14/08/2009

BELO, MUITO BELO...

Imagem da net


Belo, muito belo
É deixar que o vento
Nos beije o rosto,
Apreciar o momento
De cada Sol posto
E sentir na brisa da manhã
A certeza de uma espera sã!


Ana Martins
Escrito a 9 de Agosto de 2009

4 comentários:

Fernanda disse...

Querida Ana,

É realmente belo. Não é preciso mais nada para se ser feliz.

Beijinho

Vitor Chuva disse...

Olá Ana Martins!

Quando da vida se tem o essencial, fácil é encontrar prazer nas "pequenas" coisas, que de outra forma nos passariam despercebidas. Ao fim e ao cabo, a forma como os nossos olhos vêem é sempre ditada pelo nosso estado interior, mais do que por aquilo que é objecto do nosso olhar.

Lindo e cheio de esperança o seu poema!

Um abraço.

Vitor Chuva

A. João Soares disse...

Sem dúvida muito belo. A Natureza é pródiga em nos presentear com pormenores belos. Nós é que nem sempre estamos com o receptor sintonizado para o que é positivo e compensador de carências e dores.

Um abraço
João

Maria Letra disse...

Amiga Ana,
Tão pequenino mas com tanto conteúdo.
Parabéns.
Maria Letra