04/10/2010

AMIZADE



Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.


Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

5 comentários:

Luís Coelho disse...

Porque cada momento é único devemos vivê-lo com alma e coração.

A. João Soares disse...

Amiga Celle,

Um belo post, com óptimos conselhos ao ser humano.Como, por feitio não gosto de ficar indiferente e impassível aquilo que me cerca, e assim, discordarei um pouco de Einstein. Não podemos ficar pelo «se» condicional, é preciso que se torne imperioso que as pessoas sejam amigas mesmo que de religião diferente, de clube diferente, de partido diferente, de cor diferente. É preciso dar as mãos, em paz, com tolerância a fim de construir um mundo em que não haja guerra. A VERDADE deve ser idolatrada. Não é aceitável que pessoas hoje se desfaçam em elogios a outra e, no dia seguinte, por mero capricho, de lhe vire as costas, se atraiçoe. Quantos «beijos doces», quantos «beijos no coração» não passam de beijo de judas !!! A TEMPERANÇA é uma virtude a respeitar e adoptar no dia-a-dia. Terminada a II Guerra Mundial, grandes países que combateram em campos opostos deram as mãos e estão a colaborar em todos os sectores benéficos para os seus povos!

Beijos
João

Celle disse...

Obrigada, Luis Coelho e João.
Lendo este texto eu o entendí assim, que havendo AMIZADE não existem obstáculos instransponíveis. Sempre haverá um diálogo respeitoso mesmo que haja diferenças,divergencias, o que é natural,mas serão tratadas usando os meios disponíveis ditados pelos sentimentos que envolvem a verdadeira amizade, que é o que o João defende e com razão!
Beijos
Celle

Luis disse...

Querida Celle,
Apreciei imenso este seu post que tem sido o meu lema e que faz parte do "Padre Nosso"! Sei que é difícil, por vezes, Perdoar mas quando o fazemos é grande a Alegria que nos entra na nossa Alma!
Tive situações muito graves que consegui ao fim de algum tempo superar e por isso posso compreender as dificuldades que alguns têm em o fazer. Espero, no entanto, que acabem por faze-lo!
Pois, com a AMIZADE não se brinca!
Um grande e muito amigo beijinho.

Saozita disse...

Querida Celle, excelente este poema do Albert Einstein, que não conhecia, fiquei encantada pela linda mensagem. Obrigada pela partilha.

Bjs

Sãozita