09/06/2014

Você também é vítima das aparências


video


Claro que também se deixa impressionar pela fatiota. Mas temos que lutar para vencer essa fraqueza humana. As pessoas valem como pessoas e não pelo fato ou pelo carro.

2 comentários:

Celle disse...

Infelizmente é assim que acontece.
As pessoas valem mais pelo que têm e não pelo que são.
Desde a época de Cristo atitudes semelhantes ja aconteciam. Ele veio para ensinar a solidariedade e a Biblia nos conta a párábola do bom samaritano, q socorreu e tratou de um desconhecido encontrado mal na rua.
Até hoje não aprendemos...

A. João Soares disse...

Felizmente há excepções. Mas elas deviam ser regra. Já beneficiei de ajuda ou tentativa de ajuda em situações de «acidente» e o meu aspecto não era de pessoa superior.
Ando muito a pé e um dia escorreguei numa rampa, sem me ter aleijado e notei quando me começava a levantar que um carro tinha parado junto ao passeio e que, ao ver que me podia levantar arrancou por ver que não precisava de ajuda. Achei muito interessante aquela atitude.
Vou procurar transcrever de memória um caso relacionado com isto,num post.
Bj