05/01/2014

TROVA XVI


4 comentários:

A. João Soares disse...

Cara Amiga Zélia,

A Imagem que fica é a da ostentação de riqueza pelas autarquias, com escandaloso esbanjamento do dinheiro público. E quem são os fornecedores de serviços contratados? São amigos com quem trocam favores. Não há ex-governantes nem ex-autarcas a viver modestamente porque conseguiram, com o consentimento dos cidadãos indiferentes, o seu objectivo de enriquecimento volumoso , rápido e por qualquer forma. Se os deputados votam em unanimidade os diplomas que lhes interessam, porque não se decidem a votar leis que moralizem a vida pública, a gestão do dinheiro público? Porque isso iria contra os seus interesses pessoais.
Aqueles que têm acesso ao dinheiro dos nossos impostos não hesitam em dele abusar, como se viu no caso referido em
http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=3614198

Zélia Chamusca disse...

Ilustre Senhor A. João Soares,

Eles têm dinheiro para tudo menos para funcionários públicos, para manter o estado social e reformados. Roubam os funcionários públicos baixando-lhes o ordenado e roubam o dinheiro dos reformados que descontaram para a sua reforma, é dinheiro dos reformados, é sua propriedade privada! Continuam a roubar-lhes os subsídios e consta do OE/2014 o aumento de 91% dos subsídios dos deputados (para lhes calarem a boca), etc,etc. Não têm vergonha!

Tanta pobreza como nunca se viu e cada vez mais aumenta:

Morreram 3.000 velhinhos pobres em 5 dias e disto ninguém fala.

http://abaciente.blogspot.com/2013/12/foi-o-frio-ou-o-plano-de-exterminio.html?spref=fb

Grata por seu incentivante comentário e beijinho,
ZCH

A. João Soares disse...

CaraAmiga Zélia,
A Alemanha condena os cortes nas pensões de reforma, considerando-as um roubo de legítima propriedade privada. Cá, entre nós, rouba-se essa propriedade privada para poderem reduzir o IRC sobre os rendimentos mais altos. É a tal condenável protecção aos reais donos do país que puxam os cordelinhos que fazem mexer as marionetes do Governo. Repare que não criam um tecto para as pensões milionárias, sejam ou não acumuladas. Não legislam contra a corrupção o tráfico de influências, as negociatas, a confusão de interesses públicos e privados de muitos políticos, o enriquecimento ilícito. Não deixam de financiar fundações e instituições que pouco ou nenhum interesse têm para o país a não ser para os parasitas que deles vivem.
Onde ficou encalhada a Reforma do Estado tão prometida no início deste Governo?

Beijo
João

Zélia Chamusca disse...

Ilustre Sr. A. João Soares,

Cá também as reformas são propriedade privada. O que o Governo faz é crime, é um roubo!

A Alemanha quer Deus para eles e o diabo para os outros.

E nós deixamo-nos desgovernar por um governo de corruptos!!!

Partilhei o seu artigo no Facebook.

Muito grata e beijinho,

ZCH