02/04/2010

Ponte de Lima - A terra mais antiga de Portugal

É mesmo uma "Tasca" com ementa regional.
Clicar na imagem.

Clicando numa imagem, poderá ver o álbum Picasa mais ampliado.

Quem não conhece Ponte de Lima, quando lá chega, pode pensar que está em festa.

Esta é a impressão com que eu fico sempre que lá vou. Seja semana ou fim-de-semana, está sempre em festa.

Outra impressão que fica é que o medieval reside ali. É verdade, com foral desde 1125 concedido por Dª. Teresa, é a Vila mais antiga de Portugal. Assim o quer a gente daquele concelho e ainda bem, pois é um regalo para a vista e para o espírito deambular naquelas históricas ruelas.

Os hiper ficaram à porta da Vila, lá dentro só o comércio tradicional impera.

Nas águas do Lima, no verão habitam os patos bravos, durante o ano a juventude usufrui de condições excepcionais para a prática da canoagem e tira o seu proveito.

O calmo Jardim do Arnado é passagem obrigatória, fica do outro lado da ponte.

Se gostam de confusão e ver as tradicionais romarias minhotas, a época ideal para visitar será 10 a 13 Setembro, são as célebres Feiras Novas.

Desta vez fui agradavelmente surpreendido por novas decorações nas margens do rio. Romanos, um batalhão de romanos e mais uma lenda que nunca ouvira falar. A Lenda do Rio Lethes.
O que os Romanos pensaram quando viram Ponte de Lima, é o pensamento que ainda hoje todos terão, quando avistarem aquela Vila. 

Carregada de história, esta é mais uma daquelas paragens obrigatórias para quem visita o Minho.

As tradicionais Tascas, onde ainda se bebe o verde pelas malgas, os petiscos à antiga, alguns bem malandros, a doçaria bem minhota, o sarrabulho é o prato de excelência desta Vila.

Ficam algumas fotos para espevitar.

Fotos de José Ferreira (respeite os direitos de autor).
J. Ferreira

9 comentários:

Carmo disse...

Para todos aqueles que escrevem nesta página desejo-vos uma Santa e Feliz Páscoa.

Beijinhos

Carmo

Pedro Ferreira disse...

Olá Pai!

Muito bem, estou a gostar da tua actividade. As tuas fotos são lindas, tens feito coisas belíssimas com ela.

Há novidades sim em Ponte de Lima, conheço bem essas belíssima vila e está mais bela ainda.
Este verão a ver se lá vamos novamente.

Parabéns!
Tenho muito orgulho em ti e na mãe.

Abraços,
Pedro

Fernanda disse...

Olá!

Olha, parece que foi combinado, primeiro esteve o filho agora venho eu...

As fotos estão uma maravilha e tenho pena de não ter ido contigo, afinal há mudanças lá por Ponte de Lima.

Vou saber essa lenda que desconheço e depois conto-a a todos...que tal???

Parabéns!

Beijo

Chica disse...

Que maravilha tudo isso! E não sei como não conhecia esse blog. Levei o link lá para o Coisinhas da Chica, onde te divertes das minhas artes nos cabelos,rsrsrs...beijos, Parabéns,chica

A. João Soares disse...

Caro Amigo José,

Uma bela e muito completa reportagem de uma terra bem bonita que soube tirar proveito do rio que a atravessa.

Infelizmente, não acontece o mesmo em Lisboa em que grande extensão da margem do Tejo é interdita ás pessoas com muralhas de contentores e outros obstáculos que impedem a aproximação e a vista do rio.

Já lá fui há vários anos e sem dúvida agora deve estar muito mais moderna. Espero que não estraguem a parte antiga.

A reportagem valoriza os aspectos mais significativos da Cidade. Parabéns.

Um abraço
João

Manuela Araújo disse...

Olá
Estive em Ponte de Lima, a mais antiga Vila de Portugal, há quase 3semanas, também lá vi os soldadinhos romanos virados para o rio Lima...
Gosto muito de Ponte de Lima. Bem lembrada.
Uma boa Páscoa para todos os colaboradores SEMPRE JOVENS

Sandra disse...

DESEJO A VC UMA LINDA E ABENÇOADA PÁSCOA. QUE A RENOVAÇÃO DO RENASCIMENTO POSSA TRAZER GRANDES ALEGRIAS EM SEU CORAÇÃO. TODOS OS MEUS BLOGS AGRADECEM A SUA VISITA E RETRIBUI COM MUITO CARINHO.
FELIZ PÁSCOA.
UM GRANDE ABRAÇO.
SANDRA

J.Ferreira disse...

Caras amigas/amigos e filho,

Ponte de Lima é realmente a Vila mais antiga de Portugal. Se pensarmos que D.Afonso Henriques teria 13 anos, na data do foral imaginem o que antigo vai por estas paisagens. A Vila tem sabido manter o traço de origem tradicional. O que de novo existe são estátuas que sublinham quadros da história, em nada ferem o meio onde estão colocadas.O moderno é fora daquele centro magnifico. A recusa de passagem a cidade por vontade dos autarcas, é que a tem mantido com este aspecto secular.(Ainda bem)
Para quem a conhece, nunca é demais voltar. Para quem não conhece, as fotos ficam a perder, ao vivo é ainda mais bonita.
Um abração do
JF

Luis disse...

Caro Amigo José,
Ponte de Lima é realmente uma terra lindíssima e foi bem aproveitada por si através das suas fotografias para evidenciar as suas belas paisagens e pormenores!
As Vossas postagens sobre as terras minhotas estão-me a fazer crescer água na boca e qualquer dia irei aí para revive-las.
Um abraço muito amigo.