26/02/2010

METEOROLOGIA

Um meteorologista da Força Aérea mandou o seguinte:

Serve o presente para vos alertar, e não alarmar, da situação que muito provavelmente irá afectará a Madeira a partir da próxima manhã de 6ª feira (26.02) e o continente durante a madrugada e dia de Sábado (27.02), por uma depressão em fase de cavamento, com ventos fortes e precipitações moderadas

Depois de passar a Madeira, irá ganhar força e intensificar-se em direcção ao Continente, com ventos sustentados, poderão atingir os 90/100km/h e com rajadas que poderão ultrapassar os 140km/h, em especial no Litoral e terras Altas.

Portanto, atenção não aconselha grandes viagens e tentar evitar de andar a circular na rua, sobretudo durante o Sábado. Este evento poderá ser classificado relativamente ao efeito destruidor, como furacão de Categoria. 1.

Amanhã irei actualizar a previsão com detalhe, mas para já serve de aviso porque poderá ser uma situação muito extrema em termos de ventos sustentados.

Este cenário preocupante, se se vier a concretizar (os modelos estão todos de acordo), poderá ser considerado a tempestade da década e/ou dos últimos 30/35 anos, pq os ventos serão muito fortes afectando a Madeira e todo o Continente de Norte a Sul, especialmente a faixa costeira ocidental.

Podem seguir mais informações neste link de um site de aficionados de meteorologia.

http://meteoiberia.com/forum/index.php?action=post;quote=55887;topic=2461.15

Onde se pode ler:

Caros Membros,
A situação sinóptica nos próximos dias, resolvemos enviar um boletim especial que poderá ser actualizado a qualquer momento, se assim as condições o justificarem.
Durante o próximo período, iremos assistir a uma continuação do Inverno, mas desta feita, com um agravamento mais generalizado e em termos de vento e precipitação, com a passagem de um fluxo extratropical que poderão provocar Ventos Ciclónicos.
Quanto à previsão do estado do tempo, na fase de Lua Cheia, , existem hipóteses de precipitações localmente intensas, Vento Muito Forte e outros fenómenos atmosféricos aliados, tais como os tornados.
De assinalar a formação de uma depressão cavada, que poderá afectar em 1º lugar a Madeira 26/27(pico de intensidade previsto entre as 19:00 do dia 26/02 e até ás 03:00 dia 27/02), com alguma precipitação com acumulação de 20mm em 24h e Ventos muito fortes(acima de 70km/h e com rajadas que podem atingir os 120km/h, em especial acima dos 500m.
Posteriormente, a situação irá agravar-se com o enchimento da baixa pressão à medida que se aproxima do Continente, e afectando inicialmente as regiões do Sul, com ventos ciclónicos

Enviado por e-mail pelo Amigo Brito

8 comentários:

Carmo disse...

Querida Fernanda, enfurecemos tantas vezes a Mãe-Natureza que a paciência dela, como de qualquer mãe tem limites e a forma dela manifestar o seu desagrado perante tantos atentados que cometemos contra o nosso planeta é por vezes devastadora.

Um beijinho para si, para Cerveira, Caminha, Vilar de Mouros e Âncora. Que saudades!!!!

Carmo

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Acabei de saber que Espanha está também sob ameaça.

Prevenir em vez de remediar e esperar que tudo corra pelo melhor.

Beijinhos

Fernanda disse...

Querida amiga Carmo,

Peço licença ao amigo Luís para lhe responder.

É verdade amiga, a natureza está a dar todos os sinais de saturação, do todo o mal que lhe fazemos.

Venha matar saudades, eu adoraria!

Beijinhos

Luis disse...

Querida NÁ,
Nem tinha que pedir licença, para si est+á sempre dada!!!
Pois é parece que a coisa vem para cá e em força!
Um beijinho grande e amigo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Que Deus afaste essa tempestade e que leve para um lugar onde não há habitação.

beijooo.

Pérola disse...

Boa noite minha linda.
Estou dando uma passada rapidinho pq estou resolvendo umas questões q ñ podem ficar para depois.
Eu volto amanhã com mais calma ok.
Beijokas.

Luis disse...

Minha Querida Amiga,
Está enganada pois eu sou o Luís e não linda, ainda que bom rapaz. Ahahahaha
Cá a espero e receba um beijinho amigo.

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Parece que o pior já passou por aqui, Alto Minho, pelo menos assim espero.

Como dizia há pouco ao amigo João, assustou, estivemos sem luz toda a tarde e houve pequeninos estragos.

Beijinhos