19/04/2010

Melgaço - Vila histórica



Neste Domingo, fiz minha a minha visita subindo o rio Minho.

Ainda há pouco tempo estive lá, mas desta vez aquele, quase fim ou início de Portugal, tocou-me profundamente.
Aqui todos os lugares me dizem alguma coisa. Foi aqui que algumas das minhas primeiras memórias foram gravadas.

No Terreiro, onde há 50 anos moráramos, ainda existe a farmácia Durães, onde o meu pai trabalhou até ir para o Porto. A casa onde vivêramos deu lugar a uma loja de pronto a vestir do Sr. Manuel Esteves, o melhor amigo dos meus pais. O jardim onde eu adormecia com alguma regularidade, tem um espelho de água e o fontanário bem antigo ainda lá está. A casa do meu primeiro professor (Afonso), agora é uma agência da instituição actual, onde eu trabalhei.

O castelo, lugar de preferência das nossas brincadeiras de miúdos, está mais bonito do que nunca. As muralhas onde eu cheguei a cair nos assaltos ao Castelo, agora estão aproveitadas totalmente. Até um lago com peixes assinala exactamente o sítio onde eu rolei até cá abaixo.
A antiga prisão, que deu lugar à escola que frequentei na primeira e segunda classe, é agora o Solar do Alvarinho. Sem dúvida o aspecto é melhor agora, do que no passado.
Melgaço é uma sub-região do Alvarinho, alguns solares são uma referência.

Quando fotografava o tributo prestado ao Padre Justino, que foi o padre que dava a missa naqueles tempos de menino, vim agora a descobrir que o fez durante 70 anos, tendo falecido há poucos anos. Fui abordado por uma senhora que tinha emigrado para França, conversamos longos minutos sobre o passado de Melgaço, do Padre Justino de do progresso desta Vila, fomos unânimes Melgaço progrediu muito e bem, mantendo o passado muito bem preservado. Não pude evitar que algumas lágrimas assolassem.

O nosso carácter é formado essencialmente, por memórias passadas. Aqui hoje, recordei algumas com muita ternura, como se tivessem sido ontem.

Esta é uma daquelas Vilas que melhoraram e de que maneira com os anos, merecem uma visita atempada.
Fica o "caminho" para uma visita mais em pormenor a: Melgaço

Ficam algumas imagens.
Pode clicar numa foto e de seguida escolher ver "tela inteira". Verá o álbum no tamanho maior.

José Ferreira

7 comentários:

A. João Soares disse...

Caro José,

mais uma confirmação dos seus extraordinários dotes de fotógrafo interessado pelas belezas do Minho.
Melgaço fica no extremo do rectângulo sendo por isso pouco conhecido. Foi aí a primeira paragem de D. Filipa de Lencastre quando vinha casar com D. João I, sendo recebida pela embaixada real.
No Verão de 1966, coube-me ser o cicerone numa visita a Castro Laboreiro e, na ida, fizemos um desvio a Melgaço. Tive de estudar a região e a sua história, porque a forma como desempenhasse era apreciada pelos professores que acompanhavam no autocarro. Fiquei a gostar, mas não tive oportunidade de apreciar as belezas que o amigo José aqui nos mostra. Não deixe de convidar a autarquia a visitar o blog!!!
Muito obrigado

Um abraço
João
Do Miradouro

J.Ferreira disse...

Amigo João,

Prometo que irei até bem ao cimo.
Castro Laboreiro é o início de Portugal, Lamas de Mouro outro paraíso.
Cada pedra de Melgaço está carregada de história. O presidente Rui Solheiro tem sabido dar relevo e preservar tudo o que faz parte desta Vila.
Há progresso que em nada assombra o que em D.Afonso Henriques criou.
Em breve completarei este roteiro.
Um abraço do
JF

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma ótima semana pra vc.

beijooo.

Fernanda disse...

Olá!

Ainda bem que este teu texto não ficou só pelo teu Blog... para já pouco visitado.

As nossas vivências e experiências devem ser compartilhadas.
Temos quase que uma obrigação de divulgar o que há de melhor nestas belas paragens e locais maravilhosos,
ainda bem que o fizeste.

O que mais gostei, para além das imagens, foi da tua abertura, do falar de coração aberto...
esse é o homem que conheço e que nada teme em revelar-se.

Beijo grande.

Luis disse...

Caro Amigo José,
Mais um lindo passeio por terras minhotas. Belas imagens que nos apresenta uma cidade bem tratada sem atropelos à traça inicial. Isso é de salientar e louvar pois estamos muito mal habituados no que a isso diz respeito! Como diz que vai seguir o roteiro do Minho fico à espera com grande ansiedade, pois as expectivas são de molde a esse estado de espirito.
Não conhecia mas, de certo modo, passei a conhecer tão bela terra!
Obrigado por mais esta sua atenção que foi feita com todo o seu coração pelas recordações que mostrou ainda ter!
Um forte e amigo abraço.

Celle disse...

José, como é bom relembrar um passado repleto de boas lembranças da infância!
Lindas fotos de sua cidade permitem compreender sua emoção.
Beijos
Celle

J.Ferreira disse...

Os últimos, ficam em primeiro.

Ao amigo Luís e amiga Celle, agradeço os vossos comentários. Melgaço é mesmo asim, desta vez as fotos em nada favoreceram esta Vila. Está mais moderna (essa parte não abordei) e o passado está muito bem preservado.
É um pedaço de história bem viva.
Um abraço amigo do
JF