02/03/2011

BRAQUITERAPIA

Câncer de Próstata 
 
Por favor, leia com atenção e repasse este depoimento, vale como conhecimento geral.
Prezados
Meu nome é Paulo da Luz, tenho 55 anos de idade, sou Técnico de Segurança Sênior, lotado na PETROBRAS/ENGENHARIA/IEGA/LAQSMS, morando em Balneário Camboriu/SC e trabalhando no Rio de Janeiro/RJ.
Sempre levei uma vida saudável, sem vícios, praticando esportes e controlando a alimentação - muita salada, frutas, verduras, evitando frituras, gorduras, embutidos, conservantes, refrigerantes etc.
O relato que segue visa esclarecer e orientar sobre o Procedimento BRAQUITERAPIA DE PRÓSTATA COM IMPLANTE DE SEMENTES RADIOATIVAS para o tratamento efetivo do Câncer de Próstata.
A partir dos 50 anos de idade, durante a realização anual dos exames periódicos, também devemos medir o índice de PSA, realizar a Ultrassonografia abdominal total e consultar o Urologista, onde ocorre o toque retal.
Todos os meus exames de ultrassonografia e toque sempre tiveram resultados normais, embora os valores dos últimos PSA foram um pouco elevados, a saber: 29/07/2008: 2,87 e 13/08/2009: 3,62.
A partir deste último índice, fui ainda mais rigoroso com a alimentação, julgando que reduziria o índice do PSA ao consumir bastante tomate, beterraba, grãos, enfim tudo que diziam ser bom para a próstata.
Infelizmente os conseguintes exames de PSA que realizei nos dias 23/10/2009: 3,40 e no dia 08/02/2010: 3,56 não foram muito otimistas, embora ainda posicionados dentro da faixa tolerável informada pelos laboratórios que é de 4,00.
Levei os resultados ao urologista no Rio de Janeiro, que me examinou e embora constatando que a próstata estava normal, solicitou uma biópsia.
E no dia 13 de julho de 2010 o médico urologista do RJ, com base no resultado da biópsia, me informou que eu tinha CÂNCER DE PRÓSTATA e que devia me submeter à cirurgia o mais breve possível - dentro de um mês.
E na cirurgia, não teria como preservar os feixes vásculos nervosos, IMPOSSIBILITANDO DEFINITIVAMENTE A EREÇÃO, DE FORMA IRREVERSÍVEL, e que TALVEZ, com o tempo, A INCONTINÊNCIA URINÁRIA PODERIA DEIXAR DE OCORRER.
Enquanto falava, ele prescrevia e me passava diversas receitas de exames pré-operatórios.
Neste momento perdi totalmente o prumo. Estava em um local distante de casa, longe da família e sem saber o que fazer e/ou pra onde ir. Depois de tanta dedicação ao trabalho e próximo do momento de curtir a merecida aposentadoria, surge uma doença deste nível para mudar totalmente nossos planos.
Com minha família distante, foi no meu gerente que obtive o primeiro amparo, naquele dia mesmo, sucedido pelos demais colegas de trabalho, inclusive alguns lotados em órgãos de Santa Catarina.
O apoio da minha família, especialmente minha mulher e meus filhos foram fundamentais, mas foi na crença do poder de Deus que dia após dia, obtinha persistência para transpor os obstáculos que surgiam.
Os demais exames atestaram que o "problema" estava ainda na sua fase inicial e localizado, já que a descoberta foi precoce.
Assim, durante as várias consultas realizadas, com Urologistas do Rio de Janeiro, Paraná e de Santa Catarina, descobrimos que a garantia de cura era de 100% pelos vários métodos convencionais, onde a próstata é inteiramente extirpada, seja na Cirurgia Radical; com Vídeo, ou Robótica.
Entretanto, nenhuma delas assegurava e/ou garantia a não ocorrência de seqüelas, especialmente a Perda de Ereção e a Incontinência Urinária.
Então faltava aquele porto seguro! Onde ir? Quem é o papa do assunto? Qual a melhor técnica que alem de garantir 100% de cura, não deixaria seqüelas irreversíveis?
Foi quando soube de um colega em São Francisco do Sul-SC que teria a pouco mais de 2 anos, se submetido à BRAQUITERAPIA DE PRÓSTATA COM IMPLANTE DE SEMENTES RADIOATIVAS, com quem conversei logo que possível, por telefone e que estava muito bem, sem qualquer tipo de seqüelas.
Neste momento, convencido que se tratava de uma técnica eficiente e menos invasiva, decidi me submeter a este tipo de procedimento.
Devidamente orientado pelo colega e amigo Dr. Emano Guimarães Neto, busquei os recursos de última geração do Hospital A.C.Camargo em São Paulo-SP, na pessoa do Dr. Antonio Cássio Assis Pellizzon - Chefe do Serviço de Braquiterapia do Hospital desde o ano de 1997 e introdutor da Técnica de Braquiterapia de Alta Taxa de Dose para tumores da próstata no Brasil.
A BRAQUITERAPIA DE PRÓSTATA COM IMPLANTE DE SEMENTES RADIOATIVAS consiste no implante de sementes de iodo na próstata, visando à destruição das células doentes. O implante não requer incisão cirúrgica, apenas anestesia da cintura para baixo, quando agulhas finas transportadoras das sementes, são introduzidas na próstata através do períneo (espaço entre o ânus e a bolsa escrotal). Ao atravessarem a próstata, essas agulhas se tornam visíveis ao exame de ultrassom transretal. O nº de agulhas e sementes requeridas varia de acordo com o tamanho da próstata. O procedimento tem duração de 1 a 2 horas e é feito no Centro Cirúrgico do setor de Radioterapia do próprio Hospital.
As sementes radioativas usadas na braquiterapia da próstata emitem radiação em dose elevada e confinada somente à próstata permitindo poupar os tecidos circunvizinhos sadios, como o reto e a bexiga. As sementes são do tamanho de um grão de arroz e uma vez colocadas não precisam ser retiradas.
Este procedimento tem cobertura pela AMS da PETROBRAS, sob código 96.01.110.6 e SÓ PODE SER REALIZADO NO ESTÁGIO INICIAL DA DOENÇA.
Depois de algumas idas e vindas, minha internação no Hospital A.C.Camargo ocorreu no dia 14/09/2010, o procedimento foi realizado na manhã do dia seguinte, pelo próprio Dr. Cássio, e minha alta, já sem sonda, urinando normalmente e sem qualquer tipo de seqüelas ocorreu no dia 16/09/2010.
A PETROBRAS nos deu todo o apoio, através da Assistência Social e do Setor Médico, tanto do Rio de Janeiro como de Santa Catarina, bem como pelas próprias Gerências do LAQSMS e da IEGA.
Retornei ao trabalho já no dia 27/09/2010, menos de 2 semanas após o procedimento. Minha recuperação está sendo excelente!
Finalizo este depoimento com a expectativa de ter esclarecido sobre um novo método de cura para uma doença que nos preocupa, e de ter despertado um pouco mais, para os cuidados com a manutenção da nossa saúde, inclusive realizando todos os exames recomendados, dentre eles os índices de PSA e toque retal, de forma a se diagnosticar precocemente eventuais doenças, viabilizando assim, a sua cura, sem sequelas.

Grande abraço, com Deus!

Esta mensagem tem classificação de natureza Pública, ou seja, pode ser retransmitida, sem ressalvas; e se caso houver alguma dúvida e/ou necessidade de mais esclarecimentos, não se acanhe em me contatar.

Paulo da Luz
Técnico de Segurança Sênior
Matrícula 770.115-1
Rota 817-6212
Externo 21 3212-6212
Celular 21 7565-5983

Hospital A.C.Camargo (Hospital do Câncer)
Rua Prof. Antonio Prudente, 211
Liberdade - São Paulo-SP
CEP: 01509-900
Telefone: 11 2189-5000 / 5104 / 5105
Site: http://www.accamargo.org.br/

Dr. Antonio Carlos Assis Pellizzon
CRM 59714
Médico Chefe do Dpto. De Radioterapia e Braquiterapia do Hospital A.C.Camargo
Email: acapellizzon@hcancer.org.br

ACHEI SER MEU DEVER REPASSAR ESTE DEPOIMENTO, EMBORA SEJA DE UM BRASILEIRO, MAS ACREDITO QUE ESTE PROCEDIMENTO SEJA REALIZADO EM MUITOS PAISES.  

9 comentários:

A. João Soares disse...

miga Celle,

Esta profusa descrição é uma boa maneira de fazer publicidade. Já conhecia este método de atacar o cancro, que é tido por ser eficiente em muitos casos.
Um amigo meu tendo o PSA muito elevado, conseguiu bons resultados comendo sementes de abóbora e sumo de abóbora. Há quem tenha muita fé no xarope de aloé vera. E há quem considere a anona como um tratamento muito eficiente de várias disfunções vitais. No blogue Saúde e Alimentação, onde também publicou este post, podem ser encontrados muitos artigos que merecem ser lidos com atenção e experimentados, mesmo em fase preventiva, antes que «elas» aconteçam.

Beijos
João
Do Miradouro

Celle disse...

BOA TARDE, JOÃO!
Nemhum momento me ocorreu ser publicidade.Espero e torço para ser verdade e não me sentir uma tola. Sou crédula demais e como tenho casos na familia, apressei-me em postar,precipitei-me queria ajudar aos que enfrentam tal situação. Publiquei em três blogs diferentes, agora meu amigo, em dúvida, vou rezar e torcer para que seja um procedimento seguro como a cirurgia.
Obrigada
Bjs
celle

A. João Soares disse...

Cara Amiga Celle,

O tratamento é mais fácil, rápido e indolor do que a cirurgia. É pena que ainda não esteja muito difundido.
Estou convicto de que dentro de poucos anos o cancro será detectado mais precocemente e os tratamentos serão mais fáceis e eficientes. A ciência e a medicina estão com progressos rápidos.

Beijos
João
Do Mirante

Luís Coelho disse...

Já tinha ouvido falar disto.
É importante ter fé e se a abóbora o a anôna ajudam tanto melhor mas, mas a medicina tará sempre uma palavra a dizer. Quando entramos naquela fase devemos sujeitar-nos ao que nos fizer sentir melhores.

Gisele Claudya disse...

Essa doença maldita está cada vez mais presente. Eu mesma tive cancer de mama e, uma vez diagnosticada no início, fiquei curada após a cirurgia e a radioterapia.
Tenho fé embora viva preocupada da doença voltar.
Que Deus ajude sempre a todos.
Beijocas a todos.

Celle disse...

Luis Coelho, sem dúvida alguma seguir primeiramente os conselhos médicos. Se for eficiente e aprovado este método tanto melhor.
As abóboras e anonas devem ser experimentadas, até como preventivo.
Celle

Celle disse...

GiseleClaudya
agradeço seu comentário e depoimento.Que bom que sarou,enfrentou e venceu,acudiu a tempo, fez o tratamento recomendado. Está curada...
Não se preocupe tenha confiança. Não pense negativamente. Pra Deus nada é impossivel!
Saúde!
bjs
Celle

Luis disse...

Querida Amiga Celle,
Cá em casa houve vários casos de cancro uns com bons resultados e outros que terminaram mal. A minha mulher teve cancro de mama foi operada e resultou tudo muito bem e já lá vão mais de 25 anos! Com o meu Pai foi ao contrário em 6 meses de tratamentos e intervenções intensivos faleceu de um cancro nos pulmões. Em ambos os casos a doença foi detectada logo no seu inicio! Mas é como diz o João cada dia que passa esta como outras doenças vão sendo melhor conhecidas e por isso melhor tratadas.
Um abraço amigo.

A. João Soares disse...

Caros comentadores,

Viver é correr riscos. De doença, de acidentes, etc. Devemos evitar situações de riscos desnecessários e a saúde depende de duas coisas: alimentação adequada e pensamentos positivos. Temos aqui e no blogue Saúde e Alimentação, publicado muitos conselhos úteis, em que se inserem os produtos naturais para fortalecer a resistência do organismo aos agressores externos.

Abraços
João
Do Miradouro

3 de Março de 2011 19:04