02/11/2009

O melhor para nós

- O melhor ornamento é a HUMILDADE.
- A maior riqueza é a SABEDORIA.
- A arma mais poderosa é a PACIÊNCIA.
- A maior segurança é a FÉ.
- O melhor tónico é o RISO.

Brahma Kumaris
Postado por Miki no blogue Gueisha, de onde foi transcrito por ser uma pequena jóia muito valiosas de óptima condensação de um volumoso manual para a vida.

5 comentários:

Maria Letra disse...

Uma 'rica' forma de começarmos o nosso dia.
Depois há os outros, que nos estragam o dia, para quem:

O melhor ornamento: O iate
A Melhor Riqueza: A vivenda em Vale do Lobo.
A Arma mais poderosa: O Complô com outros da mesma espécie.
A Maior Segurança: A Demora dos Tribunais.
O Melhor Tónico: Wisky.

Um grande abraço.
Maria Letra

A. João Soares disse...

Querida Mizita,

São as dualidades da vida: de um lado o ideal, a ética, a moral. Do outro lado a lama, o pântano, a podridão.

Perante isso, haverá que juntar aos cinco preceitos o de lutar contra o mal, denunciar os inimigos da sociedade, os exploradores do povo cada vez mais desprovido de meios.

Se isto continua asim, a vingança dos pobres vai ser, a prazo não muito dilatado, o espectáculo dos tubarões a dizimarem-se entre si porque nos pobres já não há que roubar e eles já nem podem pagar impostos.

No fim acabará por ficar um gordo ricaço que morrerá depressa por não não ter escravos que lhe preparem o repasto nem onde mamar, por já ter desaparecido todo o humano.
E assim se acaba a raça humana, muitos anos depois dos dinossauros!!!

Beijos
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Aqui estão algumas dos ensinamentos fundamentais para se viver em paz e harmonia. Todo o resto vem por acréscimo... naturalmente.

Obrigada por partilhar.
Beijinho

Luis disse...

Caro João,
Sadios e belos os conceitos por ti apresentados que tiveram como contra-ponto os apresentados pela Mizita.
Que pena haver essa dualidade...
Que bela seria a vida se ela não existisse e todos nós seguissemos Os Princípios da Moral e da Solidariedade! Viveríamos bem melhor, sem dúvida!!!
Um abraço amigo.

A. João Soares disse...

É realmente um post retirado da Geisha, com muito interesse e sempre actual. Faz meditar sobre os valores construtivos que devem sobressair e impor-se aos que norteiam a realidade nacional que no arrastam para o pântano.

Abraços
João