25/11/2009

As melhores notícias da semana!

Espectacular! Dois em um!
Bancária “Robin dos Bosques” com pena suspensa.
"A gerente da agência de um banco alemão, com 62 anos de idade e que vive perto da cidade de Bona foi condenada a 22 meses de prisão, com pena suspensa, por ter transferido indevidamente 6,7 milhões de euros de contas de clientes ricos para contas de clientes pobres.
Os movimentos foram efectuados entre Dezembro de 2003 e Dezembro de 2005, e a arguida, a que a imprensa alemã já chamou uma "Robin dos Bosques Moderna", voltou a colocar a maior parte do dinheiro nas contas a que pertenciam.
No entanto, o banco, que teve de se responsabilizar pelo sucedido, sofreu um prejuízo de 1,1 milhões de euros, porque muitos clientes com saldo negativo nas contas à ordem não conseguiram devolver por inteiro as "dádivas" recebidas.
O Tribunal considerou circunstância atenuante o facto de a gerente da agência não ter retirado qualquer benefício pessoal do seu acto ilícito.
A bancária alemã está entretanto reformada, mas só recebe o mínimo que a lei estipula, porque o resto da sua pensão é penhorada para indemnizar o banco."

Polícia «caça» Robin dos Bosques

"A polícia alemã anda em busca de um gang de Robin dos Bosques que anda a roubar comida de restaurantes de luxo e lojas gourmet para depois a distribuir pelos pobres, noticia o site Ananova.
O grupo de ladrões, que veste máscaras de super-heróis durante os assaltos, tem feito repetidas investidas nos restaurantes de Hamburgo nos últimos meses.
Depois de terem roubado bifes, champanhe e salmão fumado de uma loja gourmet, presentearam a empregada da caixa com um bouquet de flores.

E antes de saírem, ainda deixaram um bilhete: «Sem terem as capacidades dos super-heróis para os ajudar, é impossível as pessoas normais sobreviverem numa cidade de milionários».
Num assalto recente a um restaurante, enquanto os outros membros do grupo metiam a comida de luxo em sacos, outro exibia um cartaz onde se podia ler «Os anos gordos acabaram».

Em declarações na Internet, o gang de Robin dos Bosques diz que o que roubam é distribuído pelos mais pobres dos desempregados alemães."

ASSIM FOSSEM OS GOVERNOS! AJUDAR QUEM REALMENTE PRECISA E NÃO OS AMIGALHAÇOS CORRUPTOS QUE ENCHEM OS BOLSOS À DESCARADA ROUBANDO OS POBRES QUE SE FARTAM DE TRABALHAR E NÃO CONSEGUEM CHEGAR NEM COM UNS TROCOS AO FINAL DO MÊS PARA DAR DE COMER AOS FILHOS! BENDITOS ROBINS DOS BOSQUES!
Fernanda Ferreira

10 comentários:

Agulheta disse...

Querida Ná.
Eu a esta senhora lhe dava uma medalha de mérito e solidariedade. Tens toda a razão,quando a maioria dos colarinhos brancos roubam à descarada,e ninguém lhes toca,é uma vergonha,e sabes deixei de ter confiança em muitos.Por vezes nem toco nisto nos blogs,sei que muitos não gostam que se diga verdades,e a verdade incomoda alguns.
Beijinhos fica bem,junto com o teu querido.
Lisa

A. João Soares disse...

Querida Ná,

É preciso aparecer pessoas com coragem para fazer a justiça social que os governos se recusam a fazer. Devem começar pelos mais corruptos que enriqueceram depressa à custa do Estado e de pessoas indefesas.
Venham muitos Robins dos Bosques.

Beijos
João

Sara L. Miranda disse...

Que prazer ver alguem de talento que escreve por aqui em Viana!! Adorei o seu blogue. Voltarei com mais calma. Beijinhos

Fernanda disse...

Minha querida Lisa,

Eu a esta senhora erguia-lhe uma estátua. Eu não podia deixar de trazer este assunto aqui.
Como diz o amigo João mais a baixo, são precisas muitas e muitos Robins dos Bosques.

Confiança nos políticos??? nos poderosos deste país??? na justiça??? Já há muito que perdi a esperança.

Beijos e abraços, para ti e oara o João.
Ná e José

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Exactamente, como digo no final do texto.
Já que não se faz justiça, eles roubam descaradamente e quando apanhados nada lhes acontece, era começar exactamente por esses.

Venham muitos Robins dos Bosques!!

Beijinhos

Fernanda disse...

Amiga Sara,

Já fui ao seu Blogue, poetisa de mão cheia, adorei e voltarei.

Percebo que é do distrito de Viana, eu vivo em Cerveira embora seja do Porto.

Visite-nos sim, sempre, teremos muita honra em vê-la por cá.

Bjs.

J.Ferreira disse...

Olá!

E vivam os Robins dos Bosques!
Quando a corrupção atinge limites da ordem que nós bem conhecemos, penso que serão precisas "brigadas" de alguns milhares de Robins dos Bosques para repôr tudo o que nos tem sido roubado ao longo de tantos anos.

A História tem dado muitas lições. Esperemos que não tenhamos que chegar a soluções extremas, que o povo acorde antes que seja tarde demais.

Beijo
J.Ferreira

Luis disse...

Meus Bons Amigos,
Queira Deus que não tenhamos que chegar a soluções extremas. Mas para isso o povo tem de acordar desta modorra em que se encontra!Caso contrário será tarde demais!
Não há "Zés do Telhado" que cheguem para repor a normalidade no País tal os "enriquecimentos" que se têm verificado nos últimos tempos!
Saudações amigas.

A. João Soares disse...

Caros Amigos,

Há dias defendi que não devemos dizer «os portugueses devem.., mas sim, nós os portugueses devemos».

Não devemos cruzar os braços e esperar o milagre de um Zé do Telhado. É imperioso que cada um de nós faça tudo quanto puder para melhorar aquilo que necessita de melhoria.

Estou-me a dirigir-me a todos os leitores, em geral. Os que aqui escrevem já estão a fazer muito nesse sentido, com fé e esperança de que as suas palavras, o seu comportamento, irão contribuir para que a humanidade não se deixe arrastar para um holocausto mundial.

Cada um deve limpar a sua testada, melhorar o aspecto do seu bairro, quanto ao aspecto físico e quanto aos sentimentos das pessoas. Não podemos ficar à espera de que sejam os outros a fazer tudo e virem trazer-nos os seus bons resultados. Temos de dar um passo em frente, se formos os primeiros, outros nos seguirão e seremos muitos.

Neste momento é pena que a violência que por aí ocorre contra inocentes não seja focada nos piores elementos da sociedade, os corruptos, os que roubam milhões, os que exploram gente humilde e honesta, os que enriquecem ilicitamente em pouco tempo por qualquer meio. É preciso que alguém lhes dê uma boa lição para que todos a aprendam e se emendem antes que tenham a sorte das primeiras vítimas.
Sou um pacifista anti-violência, mas é preciso «correr com os vendilhões do templo» à vassourada ou à varada.

Abraços
João

Fernanda disse...

Queridos José, amigo Luís e João,

Sabem bem como concordo com todos.
São efectivamente necessários muitos Robins dos Bosques e Zés do Telhado, e principalmente como diz, e como sempre muito bem, o amigo João, que todos Nós façamos por mudar as coisas, começando por nós próprios, pela nossa freguesia, concelho, distrito, para que cheguemos a algum lado.

Esperemos não ter que chegar à violência, mas essa corja toda, devia ser obrigada a reembolsar tudo o que roubou e depois posta a andar daqui para fora. Metê-los na cadeia em celas com luxos de hotel é muito pouco.

Beijinhos a todos,