19/09/2011

UM MADURO FELIZ! TÃO SIMPLES!


MATURIDADE FELIZ!

Poupe um pouco para sempre ser independente financeiramente. Não precisa ser muito. Não comprometa o prazer que o dinheiro pode lhe dar em razão de um tempo maior de velhice, que pode até não acontecer, se você morrer breve.

Além disso, um idoso não consome muito além do plano de saúde e dos remédios. Provavelmente, você já tem tudo e mais coisas só lhe darão trabalho.

Pare também de se preocupar com a situação financeira de filhos e netos; não se sinta culpado em gastar consigo mesmo o que é seu de direito.

Provavelmente, você já lhes ofereceu o que foi possível na infância e juventude, assim como uma boa educação. Portanto, a responsabilidade agora é deles.

Não seja arrimo de família, seja um pouco egoísta, mas não usurário.

Tenha uma vida saudável, sem grandes esforços físicos. Faça ginástica moderada, alimente-se bem, mas sem exagero.

Tenha a sua própria condução, enquanto não houver perigo ao usá-la.

Nada de stress por pouca coisa. Na vida tudo passa, sejam os bons momentos que devem ser
curtidos, sejam os ruins que devem ser rapidamente esquecidos.

Namore sempre, independentemente da idade, com sua "velha" companheira de caminhada.
O amor verdadeiro rejuvenesce. As "Maria-gasolina" estão por ai e, um idoso, mesmo da classe média, é sempre uma garantia de futuro para as espertalhonas.

Esteja sempre limpo, com um banho diário pelo menos; seja vaidoso, frequente barbeiro,
pedicura, manicura, dermatologista, dentista, use perfumes e cremes com moderação, e por que não uma plástica, se for necessária? Já que você não é mais bonito, seja pelo menos
bem cuidado.

Nada de ser muito moderno. Tente ser eterno. Leia livros e jornais, ouça rádio, veja bons
programas na TV, vá à Internet, mande e responda emails. Ligue para os amigos. Mantenha-se sempre actualizado sobre tudo o que for possível.

Respeite a opinião dos jovens. Eles podem até estar errados, mas devem ser respeitados.
Não use jamais a expressão "no meu tempo", pois o seu tempo é hoje.

Seja o dono da sua casa, por mais simples que ela possa ser. Pelo menos lá você é quem manda. Não caia na besteira de morar com filhos, netos, ou seja lá quem for.
Não seja hóspede. Só tome esta decisão quando não der mais e o fim estiver bem próximo.
Você está no período do ronco e da flatulência. Um bom asilo também não deve ser descartado, e pode até ser bem divertido. Afinal, você irá conviver com a turma da sua geração e não dará trabalho a ninguém.

Cultive um "hobby", seja caminhar, cozinhar, pescar, dançar, criar gato ou cachorro, cuidar
de plantas, jogar baralho, golfe, velejar ou coleccionar algo. Faça o que gosta de fazer e os
seus recursos permitam.

Viaje sempre que possível, e, de preferência, vá de excursão, pois além de mais acessível, pode ser financiada e é uma óptima oportunidade para se conhecer novas pessoas.

Aceite todos os convites de baptizado, formatura, casamento, missa de sétimo dia, pois o importante é sair de casa.

Fale pouco e ouça mais. A sua vida e o seu passado só interessam a você mesmo. Se alguém lhe perguntar sobre esses assuntos, seja sucinto e procure falar sobre coisas boas e engraçadas. Jamais se lamente de algo.

Fale baixo, seja gentil e educado. Não critique nada; aceite a situação como ela é. As dores e as doenças estarão sempre presentes; não as torne mais problemáticas do que são falando sobre elas. Tente sublima-las, pois, afinal, elas afectam somente a você e são problemas seus e dos seus médicos.

Não fique se apegando à religião depois de velho, rezando e implorando o tempo todo como um fanático. O bom é que, em breve, seus pedidos poderão ser feitos pessoalmente a "ele"...

Ria, ria muito, ria de tudo; você é um felizardo, você teve uma vida, uma vida longa, e a morte será somente uma nova etapa incerta, assim como foi incerta toda a sua vida.

Se alguém disser que você nunca fez nada de importante, não ligue.O mais importante já foi feito: Você!

Escrito por um maduro desconhecido

5 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá,
O amor verdadeiro rejuvenesce.
Tenhamos paz e vivamos felizes sempre... em qualquer idade!!!
Abraços fraternos de paz

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Estás mesmo maduro!!!
Mas olha que se pode ser jovem enquanto se quiser!!! Querer é poder.
Aceita um abraço de outro maduro que agradece os teus conselhos.
João

Luis disse...

Caríssimos Amigos,
Ser "maduro" não quer dizer ser velho mas sim experiente e sábio...
Um forte e muito amigo abraço.

Celle disse...

Olá Luis! Por merecimento, os idosos deveriam ser cuidados com carinho e afeto pelos familiares e demais pessoas, pelo muito que ja trabalharam e realizaram. Estas dicas deveriam ser o normal,o comum. Infelizmente aqui a realidade é outra, não sei se voces podem imaginar...
A aposentadoria tem se transformado na única fonte de renda de 12 milhões de famílias brasileiras, como demonstram as pesquisas do IPEA. A realidade do idoso enquanto chefe de família no Brasil, faz com que o filho adulto (quando termina o casamento ou fica desempregado) acabe voltando
para a casa dos pais. Este idoso cada vez mais, está redistribuindo sua aposentadoria ou pensão entre os seus familiares (pessoas que vivem com ele e, que não estão conseguindo se sustentar).
Feliz aquele que pode viver e curtir sua vida de idoso porque são poucos!
Celle

A. João Soares disse...

Amiga Celle,

Os maduros não devem ser respeitados apenas por merecimento de uma vida de trabalho ou por caridade, mas como forma de aproveitar o seu muito saber e experiência, em benefício da sociedade. Há povos africanos onde a autoridade tribal não toma decisões importantes antes de reunir os idosos, o «Conselho dos Sábios», porque daí saem conclusões que mostram as vias que devem ser evitadas e as que são mais aconselháveis. Mas, depois de ouvir o parecer, o responsável decide como entende ser melhor, mas já o faz com mais conhecimento do assunto.

Beijos
João