04/11/2009

Monsaraz - Alentejo

Inverno, manhã cedo.
A luz que banha
A paisagem é gélida e cinzenta;
A vaga pompa do cenária ostenta,
Ao largo, as serras húmidas de Espanha.

Hortas, vinhedos e a carcaça estranha
De Monsaraz, numa ascensão violenta;
A erva tenrinha os gados apascenta,
Que em tons de bronze a terra desentranha.

E eu olho essa paisagem dolorida,
Testemunha que foi da minha vida,
Povoada agora de visões errantes....

Eu olho-a e dentro da minha alma afago-a,
Que os seus olhos longínquos, rasos de água,
São hoje os mesmos que me olhavam dantes.
Antonio de Macedo Papança
(Conde de Monsaraz)

Um presente do meu querido amigo e colega Luís.

Fotografias : Agnès Levécot

Todas as fotos Na Casa do Rau
Fernanda Ferreira

9 comentários:

Luis disse...

Querida NÁ,
Obrigado pela sua disponibilidade e pela sua sensibilidade. Adivinhou que teria gostado de postar este texto e que não conseguira fazê-lo e por isso sem lhe ter pedido fez-me esta bela surpreza!
É um AMOR, é muito Querida, por isso tem a FAMILIA que tem. Merece-a pela PESSOA que é!!!!
Não tenho mais palavras para lhe agradecer.
Um grande beijinho deste seu amigo, também do coração.

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Adorei fazê-lo. Eu fiz-lhe uma surpresa, mas quem ganhou fui eu e os meus leitores, que eventualmente não conheçam ainda Monsaraz.
Por isso eu é que lhe estou muito grata.

Podia ter feito um pps, mas preferi assim e depois pesa menos no Blogue.

Beijinhos

Ana Martins disse...

Bonito presente Ná, e o post ficou belíssimo!

Beijinhos,
Ana Martins

A. João Soares disse...

Querida Ná,

Monsaraz merece ser conhecido e visitado, pela arquitectura e por outras riquezas históricas, que a Universidade de Évora, há poucas décadas tem vindo a restaurar. Desde o tribunal com a tela do bom e do mau juiz, à cisterna que em qualquer época do ano tem água natural e em que toda a água pluvial que cai na fortaleza é armazenada para abastecimento da população em caso de cerco.

Quem não conhece, não deixe de visitar e, depois veja os muitos castelos da região.

Tive o atrevimento de ir ao RAU e copiar as imagens para postar no Só imagens, com a simplicidade do costume.

Beijos
João

Fernanda disse...

Amiga Ana,

Muito obrigada. Se ficou lindo devo-o ao amigo Luís. Eu só trabalhei o pps que ele me mandou.

Beijinhos,

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Conheço bem, eu e o José fazemos sempre incursões pelo Alentejo quando vamos ao Algarve.

Em Évora estivemos tempos infinitos a conversar com um habitante local, quase passavamos lá o dia.

É para mim uma grande honra saber que o que publico passa para algum dos seus Blogues.
Beijos

A.Caeiro disse...

Bonito.
Podem ver mais Monsaraz aqui:
http://monsarazemfotos.blogspot.com/

Fernanda disse...

Amigo Caeiro,

Já estive no seu Blogue e deixei lá o meu comentário.

Que lindas fotos, que maravilha!!!
Outras perpectivas, uma publicação completa a outra.
Muito obrigada por ter visitado e comentado no Sempre Jovens.
Se tivesse ido ao meu Blogue, Na Casa do Rau, teria visto fotos iguais, mas adorei a sua casa e fiquei cliente.
Voltarei, espero vê-lo também mais vezes.
Abraço

Agnès disse...

Fiquei muito contente em ver que a minha visita a Monsaras deu tanto que falar e tanto prazer aos que viram as minhas fotos!
Um abraço para todos.

Agnès Levécot