05/03/2010

Limpar Portugal já daqui a 2 semanas

De um texto publicado por no site respectivo no espaço de Vila Nova de Cerveira retirei a seguinte ideia e imagens.

1. Está em curso, quase completo, o trabalho de identificação rigorosa e exaustiva das lixeiras existentes no concelho, no que se têm distinguido, de forma incansável, José Ferreira e Egas.

2. Está a ser preparada a constituição das equipas de trabalho, com tarefas definidas para um bom aproveitamento dos recursos humanos e materiais disponíveis.


3. Algumas empresas têm fornecido material, ferramentas, luvas, sacos para o lixo.

4. Espera-se a colaboração dos bombeiros com material e pessoal .

5. Espera-se o maior apoio da Câmara para o carregamento e transporte dos lixos, principalmente os mais pesados e volumosos.

6. Estão a ser preparadas algumas parcerias com particulares interessados em colaborar com máquinas e espera-se concretizá-las e conjugar a sua utilização com os outros intervenientes para obter o melhor resultado da forma mais racional e económica em esforços.

7. Mantém-se a interacção entre os organizadores (voluntários), a autarquia e todos os prováveis intervenientes.

Este exemplo deve ser seguido em todo o País, e aquilo que houver melhor deve ser divulgado para ser aproveitado pelos outros; este espaço está disponível para isso.

As imagens mostram a necessidade desta intervenção.

6 comentários:

EDUARDO POISL disse...

Este exemplo deve ser seguido em todos os paises.

Abraços

rouxinol de Bernardim disse...

Não será um pouco de populismo?
Limpar sim, as mentes, as estruturas, os podres das instituições!

Essa é que era a limpeza mais importante!

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Muito obrigada!
Mais uma prova dada de que está mais atento do que os demais, que o seu trabalho incansável de divulgação e sensibilização é fundamental, como poderia/deveria ser por parte de todos os que sabem ser verdadeiramente interventivos em causas desta dimensão e deste grau de civismo.

Tenho previsto um post sobre o tema para segunda ou terça feira, quando tiver praticamente tudo estruturado.
Basicamente, quando só estivermos à espera do dia 20 para começar a limpar.
Vila Nova de Cerveira vai ficar um encanto, um brinquinho, e vais ser ainda mais a luz dos meus olhos, para a alegria de todos.

Muito importante: Decidimos já que será formada uma equipa, uma associação, que estará em constante vigilância e actuará junto da Câmara Municipal sempre que for detectada nova lixeira.
Essa mesma associação limpará as margens do Rinho Minho todos os anos, à imagem do que se tem vindo a fazer já há seis anos aqui em Campos, onde habito, mas agora de forma a que cubra todo o curso do rio que pertence ao nosso Concelho.

Beijinhos e muito, muitíssimo obrigada.

J.Ferreira disse...

Amigo João,

É reconfortante ter apoios como o seu.
Eu percorro estes montes desde há 10 anos, já tinha uma ideia do lixo que por lá era depositado. Agora que só estou direccionado para esta praga, fico sem palavras.
As fotos não refletem minimamente o que isto é. Lugares paradisíacos impestados de porcaria é quase irreal.
Em breve farei um post sobre o assunto.
Pela minha parte, agradeço tudo o que tem feito pela causa.
Um abraço amigo do
JFerreira

A. João Soares disse...

Caros amigos,

Agradeço a atenção que dedicaram a este post.

Ao amigo Rouxinol, digo que também penso ser preciso «Limpar sim, as mentes, as estruturas, os podres das instituições!», mas temos que começar por algum lado e o ambiente também é essencial, talvez mais importante na parte material da Natureza em que tudo se passa. Primeiro limpa-se o palco e depois preparam-se os adereços e os actores.

Aplica-se aqui o pensamento de Margaret Mead:

"Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas motivadas e comprometidas possa mudar o mundo. Na verdade é a única coisa que o faz." que encontrei agora no blog A Tulha do Atílio.
Cada um de nós devia estar inserido num pequeno grupo motivado e comprometido para proceder a tal limpeza.

Abraços
João

Ana Martins disse...

Caro João,
é exactamente isso, primeiro limpa-se o palco, de seguida pensa-se na decoração!

O Homem pensou que podia manipular a natureza, agora está a colher as consequencias dos seus actos.

Beijinhos,
Ana Martins