18/04/2010

JUNTO AO MAR!...

Imagem da net


Junto ao mar,
Quando as ondas soberbas
Soltam gemidos de espuma
Altiva minha serenidade queda
Em todo o encanto daquela bruma...

Junto ao mar,
Sou um olhar febril e sério
Na maré quando cheia,
Como que a decifrar todo o mistério
Que o mar enrola na areia!


Ana Martins
Escrito a 13 de Abril de 2010
Photobucket

8 comentários:

Chica disse...

Maravilhosa poesia sobre esse lindo mar,que tanto adoro!beijos,chica

A. João Soares disse...

Querida Ana,

Uma bela poesia sobre um complexo fenómeno da Natureza que exerce nos espíritos um efeito misterioso, ora de sedação ora de exaltação conforme a dinâmica da água.
Os seus poemas, realçando aspectos em que muita gente mal repara incitam-nos a permanecer atentos aos pormenores naturais e da vida e desenvolver a sensibilidade e a argúcia e concretizar a expressão «viver é aprender.

Beijos
João

Maria Beatriz Ferreira disse...

Olá Ana!

Sou cunhada da Ná e já ouvi falar muito de si.

Parabéns pelas suas poesias.
"Ser poeta é ser mais alto"
Você é!

Lindo o seu poema, lindíssimo.

Beatriz Ferreira

Luis disse...

Querida Amiga Ana,
E eu que gosto tanto do mar... É lindo mas muito perigoso! Belo poema como sempre.
Um beijinho muito amigo e salgado.

J.Ferreira disse...

Olá Ana!

Muito belo o seu poema!
O mar dá-nos momentos de reflexão únicos.

Beijinho,
J.Ferreira

MARA disse...

Querida Ana,

Tão pequenino mas tão belo.

Beijinhos
Mara

Pelos caminhos da vida. disse...

Hoje à partir das 18hrs meu blog:

Pelos Caminhos da Vida,

estará participando da COPA BLOG, venho por meio dessa msg pedir um voto pra vc, a votação vai até o dia 21/04, o site para entrar e votar é esse aqui;

http://dado.pag.zip.net/

Caso vc não consiga acessar o site através dessa mensagem, no final do post meu tem o site e por lá entra direto.

Obrigada.

beijooo.

Fernanda disse...

Querida Ana amiga!

Julgo já ter comentado lá no teu Blog, mas vou confirmar.

Sabes como amo o mar. Este teu poema fez-se sentir bem perto dele.
Como sempre a tua extrema sensibilidade no auge.

Parabéns.