23/08/2010

A atitude é tudo

Na vida temos que ter atitude.
O João era o tipo de homem que qualquer pessoa gostaria de conhecer.
Estava sempre de bom humor e tinha sempre qualquer coisa de positivo para dizer.
Se alguém lhe perguntasse como estava, a resposta seria logo:
- Cada dia melhor ... !!!
Era um gerente especial, os empregados seguiam-no de restaurante em restaurante, só por causa da sua atitude. Era um motivador nato: se um colaborador tinha um mau dia, o João dizia-lhe sempre para ver o lado positivo da situação.
Fiquei tão curioso com o seu estilo de vida. que um dia perguntei-lhe:
- João, como podes ser uma pessoa tão positiva em cada minuto? Como é que consegues isso?
Respondeu-me:
- Cada manhã, ao acordar, digo para mim mesmo: "João, hoje tens duas escolhas, podes ficar de bom humor ou de mau humor, e escolho ficar de bom humor. Cada vez que algo de mau acontece, posso escolher em fazer-me de vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido: escolho aprender algo. Sempre que alguém reclama, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida”.
- Certo, mas não é fácil - argumentei.
- É fácil, disse-me o João. A vida é feita de escolhas. Quando examinas as coisas a fundo, há sempre uma escolha. E cabe-te escolher como reagir às situações: escolhes como as pessoas afectarão o teu humor. É tua a escolha de como viver a tua vida.
Nunca mais me esqueci do que o João me disse, e lembrava-me sempre dele quando fazia uma escolha.
Anos mais tarde soube que o João cometera um erro, ao deixar, pela manhã, a porta de serviço aberta, foi surpreendido por assaltantes.
Dominado, enquanto tentava abrir o cofre, a mão, tremendo com o nervosismo, desfez a combinação do segredo. Os ladrões entraram em pânico, dispararam e atingiram-no.
Por sorte, foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital.
Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, teve alta, ainda com fragmentos de balas alojadas no corpo.
Encontrei-o mais ou menos por acaso passado algum tempo, e quando lhe perguntei como estava, logo me respondeu com o seu habitual ar bem disposto:
- Óptimo, se melhorar estraga!
Contou-me o que tinha acontecido, e perguntou se queria ver as suas cicatrizes.
Recusei-me a ver os seus ferimentos, mas perguntei-lhe o que lhe tinha passado pela cabeça na ocasião do assalto.
- A primeira coisa que pensei foi que devia ter trancado a porta das traseiras, respondeu:
- Então, deitado no chão, ensanguentado, lembrei-me que tinha duas escolhas: poderia viver ou morrer. Escolhi viver!!
- Não tiveste medo?, perguntei.
- Olha, os paramédicos foram óptimos, diziam-me que tudo ia dar certo e que eu ia ficar bom. Mas quando cheguei à sala da urgência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado: nas expressões deles eu lia claramente: Esse aí já era...
- Decidi que tinha de fazer algo.
- E o que fizeste?? - perguntei.
- Bem, havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas. Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa. Eu respondi que sim. Todos pararam para ouvir a minha resposta. Tomei fôlego e gritei: "Sou alérgico a balas!!" Entre a risota geral, disse-lhes: "Eu escolho viver, operem-me como um ser vivo, não como um morto!!"
O João sobreviveu graças à persistência dos médicos, mas, também graças à sua atitude.
Aprendi que todos os dias temos a opção de viver plenamente e tomar decisões, pois serão essas atitudes que trarão benefícios agora e para a eternidade.
Afinal de contas ...
... A ATITUDE É TUDO ...
Agora tens duas opções:
1. Depois de leres este texto decides vir aqui reler nove+amente,
ou
2. transmiti-lo aos teus amigos, para que possam reflectir como tu e eu fizemos.

Imagem da Net. Texto retirado de um pps ecebido por e-mail.

12 comentários:

Fernanda disse...

Amigo João!

Este valeu a pena todo o trabalho!
Maravilhoso!

Assim deve ser encarada a vida... a cada momento e apesar dos dissabores, dos contratempos e das desgraças.

É incrível, tenho que lhe dizer o que aconteceu.
O João esteve a fazer este trabalho e publicou-o... porque o sente seu!
Eu estive a responder à amiga Celle e, por outras palavras, disse-lhe exactamente a mesma coisa.

Felizes os que conseguem ser como o João, o seu amigo.

Obrigada pela partilha.

orvalho do ceu disse...

Olá,
Este texto me faz erguer o ânimo cada vez que o leio. Já o postei também... é bem animador!
Mensagens positivas devem ser mesmo divulgadas pra ajudar a quem precisa. Creio que todos precisamos de ler algo assim a uma altura do dia... ao menos...
Obrigado de coração.
Abraços fraternos cheio de positividade pra vc.

Celle disse...

Também já o conhecia mas, deu-me a oportunidade de refletir um pouco mais sobre a necessidade de atitudes na nossa vida! Precisamos ser sinceros, verdadeiros, autênticos,e não esperar por outras pessoas, pensar por sí só, ser decidido e saber o que quer sempre alegre de bom humor. É o que devemos buscar...

É o caso João, da senhora que após a terapia se olhou no espelho e vendo apenas três fios de cabelo disse: bom vou fazer uma trança, hoje, fez e passou o dia bem. No dia seguinte avistou apenas dois fios e então disse: acho que vou repatir meu cabelo ao meio e assim fez, seu dia foi tranquilo. No outro dia avistou só um fio, pensou e disse; hoje, farei meu cabelo como um rabo de cavalo. prendeu e teve um dia perfeito e divertido. No outro dia nem mais um fio de cabelo...
Então,Yeeesss, exclamou! - Que bom, hoje, não tenho que pentear meu cabelo!
Isto é ter atitude, saber viver!
Atitude é tudo, experimentemos,não é fácil, nem impossível!
Celle

Zé do Cão disse...

Teremos ambos algo como o Joao?

O Joao ganhava-nos a palma.

abraço

orvalho do ceu disse...

Passo novamente pra agradecer os bons votos pro níver do meu Blog.
Muito obrigada de coração,amiga.
Bjm e paz!

Sandra disse...

Parabéns pelo lindo texto. super demais. Nossas atitudes, nos dizem quem somos e mostram a nossa grandeza.
Gostaria de poder levar. Posso??
Super demais.
Carinhosamente,
Sandra

Sandra disse...

Agora vou lá buscar o selo de comemoração dos Jovem.. Lindo e belo selo.
Vou postar em meus mimos.
Parabéns ao grupo.
Muito obrigada pela sua visita.
É com grande carinho que te recebo por lá e também retribuo a sua amizade.
Passo rapidinho para deixar o meu grande abraço. Assim que puder voltarei. Um forte abraço.
Carinhosamente,
Sandra

A. João Soares disse...

Amigas e Amigo Zé do Cão,

Ainda bem que gostam deste post. Tenho dúvidas de que ele já aqui esteja em post mais antigo. Mas se não era o mesmo, eram outros parecidos. Nunca é demais insistir na melhor filosofia de vida.
À Amiga Sandra a resposta só pode ser afirmativa, pois corresponde à segunda hipótese colocada no fundo do post. É preciso insistir nos bons conselhos!
A felicidade depende de nós. Está cá dentro. Devemos deixá-la respirar, desabrochar.

Beijos e um abraço
João
Do Miradouro

Maryh K. disse...

"Chaque fois que quelque chose se passe mal, j'ai choisi de me considérer comme une victime ou d'apprendre quelque chose de ce qui s'est passé: choisir d'apprendre."
C'est vraiment SUPER comme histoire ! Alors je choisis de la transmettre à mon tour.
Amitiés de France.
Marie K.

Maryh K. disse...

J'ai inséré le lien vers l'histoire de Jean ici / I've shared John's story here :
http://passageredelavie.blogspot.com/2010/08/souris-la-vie-et-elle-te-sourira-en.html

Very friendly,
Marie K.

Fernanda disse...

Cher Maryh!

Je viens de lire ça sur ton Blog!

"Et d'ailleurs pour illustrer mon titre, je vous conseille d'aller lire l'histoire de Jean, sur un blog dont l'un des contributeurs est Ná.
C'est une merveilleuse histoire. Utilisez le TRADUCTEUR proposé dans le menu déroulant à droite."

Je t'ai laissé un commentaire en Anglais, lorsque mon Français est un peut plus pauvre :)

J'ai remarqué que João Soares, mon copain de ce Blog ci et d'autres, avait déjà y été ...

De nouveaux, je te remercie énormément pour ta gentillesse et ton beaux cœur.

Grosses bises.

Luis disse...

Caríssimo Amigo João,
Tomei uma terceira atitude que no fundo contempla as tuas duas opções!!! Vou colocá-lo na Tulha!!!
Um grande e amigo abraço.