03/08/2010

Ainda sobre a Internacionalizão da Amazónia

Na sequência do meu anterior post - Internacionalização da Amazónia, recebi hoje, por e-mail, da amiga Li do Blog Elegância Urbana este texto que não podia deixar de trazer ao conhecimento público, mesmo correndo o risco de o mesmo já ser do conhecimento de muitos...
O facto é que, quanto mais se falar nos assuntos que dizem respeito ao MUNDO e que são verdadeiros atentados contra a Soberania dos países, mais provas damos da nossa total INDIGNAÇÃO.
Continuo a perguntar,
Afinal de quem é a Amazónia???

Relato de um doutorando - VEJAM QUE ABSURDO!!

Segue abaixo o relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata- se de um Brasil que a gente não conhece.
As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.
Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução.
Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto falta uma identidade com a terra.
Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro.. Se não for funcionário público a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo.

Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando- se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades.
(Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km ) existe um trecho de aproximadamente 200 km reserva indígena Waimiri Atroari) por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados.
Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI.
Detalhe: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme, se você quiser montar um empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí camu-camu etc., medicinais ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties' para empresas
japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia...
Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: E os americanos vão acabar tomando a Amazônia e em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí:
'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa'.
A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudo
objetivos de combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem Estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático). .. Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares.
Pergunto inocentemente às pessoas; porque os americanos querem tanto proteger os índios. A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são extremamente ricas em ouro encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos), diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO..
Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal,... saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho.
Será que podemos fazer alguma coisa??? Acho que sim.
Repasse esse e-mail para que um maior número de brasileiros fique sabendo desses absurdos.
Mara Silvia Alexandre Costa Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag.Patog. FMRP - USP
Opinião pessoal:
Gostaria que você, especialmente que recebeu este e-mail, o repasse para o maior número possível de pessoas. Do meu ponto de vista seria interessante que o país inteiro ficasse sabendo desta situação através dos telejornais antes que isso venha a acontecer.
Afinal foi um momento de fraqueza dos Estados Unidos que os europeus lançaram o Euro, assim poderá se aproveitar esta situação de fraqueza norte-americana (perdas na guerra do Iraque) para revelar isto ao mundo a fim de antecipar a próxima guerra. Conto com sua participação, no envio deste e-mail.
Celso Luiz Borges de Oliveira Doutorando em Água e Solo FEAGRI/UNICAMP

21 comentários:

Meri Pellens disse...

Esse texto é de deixar qualquer brasileiro indignado, não? Contudo fico sempre desconfiada desses e-mails polêmicos que pedem para serem repassados com urgência e ao maior número de contatos... Não tenho como dizer se isto é verdade ou não. Se for é um abuso tremendo. Moro no sul do Brasil, bem longe. Quem soube dessas barbaridades deveria denunciar às autoridades responsáveis e principalmente à mídia (telejornais), que quando convém, fazem valer a justiça melhor que o governo. Rá!
Beijos na alma, querida amiga Ná.

Fernanda disse...

Amiga Meri!

Não confirmo nem desminto nada, por isso coloquei o tema aberto a debate e deixei a pergunta no ar.

Contudo, e porque ficou no ar a suspeita de alguma sempre possível inverdade, fui investigar mais.
Veja o que descobri:

AQUI

AQUI

AQUI

AQUI
AQUI

Diz-se no meu país que "Quando há fumo há fogo"...

Amiga, oxalá seja tudo uma grande mentira...mas será mesmo???

Beijinhos

Michelle Lynn disse...

Obrigada por divulgar esse email.
Quando o recebi enviei para todos os meus contatos e fiquei perplexa com o que li.

Acredito que isso seja verdade sim, pois grande parte do que esta sendo denunciado já é de conhecimento público.
Concordo com a Meri, deveríamos levar ao conhecimento da mídia, para que o governo comece a tomar atitude, antes que algo pior venha a acontecer.

A Amazônia é nossa! E nós e o governo devemos cuidar daquilo que é NOSSO!!

Obrigada mais uma vez,
Michelle (Mi)

Luís Coelho disse...

As coisas que vão acontecendo e que os governos das nações sabem.
Depois existem esses xicos-espertos sempre prontos a venderem-se a troco de nada.

Graça Pereira disse...

Geralmente é o que a Ná diz: Onde há fumo...há fogo! Esta é uma notícia que deve ser levada ás instância mais altas e a todos os Orgãos que tenham possibilidades de actuar... e depressa porque...amanhã pode ser tarde demais.
Beijo
Graça

Ricardo Calmon disse...

PERCEBA CARÍSSIMA ,EMBORA GRADUADÍSSIMAS PESSOAS E CHANCELAS DAS MAIORES UNIVERSIDADES DE NOSSO PAÍS,REPRESENTADAS EM EMAIL ESSE,MUI ESTRANHO ACHO,POIS A MÚSICA,NÃO TOCA NÃO NESSE DESCRITO RITMO,COMO MESTRE NO ENSINO SUPERIOR,E ESCRITOR,E NASCIDO EM MANAUS AMAZONAS,ONDE UMA VEZ POR MES APORTO,E BEM INFORMADO,PELA NECESSIDADE DE LABUTA MINHA,DESCONHEÇO TAIS CONTUNDENTES INFORMAÇÕES!
SIMILAR A ESSE POST,EM OUTROS BLOGS,JÁ VI O MESMO CONTEÚDO,E EM SUSPEIÇÃO COLOCO,ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO!
sAUDAÇÕES DE UM Amazonense vigilante,de país nosso!

viva la vida!

Rogério Pereira disse...

Fernanda,

Tenho que voltar aqui com mais tempo, pois a sua resposta a Meri Pellens e o comentário do Amazonence requerem tempo...

Até já!

Márcio Tavares disse...

Cara Fernanda,

Agradeço pela visita e fico contente por você ter encontrado algumas informações que foram necessárias para o seu excelente texto em meu blog.

Este é um assunto que provoca arrepios em qualquer um. Lembro de um amigo militar que mencionou ter avistado, num patrulhamento de rotina via fluvial, a presença de tropas estadunidenses em uma determinada reserva em pleno território brasileiro. Sem poder fazer uma abordagem direta, tiveram que retornar à cidade mais próxima para solicitar uma autorização judicial para, aí sim, pisarem em solo indígena.

Daqui a pouco fazem a cabeça de algum cacique e lá vem os gringos intervir a favor dos índios, dizendo que o Brasil fere a soberania desses povos (o que eles fizeram lá com os nativos de "suas terras"?). É pra você ver como é que são as coisas.

Bom, de resto, gostei imensamente do seu blog e pode ter a certeza de que agora vou ser um visitante assíduo.

Um forte abraço!

Márcio.

Fernanda disse...

Amiga Michelle!

A seu pedido publiquei o texto e não estou arrependida, mesmo!

A haver dúvidas sobre a veracidade da informação, que se procedam a investigações, a todas as que forem necessárias.
Que há qualquer coisa há! sem dúvida que sim!
Esperemos que não se confirmem as piores suspeitas, para bem do povo Brasileiro.

beijinhos

Na casa do Rau

Fernanda disse...

Amigo Luís Coelho!

Obrigada pela sua achega!

A verdade que implicitamente deixa nas suas palavras, é a de que o Povo não sabe nunca o que exactamente se cozinha ao nível dos gabinetes dos que governam.

Essa é infelizmente a verdade!

Beijinhos

Fernanda disse...

Querida Graça!

Obrigada amiga,
não só pela tua presença nesta nossa casa mas também pelo comentário.

Que se investiguem todas as informações e contra informações. Que se chegue ao cerna da questão, só assim poderá o Mundo e em particular o povo brasileiro, sossegar.

Beijinhos

Fernanda disse...

Ricardo! Amigão do coração!

É bom saber do seu conhecimento sobre o assunto in loco.
Oxalá esteja certo! Seria maravilhoso para todos nós.

Beijinhos carinhosos da sua amiga.

Fernanda disse...

Amigo Rogério!

Descobre lá tudo... Faz luz sobre o assunto para que não tenhamos que avinagrar a injustiça.

Beijinhos

Fernanda disse...

Olá amigo Márcio!

Bem vindo a esta sua casa!
Volte sempre, será uma honra tê-lo entre nós.

Amigo, o que nos conta eu também já li...
É exactamente isso e por isso que foi publicado novo texto sobre o mesmo tema.
Convém saber exactamente o que se passa.
Sabemos todos, que a Amazónia é do povo brasileiro.
Sabemos ainda, que este território (o pulmão do Mundo) tem sofrido danos irreparáveis, irreversíveis por parte do próprio povo.
Ainda sabemos, que é de toda a conveniência que se proceda a uma vigilância apertada para que não continue à sua total extinção.

Agora, não podemos, de forma alguma, que em nome de "falsas intenções" hajam países que se apoderem do que não lhes pertence.
Esse é o cerne desta questão.

Esperemos que seja mais fumo do que fogo!
Esperemos...

Obrigada!
Um beijinho
Ná - Fernanda, como quiser.

Ana Martins disse...

Boa noite querida amiga Ná,
a ser verdade é terrível e urgente que seja do conhecimento do maior número de pessoas. A Amazónia é do povo Brasileiro e ponto final, convém que se apurem as verdades dos factos.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Meri Pellens disse...

É muita fumaça, né?
Muito triste.
Beijos na alma, amiga.

Fernanda disse...

Querida Ana!

Estamos de acordo!
Espero que não fico adormecido o assunto e que só se actue quando for tarde demais.
Beijinhos

Fernanda disse...

Amiga Meri!

Pois é amiga, não sei se não haverá mesmo algo, bem importante, para resolver.
Estaremos atentas a todas as informações.

beijinhos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Isso acontece há muito tempo. O triste é que há a conivência do setor público brasileiro. A propina dá livre-acesso para qualquer nação estrangeira fazer o que quiser na região.
Essa história é antiga. Desde os anos 70 que estrangeiros ocupam massissamente a região. E ninguém faz nada. Como pagam bem e movimentam a economia local, a população é conivente. E as autoridades ganham seu dinheiro por fora.

eh triste, mas é uma realidade brasileira.

Fernanda disse...

Olá Alex!

Que bom que vieste comentar este texto!
E muito importante a tua opinião, uma vez que sei bem como estás por dentro do que se passa no teu país natal e no Mundo.

Como vês, a realidade dos países está quase sempre bem camuflada... é realmente muito triste.

Obrigada amigo.
Beijinhos

A. João Soares disse...

A T E N Ç Ã O

O REPETIDO DESAPARECIMENTO DE IMAGENS NOS POSTS DESTA COLABORADORA DEVE-SE, PROVAVELMENTE, A UM «LAPSO» DELA.
Pedimos paciência aos amigos visitantes.

Cumprimentos
João