28/01/2010

Limpar Portugal é obrigação das autarquias

Embora não tenha condições físicas para trabalhar nesta meritória tarefa de LIMPAR PORTUGAL e no terreno apenas se quer quem possa trabalhar, tenho procurado dar o máximo apoio usando o teclado. Aprecio imenso a actividade da nossa amiga e do marido, em conjunto com a equipa de Vila Nova de Cerveira, que se tem constituído em exemplo a seguir por todo o País. O seu entusiasmo é revelador de um são e forte sentido de cidadania e de civismo.

No PÚBLICO de hoje vem a notícia Empresa que fez despejos junto à CREL trabalhava para a câmara da Amadora que se refere ao deslizamento de terras de uma lixeira ilegal que que provocou a interrupção do trânsito naquela via durante semanas.

Esta notícia veio dar força a um pensamento que se aninhou na minha cabeça desde há meses. A campanha meritória de LIMPAR PORTUGAL deve ser interpretada pelas autarquias como uma bofetada dada por mão de mestre. No caso da Amadora a Câmara tem culpas bem visíveis por não controlar a empresa que com ela trabalha. Isso, provavelmente, passa-se também com outras câmaras. Perante esta campanha nacional, os autarcas que fossem pessoas com sentido de honra e de responsabilidade, reconheceriam que cometeram erros por omissão, desleixo, incúria, deixando criar tais lixeiras e, agora, antecipariam tal limpeza por forma a que, no dia 20 de Março, não seria encontrada nenhuma. A bofetada perderia parte da sua violência. Mas não deixaria de ter o seu mérito de ter tido a iniciativa.

A responsabilidade de manter o país limpo é das autarquias. Devem evitar as lixeiras e, logo que apareça algum despejo ilegal, devem tomar medidas para multar ou aplicar coimas aos transgressores e obrigá-los a remover, ou ela própria fazer a remoção de imediato, pelos serviços municipais a expensas do infractor.

Sugiro a todos os entusiastas desta campanha que, depois do 20 de Março, contribuam para que o País seja mantido limpo, informado as autarquias e exigindo delas, com acções públicas (se necessário), a limpeza de qualquer sujidade que seja lesiva do ambiente. Não devem limpar mas exigir que a autarquia mostre ter compreendido esta lição cívica e cumpra o seu dever.

11 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Muito obrigada pela parte que nos toca (José e eu), não fazemos mais do que a nossa obrigação cívica.

No que respeita o conteúdo do todo o restante texto. só posso estar de acordo consigo.
Houve negligência, SIM, por parte das autarquias e freguesias, e muito fechar os olhos por parte dos fiscais.

Uma das lixeiras localizadas ontem em Cerveira, numa zona nobre da vila, embora junto ao rio, fica perto do Parque Temático e do Aquamuseu é disso prova evidente.

Nós Vamos Limpar Portugal, mas eu não voltarei a repetir a mesma acção, as Autarquias têm que ser mais actuantes e responsabilizadas se tudo voltar ao mesmo.

As informações que eu tenho vindo a recolher, indicam que no futuro todos, TODOS mesmo, estarão mais empenhadas em manter o país limpo.
Veremos.
Acredite em mim, o João já me conhece, eu não tenho nenhum problema em apontar o dedo, seja a quem for.

Aqui, entre Cerveira e Valença há um aterro sanitário.
Paralelamente descobriram-se mini aterros autorizados pelas Juntas de Freguesias, os quais estão agora a ser selados e a tentar eliminar antes do dia 20 para não ficarem mal na fotografia.
Não me digam que os fiscais não sabiam???!!!!

Obrigada por este maravilhoso e oportuno texto.
Mais um alerta!!!

Espero que não se deixem desmotivar para a Campanha do dia 20 de Março. Vamos dar uma bofetada de luva branca aos responsáveis deste país.
VAMOS LIMPAR PORTUGAL!

Beijinhos

A. João Soares disse...

Querida Amiga,

Desmotivar? Nunca! Todos os intervenientes devem sentir-se muito honrados pelo trabalho desenvolvido e a desenvolver.
Depois devem manter Portugal limpo, mas de outra forma obrigando as autarquias com os seus funcionários a evitar que o sujem e a limpar o que aparecer sujo. Hoje até dia 20 de Março, damos a lição e depois exigimos que as autarquias, ao serviço dos cidadãos,cumpram os seus deveres. Apontar o dedo, denunciar, obrigar, será a forma de actuar.

Beijos
João

Paulo Pimentel Torres disse...

Olá

Certamente não irei agradecer o contributo a ambos, pois deixo isso para os nossos filhos, agradeço a companhia por estarem aqui.
Eu vou limpar Portugal, O A João e outros já estão a fazer a sua parte.

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Este nosso amigo Paulo Pimentel é da Coordenação Nacional do Limpar Portugal.
Acabei de lhe mandar um e-mail e entre outros assuntos em PS. sugeri-lhe que viesse até cá ler o seu post.

Muito obrigada amigo Paulo pelo seu gesto e pelas suas palavras.

Estamos todos a trabalhar para o bem dos nossos filhos.

Abraço
Fernanda (Ná)

J.Ferreira disse...

Caro amigo João,

É fantástico verificar o seu empenho e dedicação à Causa Limpar Portugal.
Obrigado!
Isto é trabalho tão ou mais efectivo do quem, como nós anda no terreno.

A Fernanda já disse o resto, é verdade e eu também tenho que concordar consigo. Infelizmente é a verdade.

Abraço
José Ferreira

A. João Soares disse...

Caro Amigo José Ferreira,

Por uma justa causa, devemos ir até ao fim do mundo! É isso que o José, a Ná e os vossos companheiros de VNC estão a fazer. Parabéns pelo vosso esforço.
E isto é uma forma de fazer bem ao ambiente e aos vindouros e, por outro lado, mostrar aos políticos as suas debilidades e incompetências que levam apenas a ostentar poder e a nada esquecerem o que é realmente válido.
Oxalá, pelo menos as populações fiquem sensibilizadas e passem a exigir deles que limpem aquilo que aparecer sujo, e que tomem medidas para evitar poluições, sempre inconvenientes.

Um abraço
João

Jackeline Depp disse...

Olá queridos amigos, já coloquei lá no JDM a postagem sobre "Limpar Portugal" e venho aqui oferecer-vos um selinho!!!
Beijinho colorido!!!
Jackeline-Curitiba-Paraná
http://johnnydeppmadness.blogspot.com/

Luis disse...

Meus Bons Amigos,
Espero que as autoridades percebam bem esta acção e que no futuro tenham mais cuidados em manter Portugal Limpo depois da "casa arrumada"!!!
Força e determinação é o que não falta aí por essas bandas, felizmente!
Saudações amigas e solidárias.

A. João Soares disse...

Caro Luís,

A campanha vai decorrer de forma muito positiva. Depois disso, o povo tem de denunciar todas as acções contra o ambiente. Como os políticos só agem quando pressionados, é preciso que os cidadãos usem do seu dever de cidadania e de soberania e exijam que as autarquias e o Governo cumpram as suas obrigações.

Um abraço
João

Ana Martins disse...

Caro João,
É sem dúvida uma bofetada de luva branca. Aqui há tempos passou uma reportagem na televisão onde eram apontadas lixeiras, algumas delas em zonas povoadas prejudicando claramente a saúde dos seus moradores. Isto é um problema conhecido por todo o país e no entanto foi preciso ser o povo a tomar a iniciativa.

Quanto ao que a nossa querida colega Ná disse, já falei sobre isso com o meu marido, e ele diz que deseja muito estar enganado, mas que suspeita que depois de limpo, Portugal em muito pouco tempo volte ao mesmo.

Beijinhos,
Ana Martins

A. João Soares disse...

Querida Ana,

Gostava que esse receio de depois tudo voltar ao mesmo, fosse apenas pessimismo. Se acontecer, só há uma solução: as pessoas bem educadas emigrarem e os selvagens continuarem por cá até à sua extinção.
Provavelmente os políticos deixarão que isso aconteça, senão houver uma atitude cívica dos melhores portugueses que não aceitem tal situação e exijam, por todos os modos eficazes, que eles cumpram as suas obrigações perante a Nação.
Infelizmente os sindicatos exigem direitos em vez de convencer as pessoas a cumprir deveres. Neste caso as pessoas devem manter esta dinâmica da campanha Limpar Portugal para obrigar os autarcas a olhar atentamente para este problema.

Beijos
João