elite dominante ou que tenham comportamentos indesejáveis por essa elite.
Já Hitler desejou aperfeiçoar a «raça pura», ma ainda não dispunha de uma desenvolvida engenharia genética. Hoje já é tecnicamente possível e os poderosos não deixarão de a utilizar, dado não terem ética nem escrúpulos.
Oxalá as futuras gerações venham dizer que essa ideia não passou de loucura de um lunático receoso!

Beijos
João

Luis disse...

Caríssima(o)s,
A SOLIDARIEDADE não é palavra vã e deve ser através deste sentimento que a ajuda preconizada terá exito, pois os governos actuais falam,falam mas nada fazem de concreto sobre este assunto! Irei ajudar e divulgar na Tulha!
Um beijinho.

Maria Letra disse...

O amigo João Soares tocou aqui, se bem que levemente porque se trata, apenas, dum comentário, uma questão de grande pertinência
que eu gostaria de, um dia, ver desenvolvido.
Independentemente do tema principal, essa maldita fome num Mundo cheio de preversidade, contra a qual é nossa obrigação lutarmos, há que dedicarmos
todos muita atenção às propostas em espera de aprovação, feitas por certos senhores, um grande número deles carregando interesses bem ocultos. Não é desconhecido dos mais cautos, a existência de senhores preversos propondo
soluções que trazem, bem escondidas, duma forma inteligentemente subtil,
as intenções mais corruptas e, portanto, cumpre-nos o dever de estarmos atentos, muito atentos mesmo!
Maria Letra