28/04/2012

CÉU

CÉU


Gosto do céu...

Do céu
que se abre sem pudor
numa panóplia infinita de
Rubens voluptuosos,
Dalis enigmáticos,
Velasquez ternurentos,
Picassos sinuosos...

Gosto do céu
que se abre generoso,
ao íntimo escondido
de cada um de nós........
projectando o imaginário,
os segredos elanguescentes
a que a ida p´ra velhice dá voz  .........

Gosto do céu............


Isabel Martins  27.04.2012



VIAGEM

VIAGEM

A nuvem passa, célere...
E o desenho marcado desfaz-se, subtil,
no azul diluído do céu.

De gigante passa a pássaro gentil,
guardando na memória
o caminho galgado do que sou,
ao que fui eu......

E porque não o contrário ?????
se correndo, apressado,
repartido esse caminho,
recuperado,
do que fui , ao que sou eu.................







Isabel Martins  27.04.2012         



27/04/2012

Simplicidade



Cada semana, uma novidade.      
A última,  foi que pizza previne câncer do esófago. 
 Acho a maior graça.
Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas, peraí , não exagere…
Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.
Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal prá minha saúde.
Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro, faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas, depois, rejuvenesço uns cinco anos!
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de ideias !
Brigar,me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez,me embrulha o estômago !
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro,me faz perder toda a fé no ser humano…
E telejornais…    
Os médicos deveriam proibir… 
como doem !
Caminhar faz bem, namorar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo faz muito bem: você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã, arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite,isso sim,é prejudicial à saúde.
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas,pior ainda.
Não pedir perdão pelas nossas mancadas, dá câncer, guardar mágoas, ser pessimista, preconceituoso ou falso moralista, não há tomate ou muzzarela que previna !
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo,não ter ninguém atrapalhando sua visão,nenhum celular tocando e o filme ser espectacular, uau !
Cinema é melhor prá saúde do que pipoca.
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é o melhor de tudo e muito melhor do que nada !       
                         
        Luís Fernando Veríssimo

26/04/2012

TENHO 74 ANOS E ESTOU CANSADO

Texto de William Henry "Bill" Cosby, Jr. (nascido em 12 de Julho de 1937) Humorista americano, actor, autor, produtor de televisão, educador, músico e activista.


Este deveria ser leitura obrigatória para cada homem, mulher e criança na Jamaica, Reino Unido, Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Portugal… de todo o mundo...

"Tenho 74 anos e estou cansado"

Tenho 74 anos. Excepto num breve período na década de 50 quando fiz o meu serviço militar, tenho trabalhado duro desde que eu tinha 17 anos, excepto por alguns graves desafios de saúde. Tinha 50 horas por semana e não caí de doente em quase 40 anos. Tinha um salário razoável, mas eu não herdei o meu trabalho ou o meu rendimento, e trabalhei para chegar onde estou. Dado o estado da economia, parece que a reforma foi uma má ideia. E estou cansado. Muito cansado.

Estou cansado de que me digam que eu tenho que "espalhar a riqueza" para as pessoas que não tenham a minha ética de trabalho. Estou cansado de que me digam que o governo fica com o dinheiro que eu ganho, pela força se necessário, para dá-lo a pessoas com preguiça para ganhá-lo.

Estou cansado de que digam que o Islão é uma "religião da paz", quando todos os dias eu leio dezenas de histórias de homens muçulmanos matar as suas irmãs, esposas e filhas para "honra" da família; de tumultos de muçulmanos sobre alguma ligeira infracção; de muçulmanos a assassinar cristãos e judeus porque não são "crentes"; de muçulmanos queimando escolas para meninas; de muçulmanos apedrejando adolescentes vítimas de estupro, até a morte, por "adultério"; de muçulmanos a mutilar o genital das meninas, tudo em nome de Alá, porque o Alcorão e a lei Shari diz para eles o fazerem.

Estou cansado de que me digam que em nome da "tolerância para com outras culturas" devemos deixar a Arábia Saudita e outros países árabes usarem o nosso dinheiro do petróleo para financiar mesquitas e escolas 'madrassa' islâmicas para pregar o ódio na Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá, enquanto que ninguém desses países está autorizado a fundar uma sinagoga, igreja ou escola religiosa na Arábia Saudita ou qualquer outro país árabe, para ensinar amor e tolerância...

Estou cansado de que me digam para eu baixar o meu padrão de vida para lutar contra o aquecimento global, o qual não é sequer permitido debater...

Estou cansado de que me digam que os toxicodependentes têm uma doença, e eu tenho que ajudar no apoio e tratá-los, pagar pelos danos que eles fazem. Acaso foi um germe gigante, a sair correndo de um beco escuro, agarrá-los, e enchê-los de pó branco pelo seu nariz ou enfiar uma agulha em seu braço enquanto eles tentavam combatê-lo?!

Estou cansado de ouvir ricos atletas, artistas e políticos de todas os partidos falarem sobre os seus erros inocentes, erros estúpidos ou erros da juventude, quando todos sabemos que o que eles pensam é que os seus únicos erros foi terem sido apanhados.

Estou realmente cansado de pessoas que não assumem a responsabilidade pelas suas vidas e acções. Estou cansado de ouvi-los culpar o governo, a discriminação, a economia e a falta de equidade social - de facto, eles não durariam muito mais numa sociedade de verdadeira equidade social...

Eu também estou cansado e farto de ver homens e mulheres jovens e adolescentes serem "doca" de tatuagens e pregos na face, tornando-se não-empregáveis e reivindicando dinheiro do governo, como se de um direito se tratasse.

Sim, estou muito cansado. Mas também estou feliz por ter 74 anos .. Porque não vou ter de ver o mundo nojento que essas pessoas estão preparando. Eu só estou triste por minha neta e os seus filhos.

Graças a Deus, estou no caminho de saída e não no caminho de entrada...

Imagem do Google

25/04/2012

Viver ou Juntar Dinheiro?

Na sequência de artigos aqui publicados acerca dos valores morais e cívicos (SER) versus valores materiais (TER), transcreve-se este texto de Max Gehringer que Nasceu em 1949, é administrador de empresas e escritor, autor de diversos livros sobre carreiras e gestão empresarial. Actualmente, ministra palestras sobre motivação e liderança. É bastante requisitado em palestras para grandes empresas e sindicatos.

Recebi uma mensagem muito interessante de um ouvinte da CBN e peço licença para lê-la na íntegra, porque ela nem precisa dos meus comentários.

Lá vai:

"Prezado Max, meu nome é Sérgio, tenho 61 anos e pertenço a uma geração azarada: Quando era jovem, as pessoas diziam para escutar os mais velhos, que eram mais sábios. Agora dizem que tenho que escutar os jovens, porque são mais inteligentes.

Na semana passada, li numa revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. E eu aprendi muita coisa... Aprendi, por exemplo, que se eu tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos 40 anos, eu teria economizado €10.000,00. Se eu tivesse deixado de comer uma piza por mês, teria economizado €4.000,00 e assim por diante. Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas, então descobri, para minha surpresa, que hoje eu poderia estar milionário...

Bastava não ter tomado as cervejinhas que tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei e, principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje eu poderia ter quase €200.000,00 na conta bancária.

É claro que eu não tenho este dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?

Viajar, comprar roupas caras, esbanjar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso acho que me sinto absolutamente feliz em ser pobre.

Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer, porque hoje, aos 61 anos, não tenho mais a mesma energia de jovem, nem a mesma saúde. Portanto, viajar, comer pizas e cafés, não faz bem na minha idade e as roupas, hoje, não vão melhorar muito o meu visual!

Recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que eu fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com um monte de dinheiro em suas contas bancárias, mas sem ter vivido a vida".

"Não eduque o seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz.
Assim, ele saberá o valor das coisas, não o seu preço."

Imagem do Google

RELACIONAMENTOS


foto da internet

Na verdade a sociedade passa por várias transformações no campo das relações humanas, não é mesmo?
Atualmente, o ser humano tem privilegiado o “Ter”, como sinônimo de grande apego aos bens  materiais, e não se preocupa  com o “Ser”, que se pode definir como a  busca de virtudes.
Sou testemunha do quanto os administradores deste blog vêm batalhando na tentativa de mostrar aos leitores os desatinos do mundo moderno, com consequência gravíssimas para o Homem!
A ânsia de ter é normal e não deve ser condenada de forma absoluta, os excessos, os desequilíbrios e os métodos desonestos usados para  sua aquisição é devem ser afinados!
Dá-se hoje muito valor àquilo que o dinheiro  pode comprar.
As pessoas valem  pelo seu patrimônio material e não pelas qualidades que possuem.
Está claro que para se conseguir alguma qualidade de vida é necessário ter um mínimo de posses: moradia, alimentação, vestuário, saúde e escola. O mais elementar das necessidades básicas.
O ter em excesso e principalmente, apegos a estes bens, costumam levar o homem a trocar o investimento pela especulação, o que não permite a circulação do dinheiro prejudicando o desenvolvimento e o aumento das oportunidades de emprego, privando outros seres de ter acesso a eles. Estes procedimentos obstruem o ser e causa infelicidade, aí sua inconveniência!
ter pode causar prazer momentâneo, porém, esse prazer logo se transforma em tédio, saturação, indiferença, mesquinhez.
 Os responsáveis  pela formação e educação dos filhos, devem ensina-los que há  uma relação de equilíbrio entre o material e a moral, o “Ser”  representando o afeto e o material o “Ter”.
O Ter deve ser apenas consequência do Ser.
“A grande diferença  entre um e outro é  que se estabelece uma sociedade centrada sobre as pessoas e uma sociedade centrada sobre as coisas”.
 Esta afirmativa requer das pessoas uma clareza de consciência muito nítida, que permita enxergar a realidade, sem distorção, “saber que as virtudes afastam o sofrimento quando ele é necessário e, dão forças para suportá-lo quando ele é inevitável”. 
 “O valor, realmente, do ser humano está na simplicidade e na humildade, não no poder e ter”!
À família cabe a responsabilidade da formação do caráter, da dignidade, e da moral de uma sociedade!
...Filho educado, sociedade íntegra e feliz!
Não é fácil, o chamado do mundo hoje em dia é muito grande, sua força supera a da família muitas vezes, mas, como nada é fácil, a obrigação dos pais é tentar... e tentar... sem nunca desistir... 
Educar é obrigação dos pais!
É no lar que se forma o cidadão (educação de berço), à escola compete complementar, reafirmar os valores ensinados, a cidadania e ministrar instrução!
Quando a cidadania atingir a maioria das pessoas o mundo, então, será melhor!


Celle




adaptação e foto da net

24/04/2012

23/04/2012

Dia Mundial do Livro!

"O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia desapareceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare. A ideia da comemoração teve origem na Catalunha: a 23 de Abril, dia de São Jorge, uma rosa é oferecida a quem comprar um livro. Mais recentemente, a troca de uma rosa por um livro tornou-se uma tradição em vários países do mundo".

Fonte:  DGLB

19/04/2012

Curso grátis de informática


Para quem estiver interessado apresento este link:

www.beabyte.com.br


Tango – Reliquia Portenas



No início do século XX, o Tango era dançado entre homens, como é o

Sirtaki, dança tradicional grega.
Era vergonhoso para uma mulher ter essa oportunidade.
Levou mais de 20 anos até que o TANGO fosse dançado com uma mulher.
Este vídeo é uma obra de arte.

Maria Letra

18/04/2012

DESPERDICIO ZERO!

Movimento Zero Desperdício


É positiva a intenção deste movimento "nacional de combate ao desperdício de alimentos".
Mas é uma pena, lamentável, que seja necessário criar (tantos) movimentos...
A política do Zero Desperdício ou a cultura do mínimo desperdício, a todos os níveis, devia comandar e orientar os sucessivos governos.
Tem sido a sociedade civil, o povo, a tomar conta do país.
Quantos movimentos foram criados até ao momento? Mais de 1000 no portal do governo.
O grande número de movimentos só revela a menor capacidade dos nossos políticos. É a prova da sua incompetência para a resolução dos inúmeros problemas nacionais.

Céu Mota, no Aventar


Acordar – Hino da acção “Zero Desperdício”



João José Cardoso, no Aventar


NOTA:
Para quando Desperdício Zero nas Mordomias, nas Fundações, Etc., Etc.?
É que estes desperdícios é que criaram a Crise em que vivemos!