20/12/2009

Espírito de Natal


Permita-me que eu veja se o espírito do Natal já está na sua casa!

Não, não quero ver a árvore iluminada na sala, nem quero saber quanto você já gastou em presentes.
Quero, sim, sentir no ambiente a mensagem viva do aniversariante deste Dezembro mágico: O perdão já eliminou aquelas desavenças que ocorrem no calor das nossas vidas?
Não quero ver a sua despensa cheia, quero saber se você conseguiu doar alguma coisa do que lhe sobra, para quem tem tão pouco, às vezes nada.
Não exiba os presentes que você já comprou, mesmo com sacrifício; quero ver aí dentro de você a preocupação com aqueles que esperam tão pouco, uma visita, um telefonema, uma carta, um e-mail...
Quero ver o espírito do Natal entre pais que descobrem tempo para os filhos, em amigos que se reencontram e podem parar para conversar, a gentileza de quem oferece o banco para o mais idoso, na paciência com os doentes, na mão que apoia o deficiente visual na travessia das ruas, no ombro amigo que se oferece para quem anda meio triste, perdido.

Quero ver o espírito de Natal invadindo as ruas, respeitando os animais, a natureza que implora por cuidados tão simples, como não jogar o papel no chão, nem o lixo nos rios.
Não quero ver o Natal nas vitrinas enfeitadas, no convite ao consumo, mas no enfeite que a bondade faz no rosto das pessoas generosas.

Por fim, mostre-me que o espírito do Natal entrou definitivamente na sua vida, através do abraço fraterno, do prazer de andar sem drogas e sem bebidas, do riso franco, do desejo sincero de ser feliz que não resiste ao desejo de fazer outras pessoas também felizes.

Deixe o Natal invadir a sua alma, entre os perfumes da cozinha que vai encher-se de comidas deliciosas, abrace-se à sua família e façam alguns minutos de silêncio, que será como um bálsamo para o coração e que será duradouro, eterno. O suave perfume de paz, amor, harmonia e a eterna esperança de que um dia, todos os dias, serão como os dias de Natal.
Feliz Natal para todos!

Foto:Um dos meus presentes que chegou hoje de manhã.

Fernanda Ferreira

14 comentários:

Pedro Ferreira disse...

Olá Mãe,

Já falei contigo, ainda bem que conseguiste eliminar os meus comentários.Que disparate!
Como sei o teu código, fiz asneira e abri em teu nome, só quando vi a tua cara é que percebi tudo.
Desculpa!

Agora começo por cima, pelo último, que me parece o melhor de todos.
Já o li e reli e cada vez gosto mais.

Esta parágrafo diz tudo,
"Por fim, mostre-me que o espírito do Natal entrou definitivamente na sua vida, através do abraço fraterno, do prazer de andar sem drogas e sem bebidas, do riso franco, do desejo sincero de ser feliz que não resiste ao desejo de fazer outras pessoas também felizes"

Parabéns!

FELIZ NATAL A TODOS!

Beijinhos muitos para ti e um abraço enorme ao pai.
Pedro

Luis disse...

Querida NÁ,
Este é o verdadeiro espírito de Natal que foi muito bem retratado por si.
Já sei que teve um lindo presente do Pedro, que irei ver na sua casa do Rau.
Um beijinho amigo.

Fernanda disse...

Amigo e querido Luís,

Obrigada! Sempre elogioso.
Pode e deve ir ao Rau sempre que queira, mas só para segunda ou terça feira é que publicarei a minha prenda do Pedro.
Não é um presente material, mas para mim é um tesouro.

Beijinhos

Maria Elvira Bento disse...

Amiga Ná

É um texto que relembra o verdadeiro espírito de Natal cada vez mais adulterado pela ânsia do consumismo que, muitas vezes, nada mais é do que preencher vazios. O Natal é poderoso na sua mensagem de esperança e de generosidade. É o tempo de partilhar, amar. É tempo de dar e de receber. É tempo de renascer.
Beijinhos

Fernanda disse...

Querida amiga MElvira,

Obrigada pela sua visita e comentário.
Assim é amiga. A mensagem repete-se por outras palavras.
Como diz, o Natal é tempo essencialmente de dar e de renascer.

Beijinhos

Irene Moreira disse...


Muito digno e valioso o que retratas neste texto e estou junto a ti somando forças para que o espírito de Natal combata a violência, aos necessitados, ao respeito aos idosos, o bom trato aos animais,e tudo mais que bem citastes.
Não sabes como me fará bem estar junto aos meus familiares, meu filho e poder abraçá-los e me calarei por muitos minutos para que se torne eterno esse momento.
Desejo um Feliz Natal cheio de paz, esperança , saúde e traquilidade para todos.

Beijos

EStou curiosa para saber que presente foi esse que chegou hoje.... Vou ficar de oho na Casa do Rau.

o mar e a brisa do prazer de aprender disse...

Esse Espírito Natalino ainda existe dentro de nós é uma chama acesa que o consumismo e o stress tentam nos tirar com a falsa ideia que as compras vaõ preencher o vazio que tem o ser humano - esse vazio só poderá ser preenchindo por Deus. Feliz Natal que o Menino Jesus continue preenchendo sua vida. Abraços criativos

direitinho disse...

Onte tinha escrito um comentário e entretanto a luz falhou e o comentário tambem.
Agradeço esta partilha e parece ser a melhor prenda de Natal.
Ser capaz de dar e estar disponivel para ajudar e tambem para ouvir.

Fernanda disse...

Olá Pedro!

Desculpa! Esqueci-me de ti :( Bem lá no topo!!!

Obrigada querido!
Nesta altura do ano a alma enche-se ainda mais para transbordar, em palavras, em gestos, em todas as manifestações de amor e carinho.

Beijos cheio de ternura para ti, não esquecendo as tuas meninas.
Mãe

Fernanda disse...

Amiga Irene,

Fico muito feliz por ti, vais estar com todos os teus familiares, vais abraçar todos eles nesse espírito de que ambas compartilhamos.

Serás muito feliz, eu eu por ti.
Beijinhos.

Nota: Parece que fiz mal em ter falado no meu presente (não é nada de extraordinário para nenhum de vocês, só para MIM e o PAI)

Fernanda disse...

Amiga Mariza,

Obrigada pela sua vinda até nós e ter deixado um valioso contributo no seu comentário.
É essa a verdade nua e crua, dita em poucas palavras.

Beijinhos

Fernanda disse...

Amigo Luís Coelho.

Obrigada por ter deixado o seu comentário apesar do contratempo.

É bom saber que todos nós estamos em plena sintonia no que respeita o verdadeiro conceito de Natal.

Um abraço,

A. João Soares disse...

Querida Amiga Ná

Cá estou, não tendo conseguido ver a sua dispensa, pude com toda a segurança de não me enganar verificar que tem a casa cheia de ESPÍRITO DE NATAL, penso que uma grande parte dele ainda vem do ano passado e não perdeu a validade!
Perguntará como tenho essa certeza. Mas se não houvesse outros indícios, bastaria este texto e o «perfume» que dele emana.
E, para mais certeza, recordo que esse é também o espírito do Sempre Jovens, com conselhos e sugestões para uma vida melhor, mais feliz.

Continue por esse belo caminho que a conduz a jardins floridos com muita luz que irradia bem-estar aos que consigo contactam.

Beijos
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

O minha dispensa está cheia de Natal a Natal e realmente ainda há alguma do ano passado... nunca perde a validade.
Há sempre muito para dar!!! dar sabe sempre tão bem, é doce!!!deixa-nos bem connosco próprios.

Obrigada meu bom amigo, o nosso espírito está imbuído desse sentimento e está a dar os seus frutos. Estamos cada vez mais rodeados de gente boa, com sentimentos puros e não há melhor recompensa possível.

Um beijo da sua amiga,