01/04/2010

Magistrados geniais

Segundo notícia do Público, as classificações atribuídas pelo Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aos procuradores da República, em 2009, registaram 28 notas de “muito bom”, sete de “bom com distinção” e seis de “bom”.

Segundo dados fornecidos pela Procuradoria-Geral da República (PGR), quanto aos procuradores-adjuntos (magistrados em início de carreira), há 26 com “muito bom”, 39 com “bom com distinção”, 19 com “bom”, cinco com “suficiente” e três com “medíocre”.

NOTA: Assim se compreende a razão da nossa Justiça funcionar com tanta eficácia e proporcionar tão baixa criminalidade e tanta segurança aos portugueses. Os magistrados são todos geniais.Acaso saberão um pouco de estatísticas e o que representa a «
curva de Gauss»?

Perante as notícias abaixo linkadas, é difícil compreender que o sistema de funcionamento da Justiça não tenha ainda sido simplificado para ser rápido, oportuno e eficaz. Não se aparenta fácil ser oportuno e eficaz, mantendo-se demasiado burocrático, demorado, minucioso, com pretensões exageradas de rigor.


Terá sido culpa dos políticos que não souberam legislar capazmente mas, certamente, também dos juízes porque não apresentaram propostas bem definidas para serem aprovadas.

Sobre o sistema da Justiça, sugere-se a leitura dos seguintes artigos:

Classificações atribuídas a magistrados registam 54 “muito bons” e 3 “medíocres”
Juiz atulhado em processos pede ajuda a advogados
In(Justiça)
PJ cria equipa para atacar lavagem de dinheiro

6 comentários:

Pérola disse...

Vim te deixar o meu beijo amada e lhe desejar uma feliz Páscoa com muito amor e muita paz.E pelo visto já as tens né rs.
Um beijo grannnnnnnnnnde.

Pedro Ferreira disse...

Meu caro amigo João Soares,

É o país que temos!!!
Forja-se tudo, ele nomeiam quem os protege, quem lhes providencie tudo, até falso diplomas de Engenharia.
Os corruptos estão no poder, e o povo incrédulo assiste.
Incrível.

Abraço,
Pedro

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Francamente, onde chegamos.

Coitadinhos dos procuradores-adjuntos que tivera notas de suficiente e 3 medíocres?????
Esses deviam ser mesmo muito burros...

É o que eu digo, se não se acorda este povo, vamos todos para o fundo do poço.

Beijinhos

A. João Soares disse...

Meus amigos,

Uma boa avaliação deve apresentar o valor relativo do «universo» em foco, e por isso numa faixa média deve estar o grosso dos avaliados e os restantes distribuem-se dos dois lados do gráfico em posição simétrica. Essa é a «curva de Gauss»

Mas vivemos numa sociedade tendencialmente corrupta, de amizades, de compadrio, de conivências e de cumplicidades, de forma a que não há clareza entre os «normais» ou médios e as franjas para os geniais e os menos aptos.

Cumprimentos
João
Os quatro textos linkados ajudam a compreender a situação confusa em que se vive.

Luis disse...

Caro João,
Este post faz-me lembrar que o que vivemos é um "FAZ DE CONTA PERMANENTE" embrulhado em "ALGODÃO CÕR DE ROSA"!!!!! Quando é que ACORDAMOS!!!!
Um abraço muito amigo.

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Será que acordaremos? A humanidade está a degradar-se a passos largos e rápidos, deixando-se arrastar pela veloz aceleração das tecnologias e pelo esquecimento de valores éticos. Mas todas as fantochadas e outras palhaçadas têm o momento de descer o pano. Neste caso, o fim pode ser demasiado trágico e com pouca energia restante para poder haver uma recuperação válida.

Temos que começar a travar a descida para o abismo e pensar na vida dos nossos netos.

Um abraço
João