03/06/2009

Olha-me


Imagen da Net.
Olha-me

Abre-me o caminho
Até ao centro do teu coração.
Toca-me na mão
Até sentir a ondulação da tua pele.
Olha-me demoradamente
Até que no céu hajam estrelas.
Enconcha-me no teu colo
Até que o orvalho envolva a madrugada.
Cobre-me com os teus braços
Até o dia nascer.
Fica.
Fica até que o vento norte
Esfume os receios que povoam a noite
Por não te saber…meu.
Olha-me.
Fica,
Fica…

Poema de Maria José Areal, publicado no seu livro “Sabor a Sal e a Mel” em 2006
Fernanda Ferreira

6 comentários:

Ana Martins disse...

L I N D O !!!!!!!!

Grata por o partilhar connosco.

Beijinhos,
Ana Martins

Luis disse...

Lindo, lindo!!!!
Como diz a ANA foi uma boa partilha com os sempre jovens e por isso o meu muito Obrigado, grato também pelas suas sempre agradáveis atenções...
Bjos

Fernanda Ferreira disse...

Amigos,

Em nome da autora, grande amiga e belíssima poetisa, agradeço os comentários a minha escolha de hoje, que também acho Linda, tal como ambos...

Amigo Luís, por favor, somos amigos.

Beijinhos,

Mara disse...

MUITO MUITO LINDO.

AH, SE EU PUDESSE PÔR-LHE O MEU NOME E CHAMÁ-LO DE MEU!!!

MILAI

Fernanda Ferreira disse...

Querida Milai,

Tu fazes poesias tão belas ou mais belas ainda...

Beijinhos

José Manuel Costa Ferreira disse...

Mais uma obra prima da MªJosé.

Lindíssimo, duma sensibiladade extrema.
Belíssima escolha.

Beijo,
J.Ferreira