15/06/2011

Como lidar com as adversidades

6 comentários:

Celle disse...

Depois de grande adversidade, na época a maior que supunha alguem suportar, não ficou trauma nem medo nem rancor. Hoje lidamos com o fato com naturalidade, conversamos sobre o assunto, porém ao lembra-lo sei de todos os detalhes, não me esquecí de nada!
Cientes de que a vida teria de continuar e que deveria correr normalmente nos deu forças para procurar aceitar e esquecer o ocorrido e deixar a vida continuar...E infelizmente a violencia tem aumentado assustadoramente, sem escolher idade, sexo, religião, cor, etnia.
O cidadão de bem hoje, vive acuado e os bandidos a solta a provocar atrocidades.
Celle

A. João Soares disse...

Amiga Celle,

A vida nem sempre é fácil e, por vezes, exige heroísmos muito corajosos, intensos e persistentes.
A forma de enfrentar as dificuldades deve ser sensata e exige uma preparação mental de origem, da educação, para se evitar entrar em pânico e inacção. Temos de reagir da melhor maneira como o café citado nesta lição de vida.
São casos assim que devemos tornar públicos para benefício dos visitantes e das pessoas em geral.
Lamentar, chorar, por ter acontecido uma situação que magoou ou que deixou deficiente, é um comportamento negativo. É preferível olhar à volta e procurar ser feliz com aquilo que encontramos à nossa disposição e depois avançar para a forma de vida mais compatível e que nos satisfaça.

Beijos
João

orvalho do ceu disse...

Olá, João
Registrar o bom senso e os caminhos certos para a dignidade do ser humano é louvável...
Vídeo muito propício para tal.
Abraços fraternos

Luis disse...

Caríssimo Amigo João,
De nada serve "chorar sobre o leite derramado"... há que lutar sempre mas de uma forma que não nos torne amargos e duros! A imagem do Café é realmente muito interessante!
Um forte e amigo abraço.

Celle disse...

João, você é um amigo sensível inteligente, sábio, sabe o que diz!Neste nosso convívio quase diário aprendo contigo e procuro vivenciar seus ensinamentos.Tenho respeito e admiração pela pessoa humana que se tornou e sei que certamente alguma adversidade sofrida, que ninguem fica imune a elas,contribuiu à causa desta sua filosofia de vida, repleta de sabedorias!
bjs
Celle

A. João Soares disse...

Caros Rosélia, Luís e Celle,

A vida dá-nos lições a cada momento, assim nós estejamos receptivos a elas. Depois acho que o nosso saber deve frutificar e ser transmitido aos outros, para não ir esterilmente connosco para a cova. Por isso, gosto de ensinar o pouco que sei.
Este nosso espaço,destinado aos menos jovens e aos mais novos, foi criado para prazer de idosos e para utilidade dos seus netos. Parece que temos feito muito nesse sentido e não pararemos, porque o caminho não tem termo. A quantidade de visitantes mostra que o nosso intento está a ser compreendido.

Abraço para o Luís e beijos para as senhoras
João