29/01/2015

Ao fim de 70 anos de namoro, casal oficializa a sua relação.

Damaso Bitencourt, de 103 anos de idade, e Maria Poutrole, de 90, namoraram durante sete décadas. Na passada segunda-feira deram finalmente "o nó", no cartório de Tatuí, perto de São Paulo.

A união oficial deste casal apaixonado demorou mais do que seria previsto uma vez que Damaso, conhecido com Davi, já tinha sido casado anteriormente, mas que não se lembrava do local onde tinha sido feito o registo e onde teria de levantar a sua primeira certidão de casamento.

Essa situação atrasou a recolha da documentação necessária que se prolongou durante dois anos, contou à Folha de São Paulo a madrinha dos noivos, Ana Alice Soares.

Ultrapassadas as questões burocráticas, o sonho foi cumprido e agora Davi e Maria são oficialmente marido e mulher. A união foi apenas uma formalidade uma vez que o casal já partilhava a sua vida há 70 anos.

"O sonho do filho dela, de 58 anos, era ter a mãe casada para não ser mais filho de mãe solteira", explica a madrinha ao jornal.

A lua-de-mel foi passada em casa, depois do casal se ter recusado a ir almoçar num restarante. "O Davi não consegue comer perto de outras pessoas porque eu tenho de cortar o bife dele", foi a explicação que Maria deu aos convidados.


2 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

...e que sejam felizes para sempre...

Kasioles disse...

Una bella historia de amor.
Estoy convencida de que, para amar, no interviene la edad.
El corazón no atiende a razones, ama simplemente y no hay que preguntarle ¿por qué?
Abrazos y cariños.
Kasioles