22/08/2009

DIA DE ANIVERSÁRIO

Hoje, 22 de Agosto, o blog Sempre Jovens completa dois anos.
Não fora eu colaboradora deste blog (ainda que, ultimamente, pouco colaborante…) e diria “dois gloriosos anos”.
É, portanto, Dia de Festa!

Apesar de, ultimamente, eu ter “brilhado pela ausência”, esta data eu não podia deixar passar “em brancas nuvens”, e por isso decidi abrir uma excepção à minha abstinência dos últimos tempos.

Como gosto muito de histórias, a minha colaboração de hoje será precisamente uma linda história que, como todas as histórias, começa por: era uma vez…

Era uma vez… um pastor chamado João que vivia na encosta dos Montes Hermínios. Era um homem feliz.
Apascentava as suas ovelhas encaminhando-as cuidadosamente para os lugares mais férteis e aprazíveis.
Vivia na paz de Deus.

Uma noite, depois de acomodados os animais, e de ele próprio ter tratado das habituais tarefas, foi-se deitar, cansado mas satisfeito consigo mesmo.
Pouco depois estava já nos braços de Morfeu.
E teve um sonho luminoso: viu-se frente a um monitor, com um teclado à sua disposição, sobre o qual se moviam rapidamente os seus dedos, num verdadeiro frenesim.
Era tal a velocidade com que sobrevoava as teclas que o coração começou a bater apressado, e, com a aceleração, ele acordou.
Sentando-se rapidamente na cama, surgiu-lhe a ideia da sua vida: criar um blog.
E se bem o pensou, melhor o fez. Em breve não era um, nem dois, nem três, mas uma meia dúzia bem contada de blogs, que brilhavam no firmamento da blogosfera.
Sorriu, satisfeito. Todas aquelas luzinhas a brilhar faziam-lhe lembrar as estrelinhas lá dos “Montes”, naquelas noites serenas em que apenas se ouvia o som dos grilos e cigarras.

Um dia, perscrutando os céus blogosféricos, João reparou numa pequenina luz tremeluzindo lá ao longe, que ele supôs tratar-se duma estrelinha. Aproximando-a com o seu óculo de longo alcance, verificou tratar-se de um pequeno satélite. Reconheceu-o. Afinal, ele ajudara-o a nascer! Era nem mais nem menos do que a Casa da Mariquinhas.

Já que ele assistira ao parto, tinha todo o direito a entrar e sair, todas as vezes que lhe apetecesse, naquela humilde casa.
Tornou-se, pois, visita habitual, dando conselhos, opiniões, fazendo sugestões…que a dona da casa aceitava e seguia, agradecida.

A amizade que já existia anteriormente foi-se fortalecendo.
E um belo dia o João convidou a dona da casa, a Mariazita, para colaborar com ele no Sempre Jovens, o blog do Clube Virtual de Seniores, de que ambos são sócios, e que, até à data, vinha sendo “alimentado” quase exclusivamente por ele.
Ela, sentindo-se honrada com o convite, aceitou. Contudo, Informou logo o seu amigo de que a sua colaboração iria ser muito reduzida, dado que, como dona de casa que era, não dispunha de muito tempo livre.
Colaborou, portanto, com um post semanal durante uma agradável meia dúzia de meses.

Entretanto a Mariazita assumiu outros compromissos para os quais necessitaria de 48 horas em vez de 24, por dia.
Como até hoje ninguém conseguiu esticar assim tanto o tempo, e vendo que, entretanto, o João se rodeara de excelentes colaboradora(e)s, resolveu pedir uma licença ilimitada sem vencimento.
O João foi “forçado” a aceitar; mas, gentil como sempre foi, manifestou o seu descontentamento, fazendo-lhe notar que ela “iria fazer falta ao blog”.
Sei que o fez por uma questão de simpatia, de gentileza, mas fez muito bem ao meu ego, a suposta “tristeza” do João.
Fraquezas femininas…
Qual a mulher que não é sensível a uma gentileza masculina???

E assim termina a história que me propus contar-vos.

Resta-me apresentar os parabéns ao blog SEMPRE JOVENS e a toda(os) que lhe dão o melhor de si mesma(o)s, tornando-o um local de qualidade notável, que brilha intensamente no espaço da blogosfera.

Um abraço e beijos para toda(o)s – perdoem-me se destaco o “meu” amigo João, para quem deixo um beijinho muito especial.
Mariazita – 22.08.09

7 comentários:

A. João Soares disse...

Minha querida Mariazita,

É um prazer ter aqui um post seu, principalmente por ser neste dia festivo cujo brilho se deve em grande parte a si pelas inovações que veio introduzir durante os meses em que esteve aqui com a sua actuação regular, se a memória não me falha, entre 5 de Agosto de 2008 e 10 de Fevereiro do corrente ano.
Muito interessante esta sua forma de historiar, com um misto de ficção e de realidade. A minha pequena ajuda na criação de A Casa da Mariazita não foi nada de especial. Sei pouco de informática e de tudo, mas esse pouco está à disposição de quem precisa, para que o meu saber não vá comigo para a cova sem deixar sementes a germinar. O saber não deve ser considerado propriedade privada e deve ser transmitido, comunicado, com a maior divulgação. Uma pessoa séria, honesta, não guarda segredos de doces conventuais.
Obrigado pela mensagem que prometeu e cumpriu (não é política!), apesar de estar longe de casa. Desejo que esteja a passar uma férias recuperadoras das suas energias e que a saúde esteja no bom caminho.

Apareça por cá, sem obrigação de dia , quando puder. Dá-me muito prazer sentir a sua companhia.

Um abraço ao Eurico e beijos para si
João

Fernanda disse...

Amiga Mizita,

Só conheço parte da história, como é óbvio, mas gostei muito de saber como tem sido.
Parabéns pela bela história aqui narrada.

Boas férias e que recupere rápidamente.
Beijinhos

A. João Soares disse...

Querida Ná,

Uma pequena confusão, dada a semelhança dos dois diminutivos. Esta nossa amiga é Mariazita e foi um pilar deste nosso blogue durante cerca de seis meses e voltará em breve, assim o espero. A Ná é seguidora do seu blogue A Casa da Mariazita, pelo que houve uma pequena troca de letras!!!

Beijos
João

Vitor Chuva disse...

Olá Mariazita!

Que bom vê-la por cá, ainda que seja só por um dia, para nos trazer uma bonita história.

Tudo de bom para si, com um abraço dum Vilaverdense "imigrado"

Vitor Chuva

Fernanda disse...

Amigo João,
Ainda bem que salientou a diferença.
Conheço muito bem a querida Mariazita, somos boas amigas. Ela é uma pessoa fabulosa, não querendo aqui menosprezar ninguém, entendam bem o que digo.

Peço imensa desculpa a ambas, mas a proximidade dos diminutivos escolhidos por ambas, e porque não esperava a honrosa visita da nossa querida amiga Mariazita, levou-me à confusão.

Muito obrigada querida amiga Mariazita, primeiro por se ter juntado a este "team", pelo menos mais uma vez, nesta ocasião tão especial, e depois para celebrar um aniversário que é mais seu do que de muitos de nós aqui presentes.

Muitos beijos.
Espero saber de si brevemente.

Ana Martins disse...

Amiga Mariazita,
como já dei os parabéns ao Sempre Jovens, resta-me agora felicita-la pela linda história com que assinalou este 2ºaniversário do blogue.

Beijinhos,
Ana Martins

Mariazita disse...

Caro(a)s amigo(a)s João, Fernanda, Vítor e Ana:
Perdoem-me só agora vir responder aos vossos amáveis comentários.
Na data festiva e durante vários dias depois encontrava-me ausente do país.
Desde que regressei tenho tido tantos assuntos a tratar ( e continuo a ter…) que o tempo não chega para nada.
Espero que compreendam e não me crucifiquem :))).

Fernanda – não precisa pedir desculpa pela sua confusão. Enganos acontecem, não é mesmo???
Quando retomar as minhas actividades bloguísticas ( em finais de Outubro) visitarei a Casa do Rau. Não está esquecido…

Vítor – Tal como disse à Fernanda, quando voltar à normalidade na blogosfera, retomaremos as nossas “conversas”, amigo “vilaverdense”.

Ana – A ti digo o mesmo que disse anteriormente. Logo que volte a “Casa”, irei visitar-te e ler os teus sempre maravilhosos poemas.

Como os últimos serão os primeiros…deixei, propositadamente, para o fim, o nosso amigo João, o decano destas paragens.
A si, João, direi apenas: Missão cumprida! Tem razão, não sou mesmo política; cumpro sempre as minhas promessas. Às vezes não tão rápido como desejaria; mas… ninguém é perfeito, não é verdade???
Até sempre.

Felicidades a todos.

Um grande abraço e beijinhos a todos
Mariazita