27/02/2010

Cascais. Casa das Histórias de Paula Rego

Segundo notícia do Público, a curadora e especialista em História da Arte Helena de Freitas é a nova directora da Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais que abriu em18 de Setembro de 2009.

Helena de Freitas assinou hoje um contrato de dois anos com a Fundação Paula Rego, após vários meses de negociações, e passará a ser a directora da Casa das Histórias a partir de 1 de Março.

Helena de Freitas, 51 anos, é licenciada em História, tem um mestrado em História da Arte, e trabalhava como curadora no Centro Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian desde o final dos anos 80.

O museu está instalado num edifício de raiz desenhado pelo arquitecto Souto de Moura, que representou um investimento, por parte da Câmara Municipal de Cascais de cerca de cinco milhões de euros, ao abrigo de um programa de apoio financeiro do Turismo de Portugal.

A Casa das Histórias possui um acervo com cerca de quatro centenas de obras de pintura, desenho e outras peças da pintora portuguesa de 74 anos, radicada em Londres.

6 comentários:

Pérola disse...

Amei a sua postagem.
Que museu maravilhoso,parece pirâmides!!!
Parabéns,muito gratificante suas informações.
Um lindo dia.
Beijokas.

Luis disse...

Caro joão,
Não conhecia este museu mas, de repente, parecem montes de salalé pelo feitio e cor das construções!
Quando fôr a Cascais irei visitá-lo para o conhecer em pormenor.
Um abraço amigo.

A. João Soares disse...

Cara Pérola,

Visto de fora o museu tem uma arquitectura fora do habitual, inovadora tal como é o estilo da pintora que lhe dá o nome e o conteúdo.
É muito visitado por gente jovem e por amantes da arte pictórica que se afasta da imagem fotográfica, isto é da arte que muita gente gosta de ver.
A parte interior não é afectada pela volumetria sugerida pelo exterior.

Um abraço
João

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Embora a construção fosse demorada só foi inaugurado em Setembro passado. Fica a ocidente do museu do Mar, paredes meias com este, quase em frente do hipódromo Manuel Possolo, na Avenida da República. Perto do Centro Cultural de Cascais, do Museu Castro Guimarães e, logicamente, da Cidadela. Trata-se de uma zona da Vila com grande concentração de atractivos culturais.

Um abraço
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Começo por agradecer o post que me deu a conhecer algo precioso que ainda não conheço.
Fico agora quase a conhecer, mas visitarei certamente.
As suas explicações nos comentários, ajudaram muito a dar a conhecer e a instigar à visita que se impõem.

Aproveito para lhe dizer que parece que o temporal já passou e que aqui em caca fez pouquíssimos estragos, quase nada, felizmente.
Mas que assustou!!!

Beijinhos

J.Ferreira disse...

Caro amigo João,

Tal como a Fernanda,lamentavelmente também não conheço.

Obrigada por nos ter mostrado esta beleza e contado um pouco da sua história.

Abraço,
José Ferreira