23/05/2011

NOVAS OPORTUNIDADES OU NOVAS FACILIDADES!


NOVAS OPORTUNIDADES
Luis Melo , Santo Tirso | 18/05/11 12:55
eramaisumfino.wordpress.com

[...] fui ver os conteúdos desse maravilhoso programa socrático que dá equivalência a 9º e 12º anos. Dei uma vista de olhos aos programas dos módulos de Matemática para a Vida; Tecnologias informação comunicação; Cidadania e empregabilidade e Linguagem e comunicação. Concluí o seguinte…

Andei eu a marrar na Matemática… fracções, integrais, derivadas, etc… e agora nas Novas Oportunidades aprende-se (entre outros assuntos) a Ler e interpretar tabelas, por exemplo: de relação peso/idade, de peso/tamanho de pronto-a-vestir.
Andei eu, num curso de Engª Electrotécnica (para ser consultor em TI)… electrónica, telecomunicações, sistemas de informação… e nas Novas Oportunidades aprende-se (entre outros assuntos) Introduz/altera contactos telefónicos na agenda de um telemóvel
Andei eu a estudar português e a ler tanto para me educar e cultivar…. e nas Novas Oportunidades aprende-se (entre outros assuntos) a Fazer corresponder mudanças de assunto a mudanças de parágrafo
Andaram os meus pais a educar-me para eu saber viver em sociedade… e nas Novas Oportunidades aprende-se (entre outros assuntos) a Ouvir os outros participantes num grupo
Estou elucidado quanto ao valor dos cursos das Novas Oportunidades. Não há dúvida nenhuma que era uma boa oportunidade para dar mais competências a pessoas que estavam desempregadas. Aproveitar para lhes dar uma ocupação, e ao mesmo tempo ajudá-las a crescer e encontrar facilmente mais e melhores empregos. Mas tudo não passa de, como diz Medina Carreira, “uma trafulhice de A a Z”.
[...] quero perguntar o seguinte. No programa das Novas Oportunidades está incluído o cálculo de probabilidades, a estatística, as funções exponenciais e logarítmicas, o cálculo diferencial, a trigonometria ou os números complexos?
É que tudo isto se estuda (programa oficial de matemática) no 12º ano. Ora se os formandos das Novas Oportunidades, não sabem o que é um seno, um co-seno, uma tangente, um logaritmo, um número complexo, uma derivada [...] então vão-me desculpar mas não deveriam ter qualquer diploma que lhes concedesse o 12º ano.

3 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Isto é uma forma de blasfesmar contra o povo e a pova deste país.
Se o nosso 1º Ministro (ainda sou da antiga educação e por isso escrevo com maiúscula, se bem que a vontade... bem, não o juntava com o Portas e metia-os nos submarinos... talvez pensasse se uma pedra não será menos doloso para o português).
Como dizia e perdi-me, se o dito cujo 1ºM é :
ENGENHEIRO CIVIL pela UNIVERSIDADE de LISBOA e MESTRE pela UNIVERSIDADE de LISBOA
Não sei se já inclui a arte de flibusteiro, mas desconfio que sim.
A prova provada está
AQUI
Não sei como vim aportar a esta casa, mas de passagem deixo sempre um comentário, mesmo estúpido.
A propósito, também gosto muito do Medina carreira e d'outros luminosos que só quando estávamos todos ás escuras, nus no mar alto, é que se lembraram de importar fósforos e coletes salva-vidas.
São os oráculos da desgraça que tudo sabem depois de acontecer.
Já destilei tudo.
Uma boa semana.

Luis disse...

Meu Bom Amigo José Torres,
Não blasfemou apenas desabafou e todos nós estamos a precisar de fazer isso para acalmarmos! Estamos a precisar de uma "BARRELA" pois a porcaria é demasiada!
Um abraço amigo e solidário.

A. João Soares disse...

Caro Luís,

A verdade não agrada a muita gente. Por isso usam camuflagens variadas. As novas oportunidades não passam de uma vigarice.São apenas um pretexto para dar um diploma enganador, falso, como eram os da Independente e outros.
É certo que os logaritmos não fazem a mínima falta na vida prática, mas, por exemplo, saber interpretar as estatísticas não pode ser dispensável.

Transformaram Portugal num buraco de mentira, de falsidade, de apatia e desesperança, de tudo se desconfiando. E assim não se pode evoluir decentemente.

Abraço
João