03/09/2011

PRÍNCIPE POETA (Alexandre Lemos – APAE)



Este poema foi escrito por um aluno da APAE, chamado, pela sociedade, de excepcional.. Excepcional é a sua sensibilidade!
Ele tem 28 anos, com idade mental de 15. Se uma pessoa assim acredita tanto, porque as que se dizem normais não acreditam?



ILUSÕES DO AMANHÃ

'Por que eu vivo procurando um motivo de viver,
Se a vida às vezes parece de mim esquecer?
Procuro em todas, mas todas não são você.
Eu quero apenas viver, se não for para mim, que seja pra você.

Mas às vezes você parece me ignorar,
Sem nem ao menos me olhar,
Me machucando pra valer.

Atrás dos meus sonhos eu vou correr...
Eu vou me achar, pra mais tarde em você me perder.

Se a vida dá presente pra cada um, o meu, cadê?
Será que esse mundo tem jeito?
Esse mundo cheio de preconceito.

Quando estou só, preso na minha solidão,
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão,
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou.

Talvez eu seja um tolo, que acredita num sonho.
Na procura de te esquecer, eu fiz brotar a flor.

Para carregar junto ao peito,
E crer que esse mundo ainda tem jeito.
E como príncipe sonhador...
Sou um tolo que acredita, ainda, no amor.'


Amigos e Amigas:
Achei que este lindo exemplo de vida, seria a melhor maneira de reiniciar as minhas postagens. Já tinha saudades vossas!

beijinhos a todos.
Fê Blue Bird

4 comentários:

A. João Soares disse...

Amiga Fê,

Seja bem vinda de novo a esta arena de luta pelo bem estar da humanidade. Este post é excepcional, pois poucos se debruçam sobre os verdadeiros problemas da existência, com esta sensibilidade. A felicidae depende mais daquilo que se é do que daquilo que se tem, mas precisamos do afecto de outros, do respeito mútuo, da permuta de sensações.
Há neste blog vários posts a enfatizar o relacionamento entre as pessoas, mas este vindo deste jovem realça a importância da postura de cada um em relação á existência à forma como se deve apreciar o que se encontra no nosso raio de acção. Não se é feliz com aquilo que se deseja mas apenas com aquilo de que se pode dispor.
É importante saber usar o que é possível e não esperar que aconteça o que não passa de um sonho.

Beijos
João

Luis disse...

Querida Amiga Fê,
Feliz com a sua aparição que já não era sem tempo! Feliz também pela mensagem que nos trouxe!
Conheço bem a APAE pois o meu filho enquanto estudante trabalhou lá e fez muitas amizades com todos eles. Já depois do meu filho ter saído da APAE sempre que eles o viam até faziam parar o autocarro que os transportavam para o cumprimentar tal foi a amizade criada entre todos eles.
Dizia o meu filho que eles transbordavam de amor e este poema é prova disso mesmo!
Beijinhos amigos e solidários.

Eva Gonçalves disse...

Boa escolha e belo exemplo! De resto os poemas que escolhes são sempre bem escolhidos... :) beijinhos

Luís Coelho disse...

Um poema EXCEPCIONAL.

Penso que as flores brotam em todos os cantos e todas elas se afirmam pela beleza e pelo seu perfume.

Parabéns pela homenagem e incentivo a estes jovens onde florescem os sonhos.