01/12/2009

Mais um sucesso português no estrangeiro

Transcrição de notícia que serve para aumentar a auto-estima dos portugueses:

Flautista madeirense evidencia-se no Royal Northern College of Music
Lusa. 29 de Novembro de 2009

Funchal, 29 Nov (Lusa) - A flautista madeirense Carla Sousa completou o seu mestrado no Royal Northern College of Music (RNCM) com a qualificação máxima e obteve um estágio na Orquestra BBC do País de Gales, anunciou hoje a Associação Cultural Encontros da Eira (ACEE).

Segundo uma nota daquela associação madeirense, a flautista portuguesa concluiu o mestrado em Performance de Flauta Transversal com 20 valores e três distinções, depois de em 2009 se ter licenciado na mesma instituição com 20 valores e distinção.

A mesma nota adianta que Carla Sousa recebeu distinções em todas as componentes do curso: Recital Final, Música de Câmara e Tese de Mestrado, esta última com o tema "Os Instrumentos Tradicionais da Ilha da Madeira - o seu papel na cultura Madeirense dos séculos XIX, XX e XXI".

NOTA: Parabéns á artista Carla de Sousa. Continue na senda do sucesso, da excelência. Felizmente, há vários casos de sucesso, de portugueses que se distinguem em situações internacionais prestigiantes. É pena que, para a política, salvo eventuais excepções, só vão aqueles que, para se licenciarem, não dispensam a muleta do partido (a Comunicação Social tem dado a conhecer alguns dos nomes, os mais mediáticos). Sou tentado a transcrever esta frase do blogue A Tulha do Atílio: «Crie-se um Governo de Salvação Nacional que consolide o País quer económica quer financeiramente para que possa ser viável socialmente.»

4 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Que bela notícia ainda pela manhã...
Parabéns à Carla Sousa, que o sucesso nunca a abandone.
Portugal tem vindo a revelar grandes talentos, que assim continue e que o País os saiba acarinhar, subsidiar e deixá-los crescer rumo ao futuro que tanto merecem.

O resto, amigo João, nem comento...

Beijinhos,

A. João Soares disse...

Cara Amiga Ná,

É realmente necessário que o País (todos os portugueses) os acarinhe e procure fazer alastrar este desejo de êxito, através de trabalho persistente, de estudo, de provas de competência.
Há bons exemplos que devem ser divulgados para serem seguidos.

Beijos
João

Luis disse...

Caríssimos Amigos,
Temos cabeças com massa cinzenta o que nos falta é dirigentes à altura destas!
Por outro lado criou-se o mito que o Estado deve dar tudo e dessa forma criou-se a "subsidio-dependência" e a "calanzisse" daí resultante. Há que acabar com este estado de coisas se queremos ser ALGUÉM!
beijinhos.

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Deve começar-se a educação ao colo materno e depois nos infantários seguidos das escolas, por forma a preparar as pessoas para a luta pela vida, com seriedade, trabalho esforço, dedicação para atingir níveis de excelência.
Ganharás o pão com o suor do teu rosto.

Abraço
http://joaobarbeita.blogspot.com/2009/12/o-ps-visto-por-dentro.html