04/08/2009

"As chamadas regras de etiqueta". (história curtinha, com uma pitadada de ironia)

A dar as boas vindas ao grupo encontrava-se Monsieur Steffs, chefe de serviço, que , após breve visita às instalações, nos convidou para almoçar. Como prato de entrada foi-nos servido um delicioso grelhado misto de marisco, tendo-nos ele gentilmente convidado a tomar a iniciativa, o que fizemos. Conscientes da nossa condição de convidados, servimo-nos de porções moderadas, deixando ficar sobre a bandeja uma ainda apreciável quantidade de comida. De seguida, o nosso amável anfitrião, pegando na bandeja e inclinando a mesma sobre o seu prato, pegou no garfo, que utilizou como se fosse um rodo de croupier, e transferiu todo o conteúdo para o mesmo.
Vitor Chuva
04-08-2009

Vitor Chuva

8 comentários:

Maria Letra disse...

Amigo Victor Chuva,

Era um Monsieur assim um pouco alarvezinho ... Que indelicadeza!

Um abraço.
Maria Letra

Fernanda disse...

Amiga Mizita,

Duas pequenas coisas, não leve a mal!
Primeiro, o nosso amigo chama-se ViTor, e depois...como se faz isso de dois comentários iguais???

Amigo Vitor, esse não conhecia de todo as regras básicas da etiqueta.

Beijinho a ambos,
Fernanda Ferreira

A. João Soares disse...

Caros amigos,
Ora vejamos as coisas com olhares modernos. Digam lá, como agirão as crianças de agora a quem os professore não podem encinar regras, porque os psicólogos dizem que não convém restringir a acção delas para crescerem em pleno, de acordo com os seus genes.
Sem serem ensinadas nem corrigidas nem punidas pelos erros, o que se espera delas.
Esse anfitrião está à frente numa sociedade que quer modernizar-se nas liberdades, ou libertinagens.
Para onde caminhará esta sociedade?

Abraços
João

Mara disse...

Olá Vitor,

Que pena eu não ter estado presente nesse almoço.

O que o alarvezito comeu a mais ainda dava para mim.

Um beijo
Milai

Vitor Chuva disse...

Olá a Todos!

Não os tendo convidado para comigo partilharem aquele saboroso grelhado, agradeço-vos agora o terem vocês partilhado comigo as vossas opiniões!

Um abraço.
Vitor.

Maria Letra disse...

Olá ViTor Chuva,
Peço desculpa pelo erro ortográfico do seu nome. A Ná teve mais coragem do que o meu amigo e presenteou-me com uma justa correcção. Foi pena que só agora tivesse lido este comentário, já depois de ter, em outro(s) comentário(s), repetido o mesmo erro. Certamente que não terá levado a mal.
Quanto às repetiçao dos meus comentários, como já expliquei ao nosso amigo João Soares, estou com um problema no portátil. Se estiver mais do que uns 5 minutos na internet, o que estou a escrever passa a ser feito em off-line, sem que me aperceba. Não sabendo disso, clico no meu comentário. Ele não parte mas fica, muito provavelmente, pelo que dizem, em memória e, ao reiniciar e clicando de novo no comentario que guardei em wordpad, ele sai em duplicado, ou mesmo triplicado dependendo das vezes que sou forçada a reiniciar. Ufa!
Cibernauta sofre !....
Maria Letra

Maria Letra disse...

"Quanto às" .... corrijo "Quanto à".
Maria Letra

Vitor Chuva disse...

Olá Mizita!

Quanto à ligeira alteração no meu nome, nada de grave aconteceu, e também não havia necessidade de pedir desculpa. Mas, como já o fez, pronto, estão aceites!

Um abraço.

vitor Chuva