30/04/2009

NÃO DEIXE QUE O PARLAMENTO EUROPEU LHE FECHE A INTERNET

Imagem de Isabel Filipe


Não sei se é tanga... mas se fôr verdade é muito grave !


URGENTE:
VOTAÇAO NO PARLAMENTO EUROPEU NO DIA 5 DE MAIO DE 2009


Não deixe que o parlamento europeu lhe feche a internet... não haverá volta atrás!
Aja agora!
O acesso à internet não é condicional
Todos os que têm um site, blog bem como todos aqueles que usam o Google ou o Skype, todos aqueles que gostam de expressar as suas opiniões livremente, investigarem do modo que entendem seja para questões pessoais, profissionais ou académicas, todos os que fazem compras online, fazem amigos online, ouvem música ou vêm videos...
Milhões de europeus dependem da internet quer seja directa ou indirectamente no seu estilo de vida. Tirá-la, limitá-la, restringi-la ou condicioná-la, terá um impacto directo naquilo que fazemos. E se um pequeno negócio depender da internet para sobreviver, torná-la inacessível num período de crise como o que vivemos não pode ser bom.
Pois a internet que conhecemos está em vias de extinção através das novas regras que a União Europeia quer propôr no final de Abril. Segundo estas leis, os provedores de serviço, ou seja as empresas que nos fornecem a internet, PT, Zon, Clix entre muitas outras, vão poder legalmente limitar o número de websites que visitamos, além de nos poderem limitar o uso ou subscrição de quaisquer serviços que queiramos de algum site.
As pessoas passarão a ter uma espécie pacotes de internet parecidos com os da actual televisão. Será publicitada com muitos "novos serviços" mas estes serão exclusivamente controlados pelo fornecedor de internet, e com opções de acesso a sites altamente restringidas.
Isto significa que a internet sera empacotada e a sua capacidade de aceder e colocar conteúdo será severamente restringida. Criará pacotes de acessibilidade na internet, que não se adequam ao uso actual que damos à internet hoje.
A razão é simples...
Hoje a internet permite trocas entre pessoas que não são controladas ou promovidas pelo intermediário (o estado ou uma grande empresa), e esta situação melhora de facto a vida das pessoas mas força as grandes corporações a perderem poder, controle e lucros. E é por isso que estas empresas forçam os políticos "amigos" a agirem perante esta situação.
A desculpa é a pirataria de filmes e música, mas as verdadeiras vítimas seremos todos nós, a democracia e a independência cultural e informativa do cidadão.
Recentemente, vieram com a ideia que a pirataria de vídeos e música promove o terrorismo (http://diario.iol.pt/tecnologia/mapinet-internet-pirataria-terrorismo-crime-tvi24/1058509-4069.html ) para que seja impensável ao cidadão comum não estar de acordo com as novas regras...
Pense no modo como usa a internet! Que significaria caso a sua liberdade de escolha lhe fosse retirada?
Hoje em dia, a internet é sobre a vida e liberdade. É sobre fazer compras online, reservar bilhetes de cinema, férias, aprendermos coisas novas, procurar emprego, acedermos ao nosso banco e fazermos comércio.
Mas é também sobre coisas divertidas como namorar, conversar, convidar amigos, ouvir música, ver humor, ou mesmo ter uma segunda vida.
Ela ajuda-nos a expressarmo-nos, inovarmos, colaborarmos, partilharmos, ajuda-nos a ter novas ideias e a prosperar... tudo sem a ajuda de intermediários.
Mas com estas novas regras, os fornecedores de internet escolherão onde faremos tudo isso, se é que nos deixarão fazer.
Caso os sites que visitamos, ou que nós criámos não estejam incluídos nesses pacotes oferecidos por estas empresas, ninguém os poderá encontrar.
Se somos donos de um site ou de um blog e não formos ricos ou tivermos amigos poderosos, teremos de fechar.
Só os grandes prevalecerão, com a desculpa de que os pequenos não geram tráfego suficiente para justificar serem incluídos no pacote.
Continuaremos a ter a Amazon, a Fnac ou o site das finanças, mas poucos mais.
Os telefonemas gratuitos pela internet decerto que acabarão ( como já se passa nalguns países da Europa) e os pequenos negócios e grupos de discussão desaparecerão, sobretudo aqueles que mais interessam, os que podem e querem partilhar a sua sabedoria gratuitamente com o mundo.
Se nada fizermos perderemos quase de certeza a nossa liberdade e uso livre da internet.
A proposta no Parlamento Europeu arrisca o nosso futuro porque está prestes a tornar-se lei, uma lei quase impossível de reverter.
Muitas pessoas, incluíndo deputados do Parlamento Europeu que a vão votar positivamente, não fazem a menor ideia do que isto pode querer dizer, nem se apercebem das implicações brutais que estas regras terão na economia, sociedade e liberdade. Estas medidas vêm embrulhadas numa coisa chamada "Pacote das Telecom´s" disfarçando estas leis de algo que apenas é relativo à indústria das telecomunicações.
Mas na verdade, tudo não passa de regras sobre o uso futuro da internet. A liberdade está a ser riscada do mapa.
Nestas leis propostas, estão incluídas regras que obrigam as Telecoms a informaram os cidadãos das condições em que o acesso à internet é fornecido. Parece ser uma coisa boa, em nome da transparência, mas não passa de uma diversão para poderem afirmar que podem limitar o nosso acesso à liberdade na internet, apenas terão é que informar-nos disso.
O futuro da internet está em jogo e precisamos de agir já para o salvar.
Diga ao Parlamento Europeu que não quer que estas alterações sejam votadas.
Lembre-os que as eleições europeias são em Junho e que a internet ainda nos dá alguma liberdade para que possamos observar e julgar os seus actos no Parlamento.
Saiba que não está sozinho(a) nesta luta... Enquanto lê isto, centenas e centenas de outras organizações estão a trabalhar para que esta mensagem chegue a quem de direito. Milhares de pessoas estão também a contactar os seus deputados neste sentido. Ajude-se a si mesmo, colabore e faça o que pode por esta causa...
A internet é tão sua como deles...
Divulgue esta mensagem o mais que possa...
Pode também escrever aos seus deputados...
Estes são os nossos deputados no Parlamento Europeu:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Deputados_de_Portugal_no_Parlamento_Europeu_(2004-2009)
ou
http://www.europarl.europa.eu/members/expert/groupAndCountry/search.do;jsessionid=69ADF04943C000194117E9C7032EEC31.node1?country=PT&language=PT
Para mais informações sobre a lei:
http://www.laquadrature.net/en/telecoms-package-towards-a-bad-compromise-on-net-discrimination
http://www.laquadrature.net/wiki/Telecoms_Package
http://en.wikipedia.org/wiki/Telecoms_Package
http://www.blackouteurope.eu/

Vivemos hoje

Há que viver hoje, agora, porque amanhã pode não ser possível.
Há quem se limite a ir vivendo

O amor é

Sonhar, intuindo sensações e emoções...
Brilho nos olhos e intensa alegria na alma...
Sentir o palpitar acelerado do coração só de pensar...
Desejar estar junto, sem reservas, disfarces, cúmplice.
Tocar e ser tocada de tantas formas...
Com palavras, com silencio, com olhares, dar e sentir prazer.
Não precisar perguntar, nem responder, apenas compreender.
Falar sobre tudo ou não precisar dizer nada.
Aceitar os defeitos e reconhecer as qualidades
Compartilhar tempo e espaço.
Recordar o passado, viver o presente
e não pensar no futuro.

Liliana Coutinho Ribeiro

Fernanda Ferreira

De Volta da Escola


Estávamos no início de Setembro, quando os dias ainda são longos e amenos. Adoro os meses quentes e Setembro tem ainda um cheiro intenso quase a Verão.

Embora a viver na cidade, tinha acabado de chegar de férias no campo, da casa dos meus avós paternos, da Quinta dos Santo Amaro, onde ainda há pouco se tinha colhido o milho e feito o vinho, onde ainda havia peros a algumas maçãs autóctones da região, que se comem em pleno Inverno.

Eu sentia-me tão orgulhosa… tinha feito todo o meu percurso escolar do ensino primário, sempre como excelente aluna, estava finalmente agora na “Escola Grande”, no Ciclo Preparatório da Escola António Sérgio em Vila Nova de Gaia.
Após mais um dia de aulas, de alegria intensa com os meus colegas, de brincadeiras e de algum estudo, estava de volta a casa, sozinha, o que era só por si uma verdadeira aventura.
Já na paragem do autocarro, cantarolava baixinho uma canção popular da época. Sabia qual o autocarro a tomar e o número de cor. Lembro-me perfeitamente que nessa manhã, a minha mãe me fez mil recomendações “ Agora que já és uma mocinha grande, tem cuidado para não perderes o autocarro, não te distrais, podes perder-te…” talvez intuição de mãe!
Vi o autocarro chegar e entrei. Apesar de o condutor não ser o mesmo eu não achei nada de anormal, pensei “ bem, eles trocam de turnos, deve ter sido isso o que aconteceu”. No entanto, um pouco mais tarde, ao olhar mais atentamente através da janela a paisagem, apercebi-me que a mesma deixara de me ser familiar. Corei então intensamente ao sentir-me confusa e perdida.
Levantei-me de repente e dirigi-me ao condutor pedindo-lhe que parasse mal lhe fosse possível.

Senti uma necessidade tremenda de me sentar imediatamente mal sai do autocarro, as pernas que tremiam, o coração que palpitava desenfreado e as lágrimas que começaram a correr rosto abaixo com muita intensidade.
Sentei-me num banco do jardim, cabeça inclinada sobre o peito, como para esconder o meu estado de quem passava e a sacola bem encostada contra o peito, como que para me apoiar.

De repente, vindo de não sei onde, um senhor sentou-se ao meu lado e numa voz calma que me inspirou automaticamente confiança perguntou-me “ o que foi??? , estás perdida??? “ Ao qual eu , por entre soluços, só acenei com a cabeça um sim.
O senhor primeiro acalmou-me, enxugou-me as lágrimas e só depois começou a perguntar-me onde morava. Eu senti que podia confiar nele, tinha um olhar bondoso e confiável, coisas que não são explicáveis. Sim, porque eu também fui ensinada a não falar com estranhos, o que nem sempre cumpri, felizmente neste caso.

As referências para a minha casa na altura eram fáceis, de maneira que foi fácil o senhor lavar-me a casa, aliás ouve uma altura em que eu já corria à frente dele, e ria já de alegria.
Não foi preciso tocar à campainha, a minha mãe que já estranhava o meu atraso estava à porta, apreensiva e foi com genuínas lágrimas de felicidade que agradeceu a boa acção do senhor. No meio de abraços e chamadas de atenção para que passasse a ter mais cuidado, aquele estranho desaparecera assim como aparecera, sem deixar rasto. Sei que tudo isto se passou há muitoooooos anos…mas sei também que nunca mais esquecerei o seu rosto bem como o seu gesto.

Fernanda Ferreira

Nota: Foto da autora poucos anos mais tarde.

Sinais do tempo que passa...


Os sinais de que, já não estás jovem, acontecem quando….
Fazer sexo no carro é um absurdo.
Há mais comida do que bebidas, no frigorífico.
6:00 da manhã, é quando acordas e não... quando vais dormir.
A tua música favorita toca num elevador.
Levas sempre um guarda-chuva e dás a maior importância, à previsão do tempo.
Os teus amigos casam-se e divorciam-se, em vez de começarem e terminarem.
As tuas férias caem de 130, para 15 dias por Ano.
Jeans e T-Shirts, já não são considerados roupa.
Chamas a polícia, porque o filho do vizinho não baixa o som (!?);
Já não sabes a que horas fecham as "roullotes".
Dormir no sofá, dá cá uma dor nas costas (!?);
Não dormes aquela sestinha, do meio-dia às 6 da tarde, durante a semana.
Vais à farmácia comprar Aspirina e anti-ácidos, em vez de preservativos e testes de gravidez.
Tomas o pequeno-almoço... à hora do pequeno-almoço.
90% do tempo que passas em frente ao computador, estás mesmo a trabalhar (ou a dormir);
Não fazes noitadas, porque são... muito cansativas!
E o mais importante.... Lês este e-mail e procuras algum sinal que, não se aplique!
E para te vingares, aproveitas e mandas, esta mensagem, para os dos teus amigos, para eles se lembrarem que, também eles estão menos jovens e...
Os bons tempos já foram!

Fernanda Ferreira

Colegas de trabalho

Em cada local sempre tem:
um que está sempre a beber,
um que sempre espia os outros,
um que tem amigos estranhos,
um que está sempre a comer,
uns que brincam em vez de trabalhar,
um que trepa a qualquer preço,
um que sempre discute,
os que fazem parte da panelinha,
um que se olha ao espelho a cada 10 minutos,
um que anda sempre no mundo das nuvens,
um que só sonha mas não faz nada,
um que vive rindo sem motivo,
um curioso
os eternos inimigos,
um que sempre quer saber o que aconteceu,
as amigas inseparáveis que se imitam,
um que se surpreende com tudo,
o folgado,
e, naturalmente, O Chefe.
Fernanda Ferreira

29/04/2009

DIÁRIO DE UMA CONDUTORA LOIRA

Querido Diário,
Passei no exame de condução! Posso agora conduzir o meu próprio automóvel, sem ter de ouvir as recomendações dos instrutores, sempre a dizerem-me "por aí é sentido proibido!" Vamos em contramão!", "Olha a velhinha! Trava! Trava!", e outras coisas do género. Nem sei como aguentei estes últimos dois anos e meio.
8 de Janeiro

A Escola de Condução fez-me uma festa de despedida. Os instrutores nem sequer deram aulas. Um deles disse que ia a missa, julgo que vi outro com lágrimas nos olhos e todos disseram que iam embebedar-se, para comemorar. Achei simpática a despedida, mas penso que a minha carta não merecia tal exagero.
12 Janeiro


Comprei carro, infelizmente tive que deixar o carro no concessionário, para substituir o pára-
-choques traseiro, pois quando tentei sair, meti marcha-atrás em vez de primeira. Deve ser falta de prática. Há uma semana que não conduzo!
14 Janeiro


Já tenho o carro. Fiquei tão feliz ao sair do "Stand", que resolvi dar um passeio. Parece que muitos outros tiveram a mesma ideia, pois fui seguida por inúmeros automóveis, todos a buzinar como num casamento.
Para não parecer antipática, entrei na brincadeira e reduzi a velocidade de 10 para 5 à hora. Os outros gostaram buzinando ainda mais.
22 de Janeiro


Os meus vizinhos são impecáveis. Colocaram posters avisando em grandes letras: "ATENÇÃO ÀS MANOBRAS ", marcaram com tinta branca um lugar bem espaçoso para eu estacionar e proibiram os filhos de sair a rua enquanto durassem as manobras. Penso que é tudo para não me perturbarem.
Ainda há gente boa neste mundo...
31 de Janeiro


Os outros automobilistas estão sempre a buzinar e acenar-me. Acho isso simpático, embora um pouco perigoso. É que um deles apontou para o céu com o dedo espetado. Quando procurei ver o que me apontava, quase bati. Valeu que eu ia na minha velocidade de cruzeiro de 10 à hora.
10 de Fevereiro


Os outros automobilistas têm hábitos estranhos. Para além de acenarem muito, estão sempre a gritar. Não os ouço, por ter os vidros fechados, mas julgo que me querem dar informações. Digo isto porque julgo ter percebido um a dizer "Vai para casa".
A ser verdade, é espantoso. Não sei como ele adivinhou para onde eu ia. De qualquer modo, quando eu descobrir onde fica o botão de abrir os vidros vou tirar muitas dúvidas.
19 de Fevereiro


A Cidade é muito mal iluminada. Fiz hoje a minha 1ª condução nocturna e tive de andar sempre nos máximos, para ver convenientemente. Todos os automobilistas com quem me cruzei pareciam concordar comigo, pois também ligaram os máximos e alguns chegaram mesmo a acender outros faróis que tinham. Só não percebi a razão das buzinadelas. Talvez para espantar qualquer cão ou gato. Sei lá.
26 de Fevereiro


Hoje tive um acidente. Entrei numa rotunda, e como havia muitos automóveis (não quero exagerar, mas deviam ser, no mínimo, uns quatro), não consegui sair. Fui dando voltas bem juntinhas ao centro, à espera de uma oportunidade, de tal forma que acabei por ficar tonta e fui chocar com o monumento ao centro da rotunda. Acho que deviam limitar a circulação nas rotundas a um carro de cada vez.
3 de Março


Estou em maré de azar. Fui buscar o carro à oficina e, logo a saída troquei os pés, acelerando a fundo em vez de travar. Abalroei um carro que ia a passar, amassando-lhe todo o lado direito. O automobilista era, por coincidência, o engenheiro que me fez o exame de condução. Um bom homem, sem dúvida. Insisti em dizer-lhe que a culpa era minha, mas ele educadamente, não parava de repetir: "Que Deus me perdoe! Que Deus me perdoe!"
15 de Março


Nota: Também sou mulher, loira, e "BOA" condutora...hahahahahahahahahahahaha

Fernanda Ferreira

O VINHO DOS MORTOS


O "Vinho dos Mortos" que é enterrado e se transformou num dos ex-líbris de Boticas, foi lançado oficialmente no mercado por intermédio do único produtor registado oficialmente para comercializar esta marca, Armindo Sousa Pereira.
Este vinho só recentemente obteve a certificação de denominação de origem Vinho dos Mortos, na classe de Vinho Regional Transmontano.

O nome do vinho pode parecer um pouco macabro mas deriva de um facto histórico ligado às invasões francesas.
Quando em 1807 as tropas francesas, comandadas pelo general Soult, invadiram pela segunda vez Portugal, o povo, com medo que estes lhes pilhassem as suas colheitas e outros bens, escondeu o que conseguiu.
O vinho foi enterrado no chão das adegas, no saibro, debaixo das pipas e dos lagares.

Mais tarde, depois de os franceses terem sido expulsos, os habitantes recuperaram as suas casas e os bens que restaram e ao desenterrarem o vinho, até o julgaram estragado. Porém, descobriram que estava muito mais "saboroso" e que "tinha adquirido propriedades novas".
"É uma vinho com uma graduação de 10 a 11 graus, palhete, apaladado, e com algum gás natural, resultante da fermentação no escuro e a uma temperatura constante.
Por ter sido "enterrado", ficou a designar-se por "Vinho dos Mortos" e passou a utilizar-se esta técnica, descoberta ocasionalmente, para melhor o conservar e optimizar a sua qualidade.

As garrafas são enterradas em finais de Abril ou Março, no chão de saibro da adega não precisando de ser a grande profundidade, o importante é que as garrafas fiquem enterradas.
Entre Julho e Agosto, as garrafas são desenterradas e o néctar fica pronto para beber.

Nota: Infelizmente, nos dias de hoje, poucos vinicultores ainda preservam essa tradição. Para reverter o quadro, a Cooperativa Agrícola de Boticas e o Conselho Transmontano estão criando o Repositório Histórico do Vinho dos Mortos, uma espécie de museu vivo em que toda a cadeia de produção do vinho será exposta, de forma a ajudar na preservação desse método secular de vinificação.

Provérbio Popular
'A quem tem mulher formosa, castelo na fronteira e vinha na carreira, nunca lhe falta canseira.'


Fernanda Ferreira

28/04/2009

Cabrito Assado à Serra d’Arga


Introdução

Cerca de 4 500 hectares da Serra d’ Arga fazem parte da Rede Europeia Natura 2000.

Esta Serra encontra-se em território de quatro concelhos: Caminha, Ponte de Lima, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.
Contudo, o concelho de Caminha é aquele que possui em melhor estado de conservação, quer o património natural quer o seu património humano (cultural, etnográfico, histórico e arquitectónico), encontrando-se muito bem representado pelas aldeias pastoris conhecidas pelas “Argas”: Arga de S. João (onde está o mosteiro de S. João d’ Arga), Arga de Baixo e Arga de Cima.

Estas três freguesias caminhenses possuem no seu conjunto cerca de 175 habitantes, com idades em média compreendidas entre os 50 e os 65 anos, possuindo apenas 5 alunos na Escola Primária. Isto num concelho bem desenvolvido a nível do turismo, dos serviços e da indústria, para além das “Argas” apenas localizarem-se a pouco mais de 10 km da sede do concelho. Este despovoamento acelerado das “Argas” , bem como o envelhecimento da sua população, sem regeneração juvenil é característico de todas as comunidades rurais de montanha que se encontram espalhadas por todo o país, essencialmente na região Norte.

Receita
Ingredientes: (para 8 Pessoas)

1 Cabrito da Serra d’ Arga de 4 a 5 Kg.
Alho
Salsa e cebola
Pimenta Branca
Pimentão
Vinho Branco e Vinagre
Sal Grosso

Para o Arroz de Carqueija
1 Kg de Arroz
1 galinha do campo
presunto da Montaria q.b.
rebentos de carqueija q.b.
1 cebola
1 ramo de salsa.

Modo de preparação:

Depois do Cabrito bem amanhado é cortado em pedaços e colocado numa boa vinha de alhos durante 24 horas.

No dia seguinte prepara-se uma assadeira de barro em que se coloca previamente uma base de cebola , pequenas rodelas de cenoura e salsa.

Depois de tudo pronto rega-se com um bom vinho verde branco e vai ao forno durante 40minutos.
Vai-se voltando as peças de carne e regando com a vinha de alhos.

Mais ao menos a meio tempo colocam-se as batatas que ficam a assar até ao fim.

Para o Arroz de Carqueja
Prepara-se um caldo que é produto da cozedura de uma galinha do campo e um pedaço de presunto da Montaria.
Para 1 quilo de arroz são necessários mais ou menos 2 litros de caldo. Põe-se no caldo uma boa manada de rebentos de carqueja bem lavados,uma cebola e um ramo de salsa.

Bom apetite!!!
Geralmente a sobremesa consta de Bolo de Mel.

Conectados na Alma


Li uma vez que receber uma mensagem por e-mail era bom para melhorar o nosso estado de espírito… não sei se isto tem qualquer fundamento científico, mas sei interpretar meus sentimentos e não tenho dúvidas de que isto é real.
Nos últimos anos tive o privilégio de conhecer pessoas fantásticas que entraram na minha vida nos mais inesperados momentos. Trouxeram mensagens de optimismo, qualidade de vida, humor e reflexão…
Recebo todos os dias e-mails de pessoas que se tornaram importantes na minha vida, pessoas que, por vezes, estão a milhares de quilómetros.. Estou maravilhada com essas pessoas com disposição para serem generosas, amáveis, que enviam mensagens que reconfortam, ajudam e incentivam.
Há pessoas que não gostam de computador, pois ainda não descobriram as possibilidades que pode proporcionar…Dirão que esta troca de mensagens não substitui um abraço. É verdade…. porém, nos últimos tempos, senti-me abraçada, muitas vezes, através das mensagens recebidas...as pessoas que me enviam poemas, música, humor, fotos e outras mensagens chamo “amigos virtuais”; mas devo dizer que sinto essas pessoas como bem reais, que não têm nada de virtual…pois transformam em mensagem e tornam palpável todo o seu afecto..
Como podemos imaginar tal coisa? Em todo este tempo, alguns mandaram-me apenas mensagens ocasionalmente…
Outros já fazem parte da minha agenda e da minha lista de contato…e têm um lugar no meu coração…Já me sinto um pouco dependente das mensagens, como uma adolescente que espera os amigos para lhes dizer qualquer coisa todos os dias…como em tudo na vida, há que saber fazer uso correto desta forma de relacionamento.
Não deveremos nunca renunciar ao contato físico, mas, às vezes, falta-nos tempo…outras vezes a distância é enorme.
Por isso, este meio é o mais eficaz para mantermos os nossos contatos com as pessoas que nos interessam verdadeiramente. A surpresa de uma mensagem carinhosa que chega carregada de afeto causa uma verdadeira corrente positiva que pode, em muitos momentos, ser terapêutica.
Em certos momentos, a mensagem parece ter sido feita de propósito para nós… como resposta a um mau momento que estamos passando…podes ter a certeza de que, quando menos esperas, chegará essa mensagem, imagem, música ou poema que te fará sentir melhor.Muitas vezes esperamos receber alguma mensagem amiga e… de repente, aí está a mensagem tão desejada.
Poderás dizer que também se recebe muito lixo por e-mail…mas não é também assim na nossa vida de cada dia?
O truque está em filtrar e ficar só com o que é positivo. A nossa função é fazer a seleção daquilo que é efetivamente bom…
Daquilo que nos pode fazer crescer como pessoas, do que nos pode fazer pensar, reflectir, sentir que estamos vivos, amar, saber que estamos neste mundo de passagem, e que não custa nada fazer feliz o próximo e a nós mesmos.
Toda esta gente passará a ter um lugar garantido na minha vida.Por vezes será difícil responder a todos com a brevidade desejada…mas estou convencida de que vale a pena gastarmos um pouco do nosso tempo para repartir carinho apenas com os comandos de “Enviar” ou de “Reenviar”.

ACHAS QUE ÉS FORTE???

video

Saber Viver


Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais para nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido
se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
não seja nem curta,
nem longa demais,
mas que seja intensa,
verdadeira, pura... enquanto dura

Cora Coralina


Perdoar não muda o passado mas engrandece o coração


27/04/2009

Requinte no coçar da periquita

Repare-se como se coça a periquita, com requinte, sensibilidade, originalidade, recurso a ferramenta adequada, tecnologia eficaz, rigor e precisão nos movimentos. Poucos seres serão capazes de tal arte no desempenho da procura deste prazer.
Aprecie-se no vídeo todos estes aspectos interessantes.

video

Consumismo


Faça clique na imagem para ampliar
Extraido do PÚBLICO de 090427

26/04/2009

A IMPORTÂNCIA DA PONTUALIDADE

Um velho padre foi a um jantar de despedida pelos seus 25 anos de
trabalho ininterrupto à frente da Paróquia.

Um importante político da região e membro da comunidade, convidado para
entregar o presente e proferir um pequeno discurso, atrasou-se.

O sacerdote decidiu proferir umas palavras e disse:

«A primeira impressão que tive da paróquia decorreu da primeira
confissão que ouvi :
A primeira pessoa que se confessou disse-me que tinha roubado um
aparelho de TV,
tinha roubado dinheiro aos seus pais, tinha roubado a firma onde trabalhava,
tivera aventuras amorosas com a esposa do patrão e dedicara-se ainda
ao tráfico de drogas.»

Fiquei assustadíssimo... Pensei que o bispo me tinha enviado para um
lugar terrível.
Mas fui confessando mais gente, que em nada se parecia com aquele homem...
Constatei a realidade de uma Paróquia cheia de gente responsável,com
valores, comprometida
com a sua fé.
Vivi aqui os 25 anos mais maravilhosos do meu Sacerdócio.»

Neste momento, chegou o político.

O padre passou-lhe então a palavra.
O político, depois de pedir desculpas pelo atraso, disse:

«Nunca vou esquecer o dia em que o sr. padre chegou à nossa Paróquia.
Como poderia? Tive a honra de ser o primeiro a confessar-me!»

Moral da história: NUNCA SE DEVE CHEGAR ATRASADO.


Ana Martins

APRENDA MAIS UMA!

Fruta é o mais perfeito alimento, gasta uma quantidade mínima de energia para ser digerida e dá ao seu corpo o máximo retorno.
O único alimento que faz o seu cérebro trabalhar é a glicose.

A fruta é principalmente frutose (que pode ser transformada com facilidade em glicose), é na maioria das vezes
90-95 % de água. Isso significa que ela está a limpar e a alimentar ao mesmo tempo.
O único problema com as frutas é que a maioria das pessoas não sabe como comê-las de forma a permitir que o corpo use efectivamente os seus nutrientes.

Devem comer-se as frutas sempre com o ESTÔMAGO VAZIO. Porquê? A razão é que as frutas não são, em princípio, digeridas no estômago: são digeridas no intestino delgado.
As frutas passam rapidamente pelo estômago, dali indo para o intestino, onde libertam os seus açúcares.

Mas se houver carne, batatas ou amidos no estômago, as frutas ficam presas e começam a fermentar.
Já comeu alguma fruta à sobremesa, após uma lauta refeição, e passou o resto da noite arrotando aquele desconfortável sabor restante? É porque não a comeu da maneira adequada. Deve comer-se fruta sempre com o estômago vazio.
A melhor espécie de fruta é a fresca ou o sumo feito na altura de beber. Não deve beber sumo de lata ou de recipientes de vidro. Porque não? Porque a maioria das vezes o sumo foi aquecido no processo pelo qual o recipiente é vedado e a sua estrutura tornou-se ácida.


Quer fazer a mais valiosa compra que possa?
Compre uma centrifugadora. Pode ingerir o sumo extraído na centrifugadora como se fosse a fruta, com o estômago vazio. E o sumo é digerido tão depressa que pode comer uma refeição quinze ou vinte minutos mais tarde.


O Dr. William Castillo, chefe da clínica de cardiologia Framington, de Massachusetts, declarou que fruta é o
melhor alimento que podemos comer para nos protegermos contra doenças do coração.
As frutas contêm bioflavinóides, que evitam que o sangue se torne espesso e obstrua as artérias.
Também fortalecem os vasos capilares, e os vasos capilares fracos quase sempre provocam hemorragias internas e ataques cardíacos.
Os chineses e os japoneses bebem chá quente (de preferência chá verde) durante as refeições. Nunca água gelada ou bebidas geladas. Devíamos adoptar este hábito!
Líquidos gelados durante e após as refeições solidificam os componentes oleosos dos alimentos, retardando a
digestão. Reagem com os ácidos digestivos e serão absorvidos pelo intestino mais depressa do que os alimentos sólidos,
demarcando o intestino e endurecendo as gorduras, que permanecerão por mais tempo no intestino.


Daí o valor de um chá morno depois de uma refeição. Facilita a digestão e amolece as gorduras para serem expelidas
mais rapidamente, o que também ajuda a emagrecer.
Um cardiologista disse que se cada pessoa que receber este e-mail o enviar a 10 pessoas pode ter a certeza de que salvará pelo menos uma vida.
Eu já fiz a minha parte!

Fernanda Ferreira

Compreender os outros

"Quando a gente pensa que sabe todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas..."

Um sujeito estava a colocar flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês a colocar um prato de arroz na lápide ao lado. Ele vira-se para o chinês e pergunta:

- Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o seu defunto virá comer o arroz?

E o chinês responde:

- Sim, e geralmente à mesma hora que o seu vem cheirar as flores!

"Respeitar as opções do outro, em qualquer aspecto, é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter. As pessoas são diferentes, agem diferente e pensam diferente".
"Nunca julgue. Apenas compreenda!"

Tenho um Jardim de encantos...


Tenho um jardim de encantos que sabe tudo dos meus segredos de menina. De quando me aventurava e trepava aos ramos e neles me sentava, com os pés a baloiçar, e me imaginava a aparecer e a desaparecer, sempre sorrindo, como o gato de Alice no País das Maravilhas. De quando namorava pelos cantos mais sombrios, mesmo que o namorado fosse o unicórnio azul que só eu via. De quando chorava baixinho porque os joelhos sangravam e o meu pai não podia saber que eu tinha lutado com rapazes. Isso foi no tempo em que eu tinha uma grande pressa de ser crescida.
Passados muitos anos, quando regressei ao jardim foi para lhe dizer que nunca o tinha esquecido, que sempre lhe sentira a falta, mas eu ocupara o tempo todo a crescer. Ele compreendeu e ofertou-me de novo o rumor das folhas, o cheiro da terra, a luz coada pelas ramagens. Dessa vez, já não trepei aos ramos com receio que se quebrassem, já perdera o unicórnio ou ele se perdera de mim, já os joelhos não sangravam porque os rapazes se tornaram meus amigos.
Hoje, visito-o amiúde. Só que ele não sabe que já não sou eu que me passeio. Ao fim de tanto andar, tenho um jardim que em mim passeia.

Licínia Quitério

Fernanda Ferreira

Penso, logo desisto!


Algum de vós já se questionou porque é que encontramos tantas contradições nos textos sagrados?

Segundo reza a História ... um dia (á luz do Cristianismo) fomos criados á imagem e semelhança de Deus. Que Deus nos criou Homem e Mulher no mesmo momento.
*Cap1 Ver. 27 - E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
Também vos pergunto como é que então fomos capazes de cair em tentação se eramos puros?
Nesta altura nunca tínhamos provado do fruto do bem e do mal.
Outra questão, se Deus nos fez Homem e Mulher, porque é que mais tarde ele fez a Eva de uma costela nossa?
*Cap2 Ver.22 - E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.
...e a parte do Genesis em que existiam filhos de Deus e filhos dos homens:
*Cap 6 Ver.2 - Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Uma outra questão que tenho é: Será Deus mau?
A Bíblia está cheia de momentos em que Deus é implacável e que depois também se arrepende e faz pactos de não agressão como a história do dilúvio e do arco-íris e muitas mais passagens, mas para mim a mais marcante é a parte em que a segunda pessoa da trindade brada aos céus a perguntar por que é que a primeira pessoa o tinha abandonado .
Outra questão bastante interessante é que não existe UMA ÚNICA passagem da bíblia que fale da origem do diabo ou satanás ou lá o que for. Satanás como mau espírito ou as legiões de maus espíritos só aparecem no Novo testamento, onde Jesus os expulsa e atira ao mar dentro de varas de porcos, etc.
Bom, que se passa aqui com isto tudo?
O que penso é que tudo isto está MUITO MAL CONTADO e adulterado.
Nestes pequenos mas fundamentais detalhes, o Homem livre pensador encontra dúvidas e motivos suficientes para se colocar “ de pé atrás” em relação ás coisas da crença e não basta ter fé para engolir tudo isto de ânimo leve e espírito aberto. Pelo menos eu não engulo, quem me dera, era sinal de inocência.
Sei que quem conhece a História, falo do ramo da ciência que se dedica ao estudo do nosso passado, encontra autênticas transcrições na Bíblia de textos antigos Egípcios, Babilónios, Sumérios e outros, principalmente nas parábolas de Cristo, sei também que a própria iconografia cristã bebeu muito das antigas culturas como é o caso da Virgem Maria com o menino no colo, tal e qual Isis com Hórus.
Pergunto-me: será que algum dia a Humanidade saberá um pouco da Verdade das Coisas?
Porquê tantos mistérios, tantos mitos, tantas dúvidas no que diz respeito ás nossas origens? Será que existe mesmo uma conspiração do silêncio para que sejamos mantidos na eterna ignorância? Se assim é, porque motivos?
...deixo tudo isto e muito mais no ar!
Abraços e Beijokas!

CUIDA DA TUA SAÚDE...

Olá !
Sou teu fígado !


Permite que eu me apresente!

Como podes gostar e cuidar de mim, se não me conheces?
Sou o maior órgão do teu corpo e estou localizado no lado superior direito do abdómen, protegido pelas costelas (gradio costal).
Sou responsável por aproximadamente 5.000 (cinco mil) funções vitais produzindo a grande maioria das substâncias essenciais para manter funcionando o resto do teu organismo.

Sou um grande laboratório!
Produzo a bile que é levada ao intestino delgado para se juntar ao processo de digestão.
Eu mantenho as reservas de ferro que tu necessitas, bem como as vitaminas e outros minerais. Também produzo hormônios, proteínas e enzimas que mantêm teu corpo funcionando normalmente.
Tenho participação na produção de substâncias que ajudam o sangue a coagular e um papel importante na decomposição do colesterol e de medicamentos.

Sem mim não terias forças para levar tua vida adiante!
Eu armazeno todas as toxinas, venenos, álcool, substâncias químicas e drogas que entram em teu corpo. Minha função é quebrar quimicamente estes venenos, de modo que possam ser mais facilmente eliminadas pelos rins e pela pele.
Sou um depósito de toxinas. Elas permanecem em mim por bastante tempo até serem processadas. Se a carga se torna excessiva, fico impedido de trabalhar adequadamente e o processo digestivo se torna difícil.

Eu reservo energia, como uma bateria, armazenando açúcar (carboidratos e gorduras) até que dele necessites. Sou eu quem alimenta o teu cérebro de energia e o faz funcionar. Sem mim, entrarias em estado de coma!
Na verdade, nem poderias levantar-te da cama se eu não estivesse trabalhando!
É importante que gostes de mim!
Mas não te peço muito...Basta que me trates bem!
Não me entupas de álcool - cerveja, uísque ou cachaça!
Se bebes com frequência , podes me lesionar para o resto das nossas vidas!
E eu me lesiono facilmente... Estas lesões chamadas "cirrose“, são permanentes.

Toma cuidado com o hábito da auto-medicação!
Os medicamentos são importantes, mas ao tomares remédios sem necessidade, podes me sobrecarregar e intoxicar!
Todos os medicamentos são produtos químicos e quando tu os combina sem a aprovação de um médico, podes criar algo venenoso e prejudicar-me seriamente.
E sabes? eu não me queixo. Se me maltratas, não poderei avisar-te que estou em perigo!

Outra coisa importante - cuida da tua alimentação!
Não abuses dos alimentos gordurosos!
Eles podem me deixar coberto de gordura e se isso acontecer, desequilibrarei vários sistemas do teu corpo!
Alimenta-te com uma dieta balanceada.
Sou vulnerável aos diversos vírus da hepatite, os quais vivem no sangue, na saliva, nas fezes e no sêmem humano.
Quase sempre sou capaz de destruir esses vírus, mas às vezes eles são mais fortes que eu e me infectam, causando-me muito dano.
Os vírus da hepatite C, são transmitidos pela transfusão de sangue e hemodiálise, pelo uso de drogas intravenosas, material cortante ou perfurante de uso coletivo, sem esterilização adequada: procedimentos médicos/odontológicos, tatuagens, piercing, manicure, etc.
Já o vírus da hepatite A, é transmitido através da água e dos alimentos, enquanto o da hepatite B, através dos contatos íntimos, da mãe infectada para o recém nascido e pelo uso do sangue infectado. Então observa a procedência do sangue que acaso precises receber, dos alimentos e da água que ingeres e toma cuidado com a higiene ao toalete. Usa preservativos com novos parceiros, exige que os instrumentos que perfurem tua pele ou boca sejam esterelizados.

Segundo a Tradicional Medicina Chinesa, sou um órgão regido pela energia da madeira. Por isso, como uma planta, se me tiras um pedaço, sou capaz de me regenerar e crescer novamente.
Sou eu quem controla teu sistema nervoso e exerço uma atividade importante sobre teus pensamentos.
Quando estou desequilibrado, não consegues te concentrar e nem ter clareza mental. Também te enervas facilmente, ficas instigado às brigas, predisposto à dores de cabeça, na nuca e região lombar...
Ainda segundo a milenar Medicina Chinesa, sou a morada das HUN, seres espirituais que zelam por tua saúde.
E elas não gostam, absolutamente, da raiva e suas toxinas venenosas!
Quando te tornas irado, sou agredido pelas toxinas do estresse. Se isso ocorre com frequência, as HUN me abandonam e fogem do teu corpo... Então, torno-me endurecido e o teu humor cada vez pior.

Na antiguidade, Hipócrates classificou os principais temperamentos humanos de acordo com os humores predominantes. Ele denominou temperamento bilioso - que significa cheio de bilis e de raiva, irritável - aquele dominado por minha atuação negativa ...
As toxinas da raiva são um veneno que não consigo metabolizar...E elas podem me destruir, tornando-me um sério candidato ao câncer...
Além disso, quando envenenado pela raiva, afetarei o teu coração, que tornar-se-á impaciente e rancoroso, incapaz de sentir amor, alegria e respeito.
E isso, facilmente, pode destruir teus relacionamentos...
A única forma de convencer as HUN a
voltarem ao teu corpo, é praticares atos de bondade para contigo mesmo e para com os outros.
Quando transformares tuas atitudes raivosas em tolerância,conciliação e solicitude, elas ficarão ao teu lado, trazendo-te saúde e sorte!
Entendes agora que precisas buscar a Sabedoria do Viver, para poderes enfrentar os desafios do dia a dia, com inteligência, calma e serenidade?
Compreendes a importância de te apaziguares com todas as circunstâncias da tua vida e todos os seres à tua volta?
Como vês, tua vida, saúde e felicidade, dependem de que cuides muito bem de mim e de ti!
Evita o estresse. Correr contra o relógio é hábito perigoso. Cultiva o bom humor. Pra que levar a vida tão a sério? Procura sorrir e brincar. Permita-te o lazer e o prazer. Descontração e diversão são essenciais para manter-me desopilado !
Busca o teu bem-estar através do contato com a natureza, da prática de exercícios físicos, do relaxamento e principalmente, da meditação, que te conecta com a Fonte da Vida!
Obrigada por teres lido e muita saúde.

E-mail do amigo Vitor Chuva.


Fernanda Ferreira

Erro de endereço

Um homem casado decide passar férias numa praia do Caribe, no mesmo hotel aonde passou a Lua de Mel 20 anos atrás. Devido a problemas de trabalho, a mulher não pôde viajar com ele, ficando combinado que ela se juntaria a ele uns dias mais tarde.

Quando o homem chegou aos alojamentos do hotel, verificou com admiração, que no quarto existia um computador com ligação à Internet, então decidiu enviar um E-mail à sua esposa, mas, por engano, este foi enviado para outro endereço…

O E-mail foi recebido por engano no computador de uma viúva que acabara de chegar do funeral do seu marido, e ao ler o correio electrónico, desmaiou instantaneamente.
O filho da viúva ao entrar em casa encontrou a sua mãe, no chão sem sentidos aos pés do computador, em cujo monitor se podia ler:

Querida esposa,

Cheguei bem. Provavelmente estás surpreendida por receberes notícias por esta via, mas agora aqui já há computadores para enviarmos mensagens aos entes queridos.
Acabo de chegar e constatei que está tudo preparado para quando chegares no próximo fim de semana.

Tenho muitas saudades tuas, espero que a tua viagem seja tão tranquila e agradável como a minha.

Beijos.

PS: Não tragas muita roupa, que aqui está um calor infernal.

25/04/2009

UMA GOTA DE ÁGUA


Sim, uma pequena gota de água equilibrando-se na ponta de um frágil raminho...

Com graciosidade a gotícula desafia a lei da gravidade, balançando-se nas bordas das folhas ou nas pétalas de uma flor. São gotas minúsculas, que enfeitam a natureza nas manhãs orvalhadas ou permanecem como pequenos diamantes líquidos, depois que a chuva se vai.
É por isso que um bom observador dirá que a vida seria diferente se não existissem gotas de água para orvalhar a relva e amenizar a secura do solo.

Madre Tereza de Calcutá foi uma dessas almas sensíveis.
Um dia, um jornalista que a entrevistava disse-lhe que, embora admirasse o seu trabalho junto aos pobres e enfermos, considerava que o que ela fazia, diante da imensa necessidade do mundo, era como uma gota d’ água no oceano.
E aquela pequena sábia-mulher, respondeu-lhe: " - Sim, meu filho, mas sem essa gota de água o oceano seria menor."
Sem dúvida uma resposta simples e extremamente profunda.
Pois sem os pequenos gestos que significam muito, a vida não seria tão bela...


Um aperto de mão, no meio da correria do dia-a-dia...
Um minuto de atenção a alguém que precisa de ouvidos atentos, para que não caia nas malhas do desespero...
Uma palavra de esperança a alguém que está à beira do abismo.
Um sorriso gentil a quem perdeu o sentido da vida.
Uma pequena gentileza diante de quem está preso nas armadilhas da ira.
O silêncio, frente à ignorância disfarçada de ciência.
A tolerância com quem perdeu o equilíbrio.
Um olhar de ternura para quem pena na amargura...
Pode-se dizer que tudo isso são apenas gotas de água que se perdem no imenso oceano, mas são essas pequenas gotas que fazem a diferença para quem as recebe.
Sem as atitudes, aparentemente insignificantes, que dentro da nossa pequenez conseguimos realizar, a humanidade seria triste e a vida perderia o sentido.
Um abraço afetuoso, nos momentos em que a dor nos visita a alma...
Um olhar compassivo, quando nos extraviamos do caminho reto...
Um incentivo sincero de alguém que deseja ver-nos felizes, quando pensamos que o fracasso seria inevitável...


Todas essas são atitudes que embelezam a vida.
E, se um dia alguém lhe disser que esses pequenos gestos são como gotas de água no oceano, responda, como madre Tereza de Calcutá, que sem essa gota o oceano de amor seria menor.
E tenha certeza disso, pois as coisas grandiosas são compostas de minúsculas partículas.
Sem a sua quota de honestidade, o oceano da nobreza seria menor.
Sem as gotas de sua sinceridade, o mar das virtudes seria menor.
Sem o seu contributo de caridade, o universo do amor fraternal seria consideravelmente menor.Pense nisso!


E jamais acredite naqueles que desconhecem a importância de um pequeno tijolo na construção de um edifício
Lembre-se da minúscula gota de água, que delicadamente se equilibra na ponta do raminho, só para tornar a Natureza mais bela e mais romântica, à espera de alguém que a possa contemplar.
E, por fim, jamais esqueça que são essas mesmas pequenas e frágeis gotas de água que, com insistência e perseverança conseguem esculpir a mais sólida rocha.
Obrigada .


Imagem da Net

Fernanda Ferreira

A JUVENTUDE E O TEMPO


Quando chegamos ao vigor dos vinte anos,
Pelo rumo da vida com risonhas quimeras,
Todos os dias são florescentes primaveras;
Todos os dias inventamos irreais planos!

Pra nós— isto é bem verdade— não há esperas
Algo nos motiva, até se passam oceanos;
Surge o amor, tornamo-nos super humanos,
Até se atravessa, as maiores crateras!

A mocidade é assim, espécie d’armadilha,
Ninguém vê, cai n’ela, porque ela fervilha,
De prazeres que, à volta tudo é, lindo, terno!...

Pior é o despertar, que surge anos depois,
Olhamos pra trás, vimos, deixamos de ser heróis,
Todos dias de primavera, são dias de Inverno!
nelsonfontes

Do mesmo e-mail do Amigo Luís

Fernanda Ferreira

O AMOR É ASSIM….DUPLO!


O amor é uma chama. Assombrosa
Que passa sobre o nosso coração,
Ao passar reproduz a sua acção,
Umas vezes boa, outras queixosa!

Amor tu és bom, és doce esp’rança,
És a louca ambição, da nossa vida,
Onde, tu passas, deixas produzida
F’licidade, meiguice e a bonança!

Mas quando és mau, és falso, és tudo enfim,
Causas a dor profunda, a dor ruim,
És amor detestável, sordidez!

Enquanto um é recheio de doçura,
O outro é recheado de amargura,
Livrai-nos deste, meu Deus…D’uma vez!

Nelsonfontes

E-mail do amigo Luís.

Fernanda Ferreira

MULHER MODERNA


Porte d’hercúles, altiva, atlética,
De olhar pomposo, artificial,
Com andar provocante sensual,
Imperativa, audaz, frenética,

Vaidosa, hábil, ardente imoral!
Aventureira, febril, patética,
Cínica, inabalável, especial,
Picante, azougada, imperial!

Pratica desporto másculo, viril,
Sempre na moda, assim é gentil,
Que de arrojo, por vezes tem graça…

Bem disposta a “pescar em águas turvas”
Eloquente, fugaz, pronta prás curvas,
Tal é a jovem do século que passa!

Nelsonfontes

"Ante o saber duma mulher astuta,
Cícero e Pascal nada sabem—Campoamor"

"Os que falam sempre bem das mulheres,
Não as conhecem a fundo;
Os que falam sempre mal delas,
Não as conhecem de todo:-- Pigault-Lebrun"


Nota: Trabalho feito para o amigo Luís a partir de e-mail

Fernanda Ferreira

QUADRA GLOSADA


GLOSA.

Chamou-me tolo, e eu, surpreso,
Não disse que si nem que não,
Pus-lhe em cima o desprezo,
Que é o meu mata-borrão!
MOTE
Vejam como são as mulheres,
Disse-lhe que a amava, aceso…
--Não acredito no que disseres,
--Chamou-me tolo, e eu, surpreso…
…Fiquei pasmado co’a resposta
Como manda a boa educação,
Calei-me, porque quando se gosta,
Não disse que sim nem que não!
Fiquei triste, talvez pensativo,
Pois tinha razões de peso,
Resolvi ser um pouco vingativo,
Pus-lhe em cima meu desprezo!
Creio que foi o melhor que fiz,
Pra refrear esta doida paixão,
Arranjei uma bela Beatriz,
Que é o meu Mata-Borrão

Nelsonfontes

Fernanda Ferreira


Nota: Trabalho efectuado a partir de e-mail enviado pelo Amigo Luís.
Fernanda Ferreira

RECORDANDO!...35 ANOS DEPOIS

Imagem da net


O que eu vi,
Eram flores,
Cravos vermelhos
Vencendo a censura,
Rostos... Espelhos
De euforia nas ruas!

O que eu ouvi,
Eram vozes,
Cânticos alegres
Entoando liberdade,
Lágrimas com vestes
De fé e verdade!

O que eu senti,
Foi coragem e união
Num povo de garra
E destreza,
Amor pela Pátria
Que chorava então
A liberdade presa!


Ana Martins
Escrito a 25 de Abril de 2009


EM HOMENAGEM A TODOS OS QUE TÃO CORAJOSAMENTE LUTARAM PELA LIBERDADE COM DEVERES E DIREITOS COMO O RESPEITO, VERDADE E HONESTIDADE. VALORES HOJE INFELIZMENTE JÁ QUASE ESQUECIDOS.

Liberdade

Liberdade

Viemos com o peso do passado e da semente
esperar tantos anos torna tudo mais urgente
e a sede de uma espera só se ataca na torrente
e a sede de uma espera só se ataca na torrente

Vivemos tantos anos a falar pela calada
só se pode querer tudo quanto não se teve nada
só se quer a vida cheia quem teve vida parada
só se quer a vida cheia quem teve vida parada

Só há liberdade a sério quando houver
a paz o pão
habitação
saúde educação
só há liberdade a sério quando houver
liberdade de mudar e decidir
quando pertencer ao povo o que o povo produzir.


Sérgio Godinho
Canções de Sérgio Godinho
Assírio e Alvim


Fernanda Ferreira

Sinceramente...


Sinceramente, temo pela saúde dos seguidores deste blog. Temo pelas suas "vidas", temo que tenham um "troço" (como se diz por aqui (Brasil)), tudo porque:...
Este Blog é muito forte!
Este Blog é muito intenso!
Neste Blog aprende-se, ensina-se, ri-se, comove-se, chora-se, respeita-se...
Neste Blog os corações se estreitam, sentem-se, aqui se comunga, aqui se vive!
Este blog peca pelo excesso...excesso de Amor, Amizade, Sinceridade, Carinho, Dedicação, Ternura, + + + + e muita muita juventude!
A ti, que caiste aqui por acaso - caso te sintas VELHO jovem ...cuidado! Aqui poderás ficar 50 anos mais novo do que já te sentes e isso não poderá ser bom para a tua decrépita e prematura velhice.
A ti, que tropeçaste aqui por força do destino e caso sejas um Jovem VELHO ...cuidado! Entre esta gente (não falo de mim porque caí do berço), certamente te tornarás um como os outros - UM JOVEM SUPER-JOVEM, CHEIO DE SANGUE NOVO E REVIGORADO!
...Sabem que mais? Adoro-vos a Todos!
Bem Hajam

24/04/2009

Urgentemente


É urgente o Amor,
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros,
e a luz impura até doer.
É urgente o amor,
É urgente permanecer.

Eugénio de Andrade



Fernanda Ferreira

QUERO VOLTAR A CONFIAR!


Fui criado com princípios morais comuns:
Quando eu era pequeno, mães, pais, professores, avós, tios, vizinhos eram autoridades dignas de respeito e consideração.
Quanto mais próximos ou mais velhos mais afecto.
Impensável responder de forma mal-educada aos menos idosos, professores ou autoridades.
Cofiávamos nos adultos porque todos eram pais, mães ou familiares das crianças da nossa rua, do nosso bairro, da nossa cidade.
Tínhamos medo apenas do escuro, dos sapos, dos filmes de terror.


Hoje deu-me uma tristeza infinita por tudo aquilo que perdemos.
Por tudo o que os meus netos um dia enfrentarão.
Pelo medo no olhar das crianças, dos jovens, dos velhos e dos adultos.


Direitos humanos para criminosos, deveres ilimitados para cidadãos honestos.
Não levar vantagem em tudo significa ser idiota.
Pagar dívidas em tempo útil é ser tonto…Amnistia para corruptos e ladrões…
Que aconteceu connosco? Professores maltratados nas salas de aula, comerciantes ameaçados por traficantes, grades nas nossas portas e janelas.
Que valores são estes?


Automóveis que valem mais que abraços,
Filhas querendo uma cirurgia plástica como presente de passagem de ano.
Telemóveis nas mochilas de crianças.
O que vais querer em troca de um abraço?
A diversão vale mais que um diploma.
Uma televisão gigante vale mais que uma boa conversa?
Vale mais uma maquilhagem que um sorvete?
Mais vale parecer do que ser…


Quando foi que tudo desapareceu ou se tornou ridículo?
Quero arrancar as grades da minha janela para poder tocar as flores!
Quero sentar-me na varanda e dormir com a porta aberta nas noites de verão!
Quero a honestidade como motivo de orgulho.
Quero a rectidão de caráter, a cara limpa e o olhar olhos-nos-olhos.
Quero a vergonha na cara e a solidariedade.
Quero a esperança, a alegria, a confiança!
Quero calar a boca de quem diz: “ temos que estar ao nível de…”, ao falar de uma pessoa.
Abaixo o “TER”, viva o “SER”.


E viva o retorno da verdadeira vida, simples como a chuva, limpa como o céu de primavera, leve como a brisa da manhã!
E definitivamente bela, como cada amanhecer.
Quero ter de volta o meu mundo simples e comum.
Onde existam o amor, a solidariedade e a fraternidade como valores fulcrais.
Vamos voltar a ser “gente”
A indignação diante da falta de ética, de moral, de respeito...
Construir um mundo melhor, mais justo, mais humano, onde as pessoas respeitem as pessoas.
Utopia?
Quem sabe?...
Precisamos de tentar…
Os nossos filhos merecem e os nossos netos certamente nos agradecerão!
Quem sabe começando por reencaminhar ou transmitir esta mensagem…


E-mail recebido do querido amigo Vitor Chuva.

Fernanda Ferreira

23/04/2009

UM POEMA (No Dia Mundial do Livro)

Imagem da net


Um poema
São sentimentos,
Noites frias ou desejo,
Pedras soltas, folhas ao vento,
Solfejos do pensamento,
Delírios com traquejo.

Um poema
São desabafos,
Convulsões, estados de alma,
Frémitos ardentes... Doces pecados,
Elixir da paz que acalma.

Um poema
São loucuras,
Lágrimas contidas ou choradas,
Páginas tantas... Vidas duras,
Grandes males, pequenos nadas!


Ana Martins
Escrito a 8 de Abril de 2009

SOLIDÃO DÓI...

De tantas e tantas dores espalhadas por aí, uma das que mais doi é a da solidão. Dói assim tanto, que quanto mais a gente chora, mais ela dói. E quanto mais dói, mais nos isola.

O mundo sofre de solidão. Ah, sim, sofre! Todo mundo anda tão preocupado com as doenças ditas modernas e que se espalham numa velocidade assustadora, mas poucos pensam nessa doença que nem matar, mata, mas isola.

E ela é tão devastadora quanto qualquer outra, mas de maneira diferente. As pessoas disfarçam trancadas em suas casas ou seus apartamentos, diante de um computador, onde as amizades virtuais tomam um lugar de suma importância.
É que há muitos solitários se amparando, até mesmo sem saber. Mas é no momento de ir dormir que sentem essa dor que vai corroendo o peito e ficam torcendo para o sono chegar logo.

Não inventaram um remédio para acabar com a solidão. É que não precisa, pois ele sempre existiu. É suficiente pensar um pouquinho em quem está do lado, quem não tem ninguém, quem viveu, se deu e fica esperando ainda da vida o retorno...
Quem quer contar histórias, mas não encontra ninguém com tempo ou paciência para ouvir... quem a vida podou de pais, filhos, irmãos... há em torno de cada um de nós alguém assim, quando não somos, nós mesmos, aquela pessoa que está precisando tanto de uma mão que aperte a nossa.

Não é preciso conhecer matemática para sabermos que um mais um fazem dois e, mais ainda: um triste mais um triste podem fazer dois felizes.
Oferecer a alguém a oportunidade de sentir-se menos só, nem que seja um pouco, um dia, já é acender uma velinha no coração dessa pessoa.

Não sei por que hesitamos tanto! Talvez por que pedimos tantas coisas e nos esquecemos de pedir que faça chover amor.
E isso é muito, muito importante.
O principal na vida...

Conta a lenda que certa mulher pobre com uma criança no colo, passando diante de uma caverna escutou uma voz misteriosa que lá dentro lhe dizia:
"Entre e apanhe tudo o que você desejar, mas não se esqueça do principal.
Lembre-se, porém, de uma coisa: Depois que você sair, a porta se fechará para sempre.
Portanto, aproveite a oportunidade, mas não se esqueça do principal...

A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas.
Fascinada pelo ouro e pelas jóias, pôs a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente,
tudo o que podia no seu avental .

A voz misteriosa falou novamente:
"Você só tem oito minutos." Esgotados os oito minutos, a mulher carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta se fechou...
Lembrou-se, então, que a criança ficara lá e a porta estava fechada para sempre!!!

O mesmo acontece, as vezes, conosco. Temos uns oitenta anos para viver...
Não se esqueça do principal!"
E o principal são os valores espirituais, a vigilância, a família, os amigos, a vida!!!

!!! Mas a ganância, a riqueza, os prazeres
materiais os fascinam tanto que o principal vai ficando sempre de lado...
Assim, esgotamos o nosso tempo aqui, e deixamos de lado o essencial:
"Os tesouros da alma!"
Que jamais nos esqueçamos que a vida, neste mundo, passa rápido e que a morte chega de inesperado.
E quando a porta desta vida se fechar para nós, de nada valerá as lamentações.

Portanto, que jamais esqueçamos do principal!!!
Mensagem recebida de um amigo, que recebeu de um amigo, e que enviará para um amigo...
"Se Deus criou as pessoas para amarmos e as coisas para usarmos, porque então amamos as coisas e usamos as pessoas?"

Fernanda Ferreira

COMO CONCHAS...

Às vezes pensamos que estamos sozinhos no mundo.
Não a solidão de não ter pessoas à volta, mas a de se sentir só nas dores.
Quando sofremos, isolamo-nos, como se isso nos fosse proteger para que o sofrimento diminua ou pelo menos não aumente.
E como uma concha, guardamos em nós o que nos fez mal. E tal qual um imenso mar, o mundo vai se enchendo de conchas fechadas, sentindo-se sós e únicas, cada qual do lado da outra.

É impossível manter os olhos abertos, a razão, a consciência, quando a dor fala mais alto do que nós mesmos.


Impossível colher frutos em árvores abatidas, flores em campos de espinhos e pensamentos positivos em momentos de desespero. Mas toda moeda tem dois lados, a cada dia corresponde uma noite, cada vez que a lua se deita o sol se levanta...


Em toda situação triste há algo de bom e proveitoso. Só precisamos é aprender a olhar, depois das lágrimas enxugadas. Depois de abrirmos os olhos, mesmo se o que nos feriu ainda está presente e geralmente está, pois não se apaga o vivido, podemos perceber que um novo caminho se abre, que naquele dia já estamos um bocadinho mais amadurecidos, que podemos tirar lições de tudo o que vivemos e...que existem as outras conchas do lado.
E quando nos abrimos à esperança, as possibilidades se abrem também, as coisas ficam mais claras, mais evidentes.


A vida é linda! O mundo é belo e nós temos o privilégio de fazer parte dele.
O importante não é não ter problemas, mas aprender a vencê-los !!!

Fernanda Ferreira

22/04/2009

O QUE É SER POBRE


Um pai, bem na vida, querendo que o seu filho soubesse o que é ser pobre, levou-o a passar uns dias com uma família de camponeses.

O menino passou três dias e três noites a viver no campo.

No carro, quando voltavam para a cidade, o pai perguntou-lhe:
- Como foi a tua experiência?
Boa - responde o filho, com o olhar perdido à distância.
O que aprendeste? insistiu o pai.
O filho respondeu,
Que nós temos um cão...e eles têm quatro.
Que nós temos uma piscina com água tratada, que chega até a metade do nosso quintal...
e eles têm um rio sem fim, de água cristalina, onde há peixinhos e outras belezas.
Que nós importamos lustres do Oriente para iluminar o nosso jardim...enquanto eles têm as estrelas e a lua para os iluminar.
O nosso quintal chega até o muro...o deles chega até o horizonte.
Nós compramos a nossa comida...eles cozinham-na.
Nós compramos CDS...Eles ouvem uma perpétua sinfonia de pássaros, periquitos, sapos, grilos...tudo isto, às vezes, acompanhado pelo sonoro canto de um vizinho que trabalha na sua terra.
Nós usamos microondas. Tudo o que eles comem tem o glorioso sabor do fogão a lenha
Para nos protegemos vivemos rodeados por um muro, com alarmes...Eles vivem com as suas
portas abertas, protegidos pela amizade dos seus vizinhos.
Nós vivemos ligados ao telemóvel, ao computador, à televisão.
Eles estão ligados à vida, ao céu, ao sol, à água, ao verde do campo, aos animais, às suas sombras, à sua família.

O pai ficou impressionado com a profundidade de seu filho e então o filho terminou: Obrigado, papai, por me ter ensinado o quanto somos pobres! Cada dia estamos mais pobres de espírito e de observação da natureza, que são as grandes OBRAS DE DEUS.
Preocupamo-nos em TER, TER e TER.
E cada vez mais TER em vez de nos preocuparmos mais em SER:
SER cada vez mais, SER cada vez melhor, SER verdadeiro, SER livre, SER completo!

Amigos este texto foi-me enviado pelo nosso amigo Luís para que eu o publicasse, o que faço com muita honra.

Fernanda Ferreira

Enya - La mejor musica+ belleza de naturaleza


Fernanda Ferreira

Há palavras que nos beijam



Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte

Alexandre O'Neill


Fernanda Ferreira

Juventude egocêntrica?

Li recentemente, um artigo que focava o tema da juventude à qual tudo é dado demasiado cedo e a qualquer preço, bem como os que se tornam famosos e consequentemente extremamente ricos demasiados jovens.

De que forma tudo isto pode afectar as suas vidas e transformá-los como seres humanos?

O número de jovens que se tornam famosos e ricos é irrelevante, representam uma minoria como é facilmente constatável. Esses poucos contudo, começam a viver uma vida que não se correlaciona com as suas idades e consequentemente estragam a sua juventude, se não mesmo as suas próprias vidas de forma irreversível. As excepções contam-se pelos dedos, mas felizmente há casos de sucesso que todos nós conhecemos.


A situação que eu pessoalmente penso ser realmente alarmante, é muito mais o facto da maioria dos pais que estragam os seus filhos dando-lhes tudo, mesmo não tendo condições para tal.

Na minha perspectiva, a maioria destes pais tentam assim limpar a sua consciência, o seu mal-estar, causado pela ausência de carinho, atenção, que por sua vez é causa do excesso da carga horária no trabalho e algum egoísmo à mistura.

O facto que se prende com a atitude de dar, às vezes mesmo ceder às exigências dos filhos, vai seguramente fazer com que estes adolescentes se tornem egocêntricos, não aprendam o valor das coisas, mesmo as mais simples e as mais belas que a vida nos dá a todos, isto sem mencionar que estes ficam com a impressão errada de que tudo é facilmente conseguível na vida, conceito completamente errado, como nós bem sabemos, e que lhes vai trazer grandes dissabores ao longo da vida.
Para agravar esta situação, estes adolescentes tornam-se pessoas egoístas e com comportamentos nada razoáveis, completamente fora dos parâmetros desejáveis e saudáveis. Já todos assistimos a cenas, no mínimo lamentáveis, de crianças que têm autênticos ataques temperamentais simplesmente porque algo lhes foi negado. Curiosamente os pais, nestas circunstâncias agem erradamente e cedem imediatamente, simplesmente para não serem obrigados a tomar uma atitude que poderia perecer embaraçosa e assim a situação se mantêm inalterável, tornando-se irreversível e cada vez mais difícil de corrigir.


Para concluir, gostaria de dizer, em nome da minha própria experiência de mulher madura e como mãe, que nada deve ser dado em excesso, excepto amor. A educação é de importância vital, sem dúvida o principal pilar para uma formação e postura na vida. Para que os mais ínfimos desejos uma vez concretizados sejam saboreados, o segredo, quanto a mim, consiste numa mistura apropriada de apoio financeiro, alguma independência controlada e fundamentalmente deixar que os nossos jovens lutem pelas coisas que mais desejam, para que sejam preparados os alicerces que os levem a enfrentar a vida dura que os espera fora de casa e fundamentalmente aprendam a valorizar as suas próprias conquistas.
Fernanda Ferreira

Ainda sobre Bullying...Conclusão


Características de bullying

Segundo Cleo Fante, no livro “Fenômeno Bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz”, os actos de bullying entre alunos apresentam determinadas características comuns:

• Comportamentos deliberados e danosos, produzidos de forma repetitiva num período prolongado de tempo contra uma mesma vítima;
• Apresentam uma relação de desequilíbrio de poder, o que dificulta a defesa da vítima;
• Não há motivos evidentes;
• Acontece de forma directa, por meio de agressões físicas (bater, chutar, tomar pertences) e verbais (apelidar de maneira pejorativa e discriminatória, insultar, constranger);
• De forma indirecta, caracteriza-se pela disseminação de rumores desagradáveis e desqualificastes, visando à discriminação e exclusão da vítima de seu grupo social.

Os protagonistas do bullying

A vítima pode ser classificada, segundo pesquisadores, em três tipos:

• Vítima típica: é pouco sociável, sofre repetidamente as consequências dos comportamentos agressivos de outros, possui aspecto físico frágil, coordenação motora deficiente, extrema sensibilidade, timidez, passividade, submissão, insegurança, baixa auto-estima, alguma dificuldade de aprendizado, ansiedade e aspectos depressivos. Sente dificuldade de impor-se ao grupo, tanto física quanto verbalmente.

• Vítima provocadora: refere-se àquela que atrai e provoca reacções agressivas contra as quais não consegue lidar. Tenta brigar ou responder quando é atacada ou insultada, mas não obtém bons resultados. Pode ser hiperactiva, inquieta, dispersiva e ofensora. É, de modo geral, tola, imatura, de costumes irritantes e quase sempre é responsável por causar tensões no ambiente em que se encontra.

• Vítima agressora: reproduz os maus-tratos sofridos. Como forma de compensação procura uma outra vítima mais frágil e comete contra estas todas as agressões sofridas na escola, ou em casa, transformando o bullying em um ciclo vicioso.

O agressor pode ser de ambos os sexos. Tem carácter violento e perverso, com poder de liderança, obtido por meio da força e da agressividade. Age sozinho ou em grupo. Geralmente é oriundo de família desestruturada, em que há parcial ou total ausência de afectividade. Apresenta aversão às normas; não aceita ser contrariado, geralmente está envolvido em actos de pequenos delitos, como roubo e/ou vandalismo. Seu desempenho escolar é deficitário, mas isso não configura uma dificuldade de aprendizagem, já que muitos apresentam nas séries iniciais rendimento normal ou acima da média.

Espectadores são alunos que adoptam a “lei do silêncio”. Testemunham a tudo, mas não tomam partido, nem saem em defesa do agredido por medo de serem a próxima vítima. Também nesse grupo estão alguns alunos que não participam dos ataques, mas manifestam apoio ao agressor.

Como identificar os envolvidos?

De acordo com as indicações de Dan Olweus, psicólogo norueguês da Universidade de Bergen e importante pesquisador sobre o assunto, para que uma criança ou adolescente seja identificado como vítima ou agressor, pais e professores precisam ter atenção se o mesmo apresenta alguns comportamentos:

VÍTIMA

Na escola
• Durante o recreio está frequentemente isolado e separado do grupo, ou procura ficar próximo do professor ou de algum adulto;
• Na sala de aula tem dificuldade em falar diante dos demais, mostrando-se inseguro ou ansioso;
• Nos jogos em equipa é o último a ser escolhido;
• Apresenta-se comummente com aspecto contrariado, triste, deprimido ou aflito;
• Desleixo gradual nas tarefas escolares;
• Apresenta ocasionalmente contusões, feridas, cortes, arranhões ou a roupa rasgada, de forma não natural;
• Falta às aulas com certa frequência;
• Perde constantemente os seus pertences.

Em casa
• Apresenta, com frequência, dores de cabeça, pouco apetite, dor de estômago, tonturas, sobretudo de manhã;
• Muda o humor de maneira inesperada, apresentando explosões de irritação;
• Regressa da escola com as roupas rasgadas ou sujas e com o material escolar danificado;
• Desleixo gradual nas tarefas escolares;
• Apresenta aspecto contrariado, triste deprimido, aflito ou infeliz;
• Apresenta contusões, feridas, cortes, arranhões ou estragos na roupa;
• Apresenta desculpas para faltar às aulas.


Espero sinceramente que estas dicas ajudem a identificar os sintomas e possam de alguma maneira a resolver este sério problema.


Conforme já indicado no anterior artigo, este trabalho foi feito baseado em pesquisas na Internet.

Fernanda Ferreira

Aos que nunca sentiram a Liberdade (25-04-74)

A Estes Bravos Sem Nome que Exerceram o Derradeiro Exercício de Patriotismo e que Nunca foram Devidamente Honrados pela Pátria.
Jovens que nunca viram a Liberdade!
O meu simples e humilde Tributo, com uma Linda e Triste mas Sentida Balada de Adriano Correia de Oliveira.
***Que Nunca os esqueçamos!***


21/04/2009

what a wonderful world

Também podemos viver um pouco do Céu na terra, se estivermos atentos a pequenos detalhes.


video

Bola de Sardinha com farinha milha.

Bola de Sardinha

Ingredientes:
Massa de broa de milho (q.b.)
6 Sardinhas médias
Azeite (q.b.)
Cebola (q.b.)
Sal (q.b.)
Pimentão ou molho de tomate
PREPARAÇÃO
Pique a cebola para uma taça.
Junte um pouco de azeite e um pouco de sal e pimentão ou o tomate
Misture tudo com as mãos.
Com um pedaço de massa de broa de milho, já levedada, conforme a quantidade de bolas que se queira fazer, junte o preparado à massa e coloque as sardinhas no meio.
Tenda e coloque no forno de lenha.
Bata ligeiramente a face superior da bola com a pá do forno e deixe cozer.
Quando estiver cozida, retire do forno e sirva quente.


Nota: É costume fazer a bola de sardinha quando se coze a broa.

SARDINHA - Vantagens
A sardinha é o peixe por excelência da dieta mediterrânea, aconselhada por nutricionistas em todo o mundo. Muito rico em Ómega 3 (protege o coração, controla o colesterol e ajuda a reduzir o risco de ataque cardíaco), contém também cálcio, magnésio e fósforo (mantém a resistência dos ossos prevenindo a osteoporose), bem como ferro (contribui para a defesa do organismo e formação dos glóbulos vermelhos), vitamina A (essencial para a vista e para o crescimento, evita infecções) e vitaminas do complexo B (regulam o sistema nervoso, prevenindo depressões e colaboram para a saúde da pele e o crescimento das crianças).


Fernanda Ferreira