22/09/2013

AMIZADE, CONSENSO, COLABORAÇÃO




Lições de coexistência pacífica dadas aos seres humanos responsáveis, por crianças inocentes e animais ditos «irracionais».

3 comentários:

Malu Silva disse...

Pois sim, há animais que sentem e pensam muito mais do que seres humanos.
Um excelente domingo...

A. João Soares disse...

Amiga Malu Silva,

O ser humano usou sempre de demasiada arrogância para os seus semelhantes, os outros os animais e a Natureza, o que foi prova de um complexo de inferioridade, por que desprezava tudo o que não compreendia, Os animais da selva não falam inglês ou francês, mas usam, entre si, formas de comunicação mais perfeitas do que as que os seres humanos usam. Têm sentimentos e preceitos de vida familiar e social mais formais do que as regras entre humanos.

Beijo
João

Zélia Chamusca disse...

É como diz, Ilustre Senhor A.João Soares.,

Eu tenho uma cadelinha que fala,(fala mesmo com a linguagem que tem e que eu entendo como a mãe entende o bebé quando começa a falar),corre e ri, salta e corre. Brinca e acarinha-me.

Também sente tristeza por exemplo se não se sentir bem.

É extraordinariamente expressiva.

É fiel, é paciente, obediente e reconhecedora.

A maior parte dos ditos humanos não conhece estes sentimentos e são tão animalescos que maltratam e abandonam estes fieis animais, amigos e companheiros, que têm não só a função de nos fazerem companhia mas também de guarda e segurança, não falando na premunição que eles possuem.

Beijinho,
ZCH