11/09/2010

11 de Setembro

Dois momentos a recordar, neste dia: Em 1973 no Chile e em 2001 nos EUA.

Se a maior parte das pessoas se recorda da destruição das Torres Gémeas, são poucas as que têm memória do que aconteceu em 1973 no Chile em que foi assassinado o presidente eleito Salvador Allende, e bombardeando do Palácio de La Moneda como inicio do golpe militar que levou ao poder o ditador militar Pinochet, cujo regime resultou na morte de cerca de 30,000 pessoas e milhares de desaparecidos e torturados. pode ler aqui e aqui.

Imagem da Net

7 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Muito bem lembrado!
Não podemos esquecer o que representou a ditadura de Pinochet. Tantos morreram pelo direito da liberdade, da expressão em uma ditadura sanguinária.

e o assunto fica esquecido, lembrado apenas pelos chilenos. O mundo precisa lembrar-se do que aconteceu,principalmente nós, latino-americanos.

A. João Soares disse...

Caro Alexandre,

Obrigado pela visita. Alexandre o 11 de Setembro parece ser muito aziago. Em Portugal também em 1985 houve um grave acidente ferroviário com muitos mortos e feridos, próximo de Alcafache, na linha internacional da Beira Alta por onde passa todo o trânsito para a Europa.

Um abraço e parabéns pelo seu site que acabo de visitar, de comentar e de me fazer seguidor.

João
Do Miradouro

lolipop disse...

Caro João:
Ambos os acontecimentos merecem ser lembrados. Tomo a liberdade de lhe enviar um link dum video in memoriam do 11 de Setembro, que me fez chorar logo de manhã...

http://neuroamante.blogspot.com/2010/09/911.html

ABRAÇOS

A. João Soares disse...

Olá Lolipop,

Obrigado pela visita e pelo link. O vídeo pode ser visto no blog Só Imagens
Abraço
João
Do Miradouro

Ana Martins disse...

Bom dia João,
são acontecimentos que marcam a história de um povo em todo o mundo, verdadeiros massacres que não dignificam a Humanidade, do Chile, também não me recordo, pois era muito jovem mas conhecia a história.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

A. João Soares disse...

Amiga Ana Martins,

Desejo-lhe um domingo agradável, sem incidentes. Já bastavam à humanidade os problemas naturais que têm ocorrido um pouco por todo o mundo, por vezes com efeitos muito graves São dispensáveis estes casos devidos a ambição, a luta pelo poder, a fanatismo irracional.
Hã muita maldade pelo mundo e as pessoas são intolerantes e tomam atitudes disparatadas por coisas sem importância, e o mal do mundo é o somatório de pequenas irracionalidades de cada um. Muita guerra que mata muita gente e destrói muitos recursos, seria evitável de houvesse boa vontade para negociar soluções pacíficas, ser compreensivo e tolerante, procurando pelo «amor» a melhor via para a felicidade.
A humanidade está demasiado degradada, o que não nos dá vaidade de chamar irracionais aos animais da selva que agem coerentemente com os seus valores sociais.

Beijos
João
Do Miradouro

Táxi Pluvioso disse...

Bom... a América pagou pelo que fez (mais no orgulho do que noutra coisa, pois nas Torres poucos americanos estavam, alguns pretos e mexicanos, apenas).