03/11/2009

Pensamento

As leis são como as teias de aranha.

Os pequenos insectos ficam presos. Os grandes, furam-na.

Autor desconhecido

5 comentários:

Luis disse...

Caro João,
Pensamento muito verdadeiro e feito com muita simplicidade!!!
É pena que não seja como as redes de pesca com malha "ilegal" para que lá ficassem desde os tubarões até aos jaquinsinhos!!!!
Um forte abraço.

Celle disse...

Olá, João!
Estou feliz com a vitória da Ná!
Essa menina prendada e versátil, tudo que pega vira ouro!
Parabens a ela e à você o criador e condutor do nosso Blog onde ela também brilha!
O pensamento publicado me fez lembrar da nossa "in" justiça onde aquele que rouba um litro de leite para saciar a fome do filho, quando apanhado, fica apodrecendo na cadeia e os que cometem crimes graves, os tubarõe de colarinho branco, sempre se safam impunes!
A imprensa denuncia diariamente, pequenos delitos punidos com cadeia,e os marajas do mensalão, impunes: todos são inocentes até provas em contrário...
é pra rir!
Com carinho, Celle

Ana Martins disse...

Caro amigo João,
que grmade verdade este pensamento aborda, eu penso que é tal e qual assim!

Beijinhos,
Ana Martins

Maria Letra disse...

Amigo João Soares,
Pois é mesmo assim e cada vez pior. Os simples, respeitam-na e os vigaristas, furam-na. Assistimos a este estado de coisas em cada minuto que passa.
Maria Letra

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Não há dúvidas!!!
Infelizmente este é o sistema que temos.
A raia miúda está na cadeia, por "crimes" menores, enquanto os tuborões estão cá fora. Dão a cara e falam como se fossem os mais puros, inocentes e santos seres do Mundo.

O mais triste é que parece que todos sabemos disto, mas eles ficaram lá todos... vai-se lá entender este povo!!!

Beijinhos