08/05/2010

Perturbação dos boys de Sócrates


Transcrição seguida de Nota:
Mais um processo contra um jornal
Diário de Notícias 8 de Maio de 2010

Foi só uma inocente graçola do 1.º de Abril, dia das mentiras. O AutoHoje desse dia resolveu anunciar que os preços dos combustíveis na Galp baixariam 0,22 cêntimos/litros para todos os felizes possuidores de cartão de militante no PS. "Boa notícia/PS dá descontos", assim rezava a chamada de primeira página (nem sequer era manchete!).

Acontece que na sede nacional do PS o estado de espírito é a atirar para o muito stressado. A crise, a falta de maioria absoluta, Manuel Alegre, Cavaco - enfim, só arrelias. O PS levou a sério a brincadeira do AutoHoje e decidiu processar o jornal. Mais um a "juntar" ao currículo de Sócrates


NOTA:
Esta notícia denuncia o estado patológico de perturbação dos «boys» que apoiam o PM, sem possuírem o mínimo de sensatez, maturidade, preparação teórica e prática e autodomínio para as funções. Já poucos motivos nos dão para ficarmos surpreendidos, desde a manifestação apoteótica na AR na recepção a Paulo Pedroso quando saiu da penitenciária por motivo da suspeição de estar envolvido no caso da pedofilia da Casa Pia até à efectuada com aplausos e atitudes laudatórias ao autor do «furto directo» de gravadores de jornalistas, como se tivesse cometido um elevado feito de heroicidade, nada realmente é de estranhar .

Mas, agora, esta notícia constitui um sério aviso de que se o governo se mantiver, devemos ter cuidado porque no próximo 1º de Abril poderão ser proibidas as tradicionais mentiras que não prejudicam ninguém.

Ao que nós chegámos!!! Os boys já não se contentam com uns descarados «furtos directos» de pequenas coisas que se podem meter no bolso das calças!!! Processam por uma mentira própria da tradição do 1º de Abril, dia das mentiras. Evidenciam muito nervosismo, perturbação e insegurança, que deviam ter serenado nos dias seguintes, antes de exporem publicamente a sua instabilidade psíquica. A poeta e ex-deputada Natália Correia diria que anda por ali muita histeria de mulher mal amada, mas talvez não se deva exagerar por aquilo ser excesso de stress por fadiga com coisas menores de política interpartidária à margem dos interesses nacionais.

5 comentários:

Luis disse...

Caro João,
A imagem dada dos "bois" está muito certa pois eles são mesmo "mal amados"...
Não têm espírito de humor nem tão pouco sabem rir de uma graça!!!
Estas qualidades vêm do berço, coisa que "eles" não tiveram, coitados... pois são uns pobres de espírito!!!
Um abraço amigo e um bom fds.

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Quando a Natália Correia se referia a essa imagem tinha em mente o nervosismo das mulheres carentes de sexo.

Mas há razões para a perturbação, o nervosismo, dos «boys». A crise traz situações para as quais não estão preparados. Eles estão ali não por competência mas simplesmente por simpatia política, e falta-lhes preparação para preparar e tomar decisões ou aconselhar os chefes. A preocupação é não desagradar a estes, aplaudindo-os nos seus palpites e desejos. Quando os chefes precisam de um conselho mais substancial, compra-o a um gabinete de advogados amigos, não para ajudar na decisão mas para dar argumentos em apoio da decisão já tomada por palpite, como aconteceu no caso do Aeroporto na Ota, em que estavam gastos milhares de euros na defesa de soluções que veio a provar-se serem erros crassos, de palmatória. E para isso contribuía o facto de se tratar de gabinetes de amigos que estavam dispostos a ajudar o amigo! Há um espírito de bando de coniventes e cúmplices em que há que manter a protecção para que as comadres não se zanguem para não se saberem as verdades das negociatas.

Este espírito aqui esboçado leva a situações caricatas em que se criminaliza uma graçola do dia das mentiras. Será que no próximo ano sairá lei a proibir as mentiras no 1º de Abril? Então, ficará o Governo, os políticos, com o monopólio das mentiras nesse e em todos os dias do ano!!!

Ridículo e caricato, o que se passa neste circo de vaidades, arrogâncias e incapacidades, demasiado visíveis, como se viu na entrevista em que um «célebre» deputado, com um gesto bem treinado e medido, subtraiu dois gravadores de trabalho dos jornalistas, o que denominou arrogantemente de «acção directa».

Que mais nos irá acontecer???

Um abraço
João
Do Miradouro

direitinho disse...

Bom dia João
Estás sempre alerta e seguindo todas as situações. Foi a mentira mais engraçada que vi este ano.
Recebi-a no meu correio dezenas de vezes. Eu só dizia:
-nem que me dessem a gasolina de graça eu algum dia me dobraria a esses arrogantes e mal formados destruidores do nosso povo e do nosso país, da cultura que lhes deu um poleiro que não merecem.......e que vão perder para sempre....

A. João Soares disse...

Caro Direitinho,

Quanto ao tema nada mais acrescento àquilo que ficou no comentário anterior.
Quanto a estar atento ao que se passa, é uma preocupação de cidadania, e um exercício cerebral para atrasar o envelhecimento que a todos espera! Ao mesmo tempo procuro exercer o dever cívico de estimular as pessoas a pensarem nos problemas importantes do País em vez de se deixarem conduzir como se fossem dóceis ovelhas de um rebanho obediente ao pastor.
Um dos maiores males do País é a apatia das pessoas, a indiferença ao seu próprio futuro e dos seus filhos, esperando que as melhorias que no fundo desejam apareçam por milagre.

Um abraço
João
Do Miradouro

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Isto tudo, se não fosse a mais pura das verdades, seria no mínimo hilariante!!!!

Os que nos mentem todos os dias com todos os dentes e caras de anjo, vão processar um jornal que publicou uma mentira no Dia Das Mentiras!!!!!!!!

Estamos muito mal mesmo.
Mas será que ninguém mais vê isto??

Beijinhos