31/01/2010

Manifestação da Familia


http://www.casamentomesmosexo.org/manif/

CASAL E CASAMENTO
Os nomes servem para delimitar e definir realidades diferentes. Como todos sabemos, para a maior parte das actividades humanas, como a respiração, a digestão ou a locomoção, o organismo que desempenha tal função ou acto é o indivíduo humano. No entanto, no que diz respeito ao acto reprodutivo, o organismo que desempenha esta função não é o indivíduo humano mas o casal humano (macho/fêmea). O casal humano é, consequentemente, uma unidade orgânica que se alcança precisamente no acto reprodutivo da espécie, mesmo nos casais infecundos.
Se existe aqui alguma discriminação, é culpa exclusiva da própria natureza que não dotou o indivíduo humano de capacidade reprodutiva auto-suficiente, como acontece com a respiração e a digestão
...

... Imagine o leitor que vai a uma loja ou a uma feira de animais comprar, por exemplo, um casal de cães ou de gatos. Chega a casa e verifica que lhe entregaram dois machos ou duas fêmeas. Diga-me agora com franqueza: acha-se ou não com o direito de reclamar? E agora imagine que, ao apresentar a sua reclamação, o vendedor lhe responde: «o senhor pediu para lhe vender um casal e eu vendi-lhe um casal de machos». Diga-me com franqueza: a não ser que estejamos num manicómio, acha que uma conversa deste tipo faz sentido?

Santana Maia Leonardo no Blogue “Contracorrente”

10 comentários:

Anónimo disse...

Mas para os socialistas, pelos vistos, faz. E nessa sua fúria destruidora contra a essência das sociedades ocidentais de raiz judaico-cristã até são coerentes. Depois de destruírem os pilares (Economia, Educação e Justiça), chegou agora a vez de rebentarem com os alicerces. Só não compreendo, francamente, a passividade comprometida da Igreja portuguesa perante esta fúria demolidora socialista contra a nossa mais antiga e estruturante instituição.
Ribeiro Soares

Anónimo disse...

SUFICIENTEMENTE ESCLARECEDOR SOB A ÓPTICA VISADA QUE É A NATURAL E NORMAL. TUDO QUANTO RECENTEMENTE FOI ADMITIDO, POR ABSURDO, CONDUZIRIA À EXTINÇÃO DA ESPÉCIE HUMANA. CABE ASSIM NA APOLOGIA E DEFESA DA .
QUANTO AO COMPORTAMENTO DA IGREJA, TENDO EM ATENÇÃO A PROBLEMÁTICA E A OPORTUNIDADE (APROVEITADA PELOS INTERESSADOS) ENTENDO QUE FOI A ATITUDE MAIS INTELIGENTE E PRUDENTE SOBRETUDO.
VC

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Mais um assunto que dá pano para mangas e muito polémico.

No meu entender, e não quero ferir susceptibilidades, para mim é um absurdo, um casal, em bom Português, é um macho e uma fêmea.
Já em Inglês "a couple" pode ser de semanas, de praticamente tudo.

O facto é que se generalizou achar tudo normal. Em nome de uma sexualidade dita activa e saudável. Aceitar os diferentes é também democrático. Fica bem aos governantes:)))

A Igreja está-se nas tintas, afinal o que fizeram com os padres pedófilos em todo o Mundo???

O pior de tudo é que já a baixa de natalidade é assustadora, que fará a partir de agora...
Por mim nunca deveria ter havido casamento entre pessoas do mesmo sexo, muito menos adopções.

Que me perdoem os Gays se estou totalmente errada, mas não me parece. Para mim é moda ser Gay, é ser-se diferente.
Lamentávelmente!

Beijinhos

A. João Soares disse...

Querida Ná,

Não sei se é moda ou não, mas eles não sabem se querem ser diferentes ou não. Com tanta originalidade e diferença escusavam de usar o termo casamento.
Compreendo que quando um dos pares morrer o outro, o que fica bicha solitária, queira ficar com uma pensão e com a casa alugada em nome do outro. Se há quem deixe esses benefícios ao cão de estimação, porque não entre os gays? Mas para isso não é preciso chamar a essa união de casamento.

Imagine-se como reagirá um homem bem constituído, viril, casado quando num guichet lhe perguntam o estado e ele diz «casado» e a menina lhe pergunta com um homem ou como uma mulher?

Beijos
João

direitinho disse...

Bom dia
A mim, pessoalmente, repugna-me que queiram chamar-lhe casamento.
A Igreja tem e sempre teve no seu seio homossexuais. Deveremos acrescentar que dentro desses grupos existem pessoas com muito valor. Amigos, trabalhadores, prestáveis, bondosos, etc...
Foram marcados por causas externas, ou por outras coisas, que os levaram a confiar e a acreditar mais num homem que numa mulher.
Aí começaram a relacionar-se como um casal. Outros apenas buscam um prazer que existe na cabeça deles e que se coordena mais com o mesmo sexo do que com o sexo oposto.
Deus no fim perdoar-lhes-a porque encalharam na saída errada.
Quantas meninas abusadas e agredidas e que mais tarde apenas confiam nas suas iguais...? Culpadas ou inocentes destruíram-lhes as raízes normais.
Penso que deveremos aceitá-los a todos e respeitá-los, mas que eles também nos respeitem e nos aceitem.
Chamar a estas uniões casamento NÃO. NUNCA. JAMAI

Ana Martins disse...

Caro Luís,
Não podia estar mais de acordo com o nosso já assíduo comentador e amigo direitinho.
Não marginalizo ninguém e acho que todos devemos ser tratados de igual forma, independentemente da raça, sexo, religião ou orientação sexual. Contudo não consigo aceitar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, aliás podiam chamar-lhe tudo menos casamento. Tratando-se de adopção penso que é ainda pior. Não quero com isto dizer que não têm sensibilidade e amor suficiente para criar uma criança, mas não me parece de todo normal o ambiente que a criança irá ter durante a sua formação e crescimento.

Beijinhos,
Ana Martins

Celle disse...

meu caro Luis
Assunto polêmico e controvertido... Na nossa cultura, inaceitável, embora respeitemos as escolhas individuais mas, dai chamar esta união de casamento com direito a adoção de filhos, não dá.A felicidade que dizem alcançar não propórcionará maiores benefícios à criança adotada que os malefícios que certamente virão!
Penso assim
Beijos

Luis disse...

Meus Amigos,
Trouxe este post por ser polémico e muito actual! Concordo que cada um pode ter as suas inclinações sexuais e ninguém deve ter nada com isso! Agora já havendo "uniões de facto" com os mesmos direitos que num casamento porquê esta palhaçada! Quem quer ser diferente que o seja, mas em tudo!
Aqui é que está o motivo da discórdia... Fiquem com a "união de facto" e pronto!!!
Saudações amigas e solidárias.

Anónimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ achat viagra
http://commanderviagragenerique.net/ achat viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra precio
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra acquistare

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis generique
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis commander
http://prezzocialisgenericoit.net/ vendita cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis generico