09/05/2010

Conhecer Montedor e S. João D'Arga









Depois de uma breve passagem por Montedor, onde o célebre farol domina a costa, podemos apreciar dois belos moínhos de vento magnificamente preservados e a funcionar.
Seguindo viagem para a serra, lembrei-me de passar pela Arga de S.João.
Bucólico, creio ser o adjectivo próprio para esta zona. Na encosta virada ao litoral as cores alteram-se, além dos verdes e amarelos das maias, dos tojos e carquejas entra o lilás das urzes.Uma verdadeira manta de flores silvestres. O Mosteiro de S. João Arga, aparece no meio do nada. Deixo à vossa imaginação recriar a vida de quem por aqui passou. As pequenas celas só têm um contacto com o exterior, a porta.
Já no regresso, foram os garranos que vieram despedir-se daquele idílico local de meditação.


José Ferreira

4 comentários:

Luis disse...

Meu Bom Amigo José,
Esta sua coletanea de imagens do Minho está ficar riquíssima. É um prazer passear por elas e ler as suas notas!
Parabéns por este seu belo trabalho.
Um abraço amigo e um resto de bom fds.

A. João Soares disse...

Amigo José,

Mais uma bela reportagem com óptimas fotografias feitas por pessoa que gosta das coisas simples e não se prende apenas com o que é vistoso e luxuoso em termos actuais. Realmente, na simplicidade e na Natureza é que reside a mais verdadeira beleza. Parabéns e obrigado por nos oferecer esta oportunidade de prazer bucólico como muito bem diz.

Um abraço
João
Só imagens

Fernanda disse...

Conseguiste juntar o útil ao agradável e fazer trabalhos de divulgação perfeita do nosso Minho amado.

Para quem cá vive é sempre rever e um orgulho mostrar o que de mais belo neste pedacinho do país.
Para quem não conhece, esperamos que desperte a vontade de virem ver in loco.

Não se esqueçam de que para além das belezas naturais há uma gastronomia riquíssima e vinhos afamados mundialmente.

Parabéns pelo teu trabalho.
Beijo

J.Ferreira disse...

Caros amigos,

Como podem ver, é difícil ficar em casa. As paisagens são encantadoras, independentemente do lugar. Estou desejoso das noites quentes, aí espero conseguir mostrar-lhes o outro encanto das noites, nos mesmos locais.
Um abraço amigo do
JF