25/09/2009

Aproveitar as vocações

Método do tijolo para contratação de funcionários

O método consiste em:

1-Colocar todos os candidatos num armazém.
2-Disponibilizar 200 tijolos para cada um.
3-Não dê orientação alguma sobre o que fazer.
4-Tranque-os lá.

Após seis horas, volte e verifique o que fizeram.

Segue a análise dos resultados:

1 - Os que contaram os tijolos, contrate-os como contabilistas.

2 - Os que contaram e em seguida recontaram os tijolos, são auditores.

3 - Os que espalharam os tijolos são engenheiros.

4 - Os que tiverem arrumado os tijolos de maneira muito estranha, difícil de entender, coloque-os no Planeamento, Projectos e Implantação Controlo de Produção.

5 - Os que estiverem a arremessar tijolos uns contra outros, coloque-os em Operações.

6 - Os que estiverem a dormir, coloque-os na Segurança.

7 - Aqueles que picaram os tijolos em pedacinhos e estiverem a tentar montá-los novamente, devem ir directo para Tecnologia da Informação.

8 - Os que estiverem sentados sem fazer nada ou em conversa fiada, vão para Recursos Humanos.

9 - Os que disserem que fizeram de tudo para diminuir o stock mas a concorrência está desleal e será preciso pensar em maiores facilidades, são vendedores natos.

10 - Os que já tiverem saído, são administradores.

11 - Os que estiverem a olhar pela janela com o olhar perdido no infinito, são os responsáveis pelo Planeamento Estratégico.

12 - Os que estiverem a conversar entre si com as mãos no bolso demonstrando que nem sequer tocaram nos tijolos e jamais fariam isso, cumprimente- os com muito respeito e coloque-os na Direcção.

13 - Os que levantaram um muro e esconderam-se atrás, são do Departamento de Marketing.

14 - Os que afirmarem não estar a ver tijolo algum no armazém, são advogados, encaminhe-os ao Departamento Jurídico.

15 - Os que reclamarem que os tijolos "estão uma porcaria, sem identificação, sem padronização e com medidas erradas", coloque no Controlo de Qualidade.

16 - Os que começarem a chamar os demais de "companheiros ou camaradas" , elimine-os imediatamente antes que criem um sindicato.

Atenciosamente,
O Psicólogo Chefe

Desconheço o autor. Recebi por e-mail da amiga Clélia

4 comentários:

Luis disse...

Caro João,
O que eles estão mesmo a precisar é que lhes atirem os tijolos à cabeça para ver se ganham juízo...
Um abraço amigo.

Fernanda disse...

Caro amigo João,

Este texto conseguiria ser hilariante não fosse uma alusão clara a como são efectivamente contratados a maioria dos que ocupam os cargos importantes neste país.
Por isso estamos como estamos.
Vamos ver o que acontece amanhã...:(

Beijos

A. João Soares disse...

Caro Luís e cara Ná;
Este seria um teste como muitos outros.
A graça do post é a interpretação que os especialistas fazem de coisas que passam despercebidas a muita gente. Há pormenores que são chave de grandes descobertas.

Abraços
João

Maria Letra disse...

Amigo João Soares,
Acabei agora de escrever um longo e:mail mas ainda tenho os olhos suficientemente abertos, a esta hora da madrugada, para deixar aqui um comentário:

Na sua condição de operários, deveriam ter posto o método de Taylor a funcionar e começarem mas é a trabalhar ...

Uma boa semana.
Maria Letra
Nota: Que me perdoem não fazer hoje outro comentário. O texto que me apareceu no blogue, quando o abri depois de fazer um e:mail, foi este e, portanto, foi este que comentei. Peço desculpa.