08/12/2010

CORTA RELVAS VOADOR...

video

Agora com as novas tecnologias tudo é possível... Não é de admirar se qualquer dia virmos os "magalhães" a voar!!!

6 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Pode nem tudo ser possível, mas com este caso vemos que as possibilidades têm avançado muito. Sem aerodinamismo, sem asas de sustentação, esta pequeno objecto faz evoluções incríveis. Tem forçosamente que ter um hardware miniaturizado e com órgãos de propulsão orientados ou orientáveis em várias direcções a obedecerem com muito rigor ao telecomando.
Gostava que os entendidos em aeronáutica aqui explicassem o provável funcionamento de toda esta máquina surpreendente.

Abraço
João
Do Miradouro

Fê-blue bird disse...

Meu amigo, fiquei em suspense com medo de o ver cair em cima de alguém ;-)
Muito bem feito com um objecto tão pesado.

Beijinhos

Celle disse...

Fê, é um tanto assustador!!!
Como mãe de aeromodelista vou mostrar-lhe e pedir explicações para informar ao João que demonstrou curiosidade em saber.
Beijinhos
Celle

A. João Soares disse...

Amiga Celle,

Curiosidade, muito justificada.
Um avião tem o motor, a hélice ou a jacto, que o faz avançar e tem as asas e os ailerons que o sustentam no ar e permitem ligeiros desvios de direcção e de altitude. Os helicópteros não têm asas mas têm um rotor simples que evita que façam pião e se possam manter em rota, e têm um
complexo rotor de pás manobráveis que sustem mo espaço, como as asas do avião, que impulsiona para a frente lados e retaguarda, para cima e para baixo.
Ora a cortadora tem que ter algo que faça o mesmo efeito destes rotores do helicóptero. Mas o que é? Como funciona?
É esta a minha curiosidade.

Beijos
João
Do Miradouro

Celle disse...

João, só para esclarecer, quando disse curiosidade foi no sentido de querer se informar mais. Admiro muito esta sua vontade de entender melhor de tudo, é fruto da sua personalidade em querer aprender sempre mais. Não me leve a mal, quando disse pedir a Luiz Otavio foi querendo lhe agradar, acreditando que meu filho possa explicar.
Disse curiosidade no sentido de interesse sadio, em aprender.
me justifiquei???
Beijos
Celle

A. João Soares disse...

Querida Amiga Celle,

Nem havia lugar para tal explicação. Nem me passou pela cabeça que tivesse havido outra interpretação diferente dessa. O que quis explicar no comentário, foi o ponto em que preciso ser ensinado. Foi a confissão da minha ignorância, por forma a que possa ser esclarecido. A aerodinâmica aplicada aos objectos voadores é muito complexa e se eu não explicasse bem qual é a minha dúvida, o seu filho poderia gastar muito latim sem ir ao ponto que me intriga. E ele deve estar à vontade para mostrar que não sabe com rigor o que se passa, porque tal máquina é apenas uma curiosidade de um técnico e o seu funcionamento não deve ser do conhecimento de muitas pessoas.

Beijos
João
Do Miradouro