04/06/2010

Caminha- Dia de Corpo de Deus.


Caminha, mais uma vez.
As comemorações do "Corpo de Deus", transformam esta Vila, numa tela gigantesca.
A noite que antecede este dia, deve ser única.
São simplesmente espectaculares os tapetes feitos à base de flores.
O resto, deixo à imaginação de cada um.



José Ferreira

7 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Amigo José Ferreira

Parabéns e agradecimentos por esta obra prima.

Quantas horas de trabalho, que elevado valor artístico! aqui está no chão de Caminha, para ser destruído dentro de pouco tempo! Isto merece o registo fotográfico de bons fotógrafos, como é o caso do José, parta ficar guardado para sempre , para apreciação dos vindouros. Se assim não fosse seria um crime pisar tais obras, tais tapetes. O efémero destes trabalhos dá muito valor aos seus autores movidos por fé religiosa e grande amor às tradições.

Um abraço com muito apreço ao José por mais este bom trabalho
João
Do Miradouro

Luis disse...

Meu Caro Amigo José,
Já tive oportunidade de comentar no seu Blogue este post lindíssimo onde as cores e as flores têm um conjunto harmonioso bem captados pela sua arte, tornando Caminha ainda mais bonita do que ela é!
Um abraço amigo.

direitinho disse...

Olá bom dia
Maravilhoso esse tapete de flores.
Expressão de fé e de grande amor a Deus.
Aqui em Monte Real no Convento também fizeram um belo tapete à volta da Igreja. Tirei algumas fotos.
Sobressai a criatividade mas também esse aspecto maravilhoso de respeito e Fé em Jesus Eucarístico.

J.Ferreira disse...

Amigos João Soares, Luís e direitinho,

Concordo totalmente com o que dizem.
Para o ano espero poder trazer-vos imagens da procissão.O tapete é o caminho que será percorrido pelos crentes.Pelas características, creio ser muito marcante.
Um abraço do
JF

Ana Martins disse...

Caro José,
que maravilha, tenho tanta pena que estas tradições se percam e fiquem apenas nas memórias dos mais velhos. Em Paços de Ferreira, onde vivi muitos anos, no Dia do Corpo de Deus também se enfeitavam as ruas por onde a procissão passava. Faziam-se tapetes de flores como estes que ainda hoje recordo com muita saudade.

Os tempos passam, a vida muda e os interesses e gostos também, e deixam-se cair no esquecimento estas riquezas da nossa cultura... Sim porque isto também é arte!

Beijinhos,
Ana Martins

Fernanda disse...

Lindo mesmo!

Parabéns pelas fotos e pelo vídeo.
Valeu a pena teres-te levantado mais cedo e passar a manhã toda a fazer fotos.
Estão maravilhosas.

Beijo

J.Ferreira disse...

Amiga Ana,

Infelizmente é como diz.
Já em Caminha se começa a notar que há menos ruas enfeitadas e corte nos subsídios. É a "crises", no entanto as imagens falam e as pessoas sempre têm uma palavra a dizer.
Um abraço do
JF